A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Atividade Individual_Passei direto

Pré-visualização | Página 1 de 2

1
 
ATIVIDADE INDIVIDUAL 
 
Atividade Individual 
Disciplina: Economia Empresarial Módulo: 
Aluno: Pamela Turma: 
Tarefa: Atividade Individual 
Questão 1 – Teoria da oferta e da demanda e estrutura de mercado 
a) Elasticidade - Preço da Demanda: Inelástica 
O estudo de caso diz que “A Comida Boa Ltda. é uma empresa do ramo alimentício 
que produz cereais, massas e complementos (temperos e óleos vegetais), seguindo uma 
linha mais natural, com a escolha de ingredientes orgânicos. Ela não usa aditivos químicos 
nem processos industrializados que alterem a composição dos alimentos” e “Toda a linha 
de congelados é feita com derivados de coco (óleo, farinha, manteiga, açúcar, etc.)”. 
Com base apenas nessas informações podemos concluir que a elasticidade-preço da 
demanda é inelástica. Pois os alimentos em geral, no curto prazo, apresentam 
coeficientes menores que 1, ou seja, no curto prazo os consumidores não vêem 
possibilidade de substituição e acatam o preço. Já no longo prazo a elasticidade-preço 
poderá mudar para elástica, tendo em vista que os consumidores irão dispor de mais 
informações para a substituição, sendo assim o tempo é um dos fatores determinantes 
para novas interpretações do coeficiente. Além de os alimentos mencionados serem 
considerados “normais” e não bens de “luxo ou superiores”. 
 
b) Elasticidade - Preço da Oferta: Elástica 
Já na elasticidade-preço da oferta podemos considerar que terá um coeficiente maior 
que 1, ou seja, a variação da quantidade ofertada é maior do que a variação do preço, 
sendo caracterizada assim como elástica. No estudo de caso, podemos observar que a 
empresa Comida Boa Ltda possuía altas projeções para o ano de 2017, para atender o 
aumento da demanda, realizou investimentos como a aquisição de máquinas e benfeitorias 
no parque fabril. A empresa em questão reagiu bem e com resposta rápida ao aumento da 
oferta do produto. 
 
c) Estrutura de mercado: Concorrência Monopolística 
A estrutura de mercado na qual a empresa em questão está inserida é a concorrência 
 
 
2 
 
Monopolística. Esse mercado é uma combinação entre o mercado de monopólio e de 
concorrência perfeita, onde o preço é estabelecido pelo mercado. A empresa segue com 
produtos de uma linha mais natural, com a escolha de ingredientes orgânicos, sendo assim, 
oferecem produtos diferenciados, não únicos, os consumidores logo os reconhecem por sua 
marca e qualidade, mas são substitutos próximos passíveis de concorrência. Neste mercado 
o foco é a exclusividade, mas tem pouca liberdade na fixação de preços. Não há barreiras 
para entrar nesse mercado, é relativamente fácil, o desafio é o de conquistar os 
consumidores e “deixar a sua marca”. 
 
Questão 2 – Determinação da receita ótima de vendas – em 2017 
Receita ótima de vendas é o faturamento mínimo para pagar os custos e despesas, 
auferindo um lucro econômico igual a zero. Sendo assim: 
RT = CT 
RT = CV + CF + DV + DF 
RT = Impostos/Deduções + CPV + Despesas Administrativas + Imp. s/ lucro 
RT = 8% RT + 25% RT + 7.800.000 + 10%RT 
RT = 0,43RT + 7.800.000,00 
0,57RT = 7.800.000,00 
RT = 13.684.210,53 
Logo, a receita de vendas para atingir o ponto de equilíbrio é de R$ 13.684.210,53 
DRE - EQUILIBRIO 
receita bruta 13.684.210,53 100,00% 
impostos e devoluções (-
) -1.094.736,84 8,00% 
receita líquida (RL) 12.589.473,69 92,00% 
CPV -3.421.052,63 25,00% 
margem bruta (MB) 9.168.421,06 67,00% 
despesas 
administrativas -7.800.000,00 57,00% 
impostos sobre lucro -1.368.421,05 10,00% 
resultado líquido 0,00 0,00% 
 
 
 
 
 
Questão 3 – Custos totais (CT), receita total de vendas (RT) e lucro econômico 
a) O valor da receita total de vendas (RT) dos congelados em 2016: 
(10% do faturamento total da empresa). 
RT = 20.000.000 x 0,10 = R$ 2.000.000 
b) O valor do preço médio do congelado em 2016: 
Preço Médio = RT / QT 
Pme = 2.000.000 / (3.500 x 12) = R$ 47,62 /unidade 
c) Margem Bruta por unidade: 
MB/un = 85% x Pme 
MB/um = 0,85 x 47,62 = R$ 40,48/un 
 
