A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
Revisão para Procuradorias- 80dicas

Pré-visualização | Página 1 de 3

Instagram: @focoprocuradoria_ 
 
@ F O C O P R O C U R A D O R I A _ 
 
REVISÃO 
PGM 
ITAPEVI 
 
Instagram: @focoprocuradoria_ 
 
 
Orientações de utilização 
 
Pessoal, esse é o material de Revisão pra PGM Itapevi, 
considerando as principais questões da banca Vunesp feitas 
para o cargo de Procurador. 
O material é feito de concurseiro para concurseiro e foi 
preparado com objetivo de serem dicas rápidas acerca dos 
temas mais recorrentes em provas Vunesp. 
Oriento a leitura do material pelo menos 2 vezes antes da 
realização da prova. 
Lembrando que também oferecemos material com revisão 
mais densa e cronogramas personalizados de estudo. 
Qualquer interesse ou dúvida basta entrar em contato 
através do direct no nosso Instagram: @focoprocuradoria_ 
 
Boa sorte a todos! 
 
 
Assinale o dia de sua revisão: 
 
 
 
 
 
 
 
 
Dia: REVISÃO 1 Dia: REVISÃO 2 
 
Instagram: @focoprocuradoria_ 
 
 
 
 
 
 
 
80 DICAS REVISÃO ITAPEVI: 
1- É constitucional a lei estadual que prevê a instalação de dispositivos de 
segurança nas agências bancárias, considerada a competência concorrente 
entre União e Estados federados para legislar em matéria de segurança nas 
relações de consumo 
2- Tanto a União quanto os Estados-membros e o Distrito Federal (DF) podem 
atuar sobre o domínio econômico, por possuírem competência concorrente para 
legislar sobre direito econômico 
3- É vedada a remoção dos grupos indígenas de suas terras, salvo, ad 
referendum do Congresso Nacional, em caso de catástrofe ou epidemia que 
ponha em risco sua população, ou no interesse da soberania do País, após 
deliberação do Congresso Nacional, garantido, em qualquer hipótese, o retorno 
imediato logo que cesse o risco. 
4- Podem qualificar-se como OSCIP as pessoas jurídicas de direito privado sem 
fins lucrativos que tenham sido constituídas e se encontrem em funcionamento 
regular há, no mínimo, 3 (três) anos, desde que os respectivos objetivos sociais 
e normas estatutárias atendam aos requisitos instituídos na Lei. 
5- As agências reguladoras possuem natureza jurídica de autarquia especial, 
pois desfrutam de regime especial e mandato fixo para seus dirigentes. suas 
decisões não se submetem à revisão de outro órgão integrante do Poder 
Executivo, mas apenas ao controle de legitimidade exercido pelo Poder 
Judiciário. A função regulatória das agências reguladoras é a competência para 
expedirem normas com o intuito de regularem a prestação, a fiscalização e a 
fruição dos serviços públicos. 
6- As agências executivas são as autarquias ou fundações públicas, assim 
qualificadas por ato do chefe do executivo, o que permite a celebração, com o 
ministério supervisor, de um contrato de gestão, passando a gozar de maiores 
privilégios. Visa assegurar maior eficiência no desempenho de suas atividades e 
redução dos custos. Os dirigentes NÃO dispõem de estabilidade. Poderão 
dispensar a licitação na contratação de bens, serviços e obras pelo dobro do 
limite estipulado na lei de licitações. 
Instagram: @focoprocuradoria_ 
 
