A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
APS_Práticas_em_Farmácia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Referências Bibliográficas: 
https://www.manipulae.com.br/artigos/labor
atorio-de-manipulacao:-entenda-como-funciona 
http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab
_virtual/tipos_de_riscos.html#:~:text=Consider
am%2Dse%20agentes%20de%20risco,%2Dioniz
antes%2C%20vibra%C3%A7%C3%A3o%2C%20
etc. 
http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab
_virtual/niveis_de_bioseguranca.html 
https://www.ipen.br/biblioteca/slr/cel/0133 
https://autolac.com.br/blog/epis-e-epcs-para-
laboratorio-de-analises-clinicas/ 
 
 
 
 
[Nome da Empresa] 
[Endereço] 
[Cidade, Estado CEP] 
 
 
 
 
 
**Folder elaborado como parte da avaliação para a 
disciplina Práticas em Farmácia, do curso de Farmácia. 
 
Instruções de Biossegurança 
Colaboradores: 
Vanessa Ribeiro Adriano Amorim 
Marcos Vinicius Daniel de Oliveira 
Victor Messias Sandra dos Santos 
Jiedson Santos Gabriela Cerqueira 
Vanessa Guimarães Marta Alves 
Camile Matos Alexandre Alves 
Amanda Raiana 
Iasmin Dias 
 
FarmaFacs 
Farmácia de Manipulação 
https://www.manipulae.com.br/artigos/laboratorio-de-manipulacao:-entenda-como-funciona
https://www.manipulae.com.br/artigos/laboratorio-de-manipulacao:-entenda-como-funciona
http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/tipos_de_riscos.html#:~:text=Consideram%2Dse%20agentes%20de%20risco,%2Dionizantes%2C%20vibra%C3%A7%C3%A3o%2C%20etc
http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/tipos_de_riscos.html#:~:text=Consideram%2Dse%20agentes%20de%20risco,%2Dionizantes%2C%20vibra%C3%A7%C3%A3o%2C%20etc
http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/tipos_de_riscos.html#:~:text=Consideram%2Dse%20agentes%20de%20risco,%2Dionizantes%2C%20vibra%C3%A7%C3%A3o%2C%20etc
http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/tipos_de_riscos.html#:~:text=Consideram%2Dse%20agentes%20de%20risco,%2Dionizantes%2C%20vibra%C3%A7%C3%A3o%2C%20etc
http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/tipos_de_riscos.html#:~:text=Consideram%2Dse%20agentes%20de%20risco,%2Dionizantes%2C%20vibra%C3%A7%C3%A3o%2C%20etc
http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/niveis_de_bioseguranca.html
http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/niveis_de_bioseguranca.html
https://www.ipen.br/biblioteca/slr/cel/0133
Nosso laboratório é especializado em 
manipulação de medicamentos estéreis e não 
estéreis, sendo totalmente equipado com 
tecnologias de ponta, possuindo todas as 
certificações necessárias, desde o recebimento 
das matérias-primas até o produto desenvolvido 
especialmente para você, respeitando sempre a 
legislação vigente. Todos os produtos são 
manipulados, testados e aprovados por 
profissionais técnicos altamente qualificados. 
Riscos particulares que as atividades 
trazem: 
Riscos físicos: ruído, calor, frio, pressão, 
umidade, radiações ionizantes e não-ionizantes, 
vibração; 
Riscos químicos: poeiras, fumos gases, neblinas, 
névoas ou vapores; 
Riscos biológicos: bactérias, vírus, fungos, 
parasitos, entre outros; 
Riscos ergonômicos: levantamento de peso, 
ritmo excessivo de trabalho, monotonia, 
repetitividade, postura inadequada de trabalho; 
Riscos de acidentes: máquinas e equipamentos 
sem proteção, probabilidade de incêndio e 
explosão, arranjo físico inadequado, 
armazenamento inadequado, etc. 
EPI’s usados em nosso laboratório: 
Luvas; máscaras; óculos de segurança; 
Jaleco; avental; sapato fechado; pro pé. 
 
Mapa de riscos 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Procedimentos de Segurança 
1 - Conheça as propriedades tóxicas das substâncias 
químicas antes de empregá-las pela primeira vez no 
laboratório. 
2 - Não é permitido deixar frascos contendo solventes 
inflamáveis (acetona, álcool, éter, por exemplo) 
próximos de chamas. 
3 - Não é permitido deixar frascos contendo solventes 
inflamáveis expostos ao sol. 
4 - Não é permitido colocar nenhum material sólido 
dentro da pia ou nos ralos. 
5 - Não é permitido colocar resíduos de solventes na 
pia ou ralo; siga as instruções do laboratório para 
descartar substâncias químicas, agentes biológicos, 
radioativos, resíduos e lixo; informe-se dos 
procedimentos junto às Comissões pertinentes. 
 6 - Não é permitido testar um produto químico pelo 
sabor. 
7 - Não é aconselhável testar um produto químico pelo 
odor, porém caso seja necessário, não coloque o frasco 
sob o nariz. Desloque suavemente com a mão, para a 
sua direção, os vapores que se desprendem do frasco. 
8 - No caso de derramamento de algum ácido ou 
produto químico, limpe o local imediatamente. 
9 - Abra os frascos o mais longe possível do rosto e 
evite aspirar ar naquele exato momento. 
10 - Dedique especial atenção a qualquer operação que 
necessite aquecimento prolongado ou que liberte 
grande quantidade de energia. 
11 - Ao sair do laboratório, verificar se não há torneiras 
(água ou gás) abertas. 
12 - Desligue todos os aparelhos, deixe todo o 
equipamento limpo e lave as mãos. 
13 - Não é permitido armazenar substâncias 
incompatíveis no mesmo local. 
14 - A capela deve ser utilizada sempre que efetuar 
uma reação ou manipular reagentes que liberem 
vapores. 
15 - O lixo comum, os vidros quebrados e outros 
materiais perfuro-cortantes deve ser acondicionados 
em recipientes separados. 
16 - Frascos vazios de solventes e reagentes devem ser 
limpos e enviados para descarte. 
Estrutura do laboratório para 
promoção da biossegurança 
Nosso laboratório é equipado com: Autoclaves; 
cabines de segurança química e biológica; 
extintores de incêndio; lava olhos; capela de 
fluxo laminar; chuveiro de emergência. 
Juntamente com um edifício altamente planejado 
para contenção de possíveis acidentes.