Questão 4 – Custos totais (CT), receita total de vendas (RT) e lucro econômico 
Para avaliar a viabilidade da venda apenas de congelados, deve-se descobrir 
primeiramente a quantidade necessária para atingir pelo menos o lucro econômico igual a 
zero. Após isso teremos que dividir a receita ótima de vendas, com o preço de venda unitária 
dos congelados do ano de 2016 (usaremos o preço de venda de 2016 pois a questão pede 
para reestabelecermos o equilíbrio financeiro, sendo assim usaremos o preço original do 
produto antes da retração em suas vendas). Tendo em vista que apenas o preço dos 
congelados tem uma Margem Bruta de 85%, acharemos o novo valor do CPV, que será de 
7%, tendo em vista que o percentual dos impostos/devoluções se manteve em 8% (100% RT 
– 85% MB – 8% Impostos/devoluções = 7% CPV). 
 
RT = Impostos/Deduções + CPV Despesas Administrativas + Imp. s/ lucro 
RT = 8% RT + 7% RT + 7.800.000 + 10%RT 
RT = 0,25RT + 7.800.000,00 
0,75RT = 7.800.000,00 
RT = 10.400.000,00 
DRE – EQUILIBRIO DOS CONGELADOS 
receita bruta 10.400.000,00 100,00% 
impostos e devoluções (-
) -832.000,00 8,00% 
receita líquida (RL) 9.568.000,00 92,00% 
CPV -728.000,00 7,00% 
margem bruta (MB) 8.840.000,00 85,00% 
despesas 
administrativas -7.800.000,00 75,00% 
impostos sobre lucro -1.040.000,00 10,00% 
resultado líquido 0,00 0,00% 
 
 
 
 
4 
 
RT = P x Q 
10.400.000,00 = 47,62 x Q 
Q = 218.396 unidades ao ano 
Q = 18.200 unidades ao mês 
Vimos que para reestabelecer o equilíbrio financeiro em 2017 apenas com a venda de 
congelados, a receita ótima de venda passará a ser de 10,4 milhões de reais. Para 
chegarmos nesse faturamento será necessário a vende de 218.396 unidades de congelados 
ao ano, ou 18.200 unidades ao mês. Essa quantidade representa um aumento de 420% do 
que a empresa costuma vender por mês (3.500un). Dessa forma, a venda apenas de 
congelados não é viável. Pois a empresa teria que vender 5,2 vezes mais congelados, com 
esse aumento de produção de maneira expressiva, aumentaria outros gastos, como: gastos 
de pessoal, talvez com contratação de novos, compra de equipamentos, aumento nos custos 
fixos além dos variáveis. E a empresa não comportaria tais gastos no atual momento 
financeiro. É bom que a empresa continue investindo em congelados, pois é um mercado em 
potencial, mas precisa focar nos serviços que tem maior representatividade no faturamento. 
 
Questão 5 – Política monetária (créditos e juros) e fiscal (isenções de impostos) 
 
Sob o ponto de vista financeiro, a Comida Boa Ltda vem demonstrando dificuldades 
em efetuar os seus compromissos financeiros nos prazos previstos, isso porque fez 
aquisições de máquinas e benfeitorias no parque fabril, visando um aumento do 
faturamento, o que não ocorreu. 
O Governo adotou um pacote de medidas salvadoras, que tem como destaque: 
- A política monetária expansionista, com crédito a juros subsidiados, um ponto 
percentual abaixo da taxa básica de juros (Selic) praticada pelo Banco Central; 
- Redução da alíquota de imposto sobre os produtos alimentícios (de 0,5 ponto percentual 
da praticada no mercado); 
- E prazo de pagamento para os impostos devidos estendido até o décimo dia útil do mês 
sem cobrança de juros de mora. 
Essas medidas visam diminuir o impacto da recessão da economia. No caso da 
política monetária para diminuir as taxas de juros, e a política fiscal para diminuir os 
impostos. Ambos com a intenção de gerar mais renda para a sociedade (colocar mais 
dinheiro nas mãos da população), para estimular o crescimento, com a tentativa de 
reestabelecer o equilíbrio e reduzir o desemprego, daí a expressão “expansionista”. 
O Bacen ao diminuir a taxa SELIC, incentiva o consumo e dessa forma cresce 
economia. Dessa forma, a empresa Comida Boa ltda poderá obter crédito com 
instituições financeiras a uma taxa de juros baixa e aumentar o seu capital de giro,