A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
RESUMO - Abdômen agudo perfurativo

Pré-visualização | Página 1 de 1

Abdômen agudo perfurativo
· Perfuração de trato digestivo abdominal.
· Importante entender anatomia e fatores de
 risco.
Principais causas:
· Esôfago abdominal – corpo estranho, manipulação endoscópica. 
· Estomago – úlcera péptica, corpo estranho. 
· Duodeno – úlcera péptica, CPRE
· Intestino delgado – corpo estranho, 
divertículo de Merkel
· Intestino grosso – neoplasia, obstrução em 
alça fechada, diverticulite, apendicite.
Fatores de risco
· Corpo estranho.
· Procedimentos invasivos. 
· HIV, DM
· Diverticulite, apendicite.
· Hérnia.
· Doença péptica.
· Doenças infecciosas. 
· Neoplasias.
Abdômen agudo perfurado com peritônio livre.
Quadro clínico
· Dor súbita e intensa em todo o abdômen.
· Procura imediata ao pronto socorro.
· Podem ocorrer náuseas e vômitos. 
Exame físico.
· Posição antálgica, imóvel e com defesa.
· Palpação – peritonite difusa, abdômen em tábua (rígido e contraído).
· Percussão – irritação peritoneal, com perda da macicez hepática (sinal de Jobert).
· Ausculta com RHA diminuídos ou ausente.
Perfuração bloqueada
· Diverticulite perfurada – processo inflamatório intenso – organismo tende a ter algum bloqueio em região. 
· Dor mais branda.
· Peritonite localizada.
· Menor resposta sistêmica.
· Causas 
· Evolução de AAI 
· Bloqueio de alças
· Retroperitônio 
Exames laboratoriais 
· Leucocitose.
· Eletrólitos.
· Creatinina e Ureia. 
· Amilase.
· PCR.
Exames de imagem 
· Rx simples.
· Rx de tórax - Sinais de pneumoperitônio
· Sinal de Rigler – parede da alça intestinal bem desenhada, com presença de ar dentro e fora da alça.
· Decúbito lateral com raios horizontais.
· Tomografia computadorizada.
· US – e-fast.
· Consegue ver o pneumoperitônio.
Qual a conduta?
· Tratamento cirúrgico – laparotomia exploratória ou laparoscopia. 
· Tratamento não cirúrgico – diverticulite com perfuração bloqueada, perfuração de retroperitônio e alguns casos específicos. 
1
Caroline Zanella ATM 2022/a