7- As decisões do Tribunal de Contas de que resulte imputação de débito ou 
multa terão eficácia de título executivo 
8- O Município não figura no rol dos legitimados para propor ação autônoma 
visando a revisão de Súmula vinculante, mas poderá fazê-lo incidentalmente nos 
processos em curso e nos quais seja parte. 
9- Em relação às medidas provisórias estaduais, o Supremo Tribunal Federal já 
decidiu que os Estados podem adotá-las, com previsão em suas constituições, 
sendo vedada a sua edição para regulamentar os serviços locais de gás 
canalizado. 
10- No ano em que se realizar eleição, fica proibida a distribuição gratuita de 
bens, valores ou benefícios por parte da Administração Pública, exceto nos 
casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais 
autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior, casos 
em que o Ministério Público poderá promover o acompanhamento de sua 
execução financeira e administrativa. 
11- A compatibilidade de uma norma com a Constituição pode estar sendo 
debatida simultaneamente em ADPF e em RE. 
12- Pode-se dizer que o STF passou a adotar a teoria da abstrativização do 
controle difuso? SIM. Apesar de essa nomenclatura não ter sido utilizada 
expressamente pelo STF no julgamento, o certo é que a Corte mudou seu antigo 
entendimento e passou a adotar a abstrativização do controle difuso. 
13- O STF pode, em ADI, avaliar a validade de norma diversa da indicada na 
petição inicial. 
14- O STF não adota a vinculação dos motivos determinantes da decisão, 
15- A lei que alterar o processo eleitoral entrará em vigor na data de sua 
publicação, não se aplicando à eleição que ocorra até um ano da data de sua 
vigência. 
16- Cabe mandado de segurança contra ato praticado em licitação promovida 
por sociedade de economia mista ou empresa pública. 
17- Os atos do presidente do tribunal que disponham sobre processamento e 
pagamento de precatório não têm caráter jurisdicional. 
18- Súmula 19 STJ: A fixação do horário bancário, para atendimento ao público, 
é da competência da União. 
19- Direito Eleitoral é um ramo do Direito Público que normatiza o exercício do 
poder de sufrágio, viabilizando a democracia. 
20- A execução fiscal será proposta no foro de domicílio do réu, no de sua 
residência ou no do lugar onde for encontrado. 
Instagram: @focoprocuradoria_ 
 
21- No mandado de segurança coletivo, a sentença fará coisa julgada 
limitadamente aos membros do grupo ou categoria substituídos pelo impetrante. 
22- Os responsáveis pelo controle interno, ao tomarem conhecimento de 
qualquer irregularidade ou ilegalidade, dela darão ciência ao Tribunal de Contas 
da União, sob pena de responsabilidade solidária. 
23- A defesa dos interesses e direitos dos consumidores e das vítimas poderá 
ser exercida em juízo individualmente, ou a título coletivo. 
24- Não cabe a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental para 
desafiar veto de Prefeito contra projeto de lei municipal que entendeu ser 
inconstitucional. 
25- São fungíveis os móveis que podem substituir-se por outros da mesma 
espécie, qualidade e quantidade. 
26- o Supremo Tribunal Federal, por decisão da maioria absoluta de seus 
membros, poderá deferir pedido de medida cautelar na ação declaratória de 
constitucionalidade, consistente na determinação de que os juízes e os Tribunais 
suspendam o julgamento dos processos que envolvam a aplicação da lei ou do 
ato normativo objeto da ação até seu julgamento definitivo, devendo, nesse caso, 
publicar em seção especial do Diário Oficial da União, no prazo de dez dias, a 
parte dispositiva da decisão e proceder ao julgamento da ação no prazo de cento 
e oitenta dias, sob pena de perda de sua eficácia. 
27- Os meios de comunicação social eletrônica, independentemente da 
tecnologia utilizada para a prestação do serviço, deverão observar os princípios 
constitucionais que regem a produção e a programação das emissoras de rádio 
e televisão, como dar preferência a finalidades educativas, artísticas, culturais e 
informativas. 
28- O sistema eleitoral brasileiro adota o sistema majoritário para eleição do 
Prefeito e do Vice-Prefeito. No caso dos Municípios com mais de 200 mil 
eleitores, se nenhum candidato alcançar maioria absoluta na primeira votação, 
far-se-á nova eleição em até vinte dias após a proclamação do resultado, 
concorrendo os dois candidatos mais votados e considerando-se eleito aquele 
que obtiver a maioria dos votos válidos. 
29- A lei só poderá restringir a publicidade dos atos processuais quando a defesa 
da intimidade ou o interesse social o exigirem. 
30- Se um direito é qualificado pelo legislador como de absoluta prioridade, deixa 
de integrar o universo de incidência da reserva do possível, já que a sua 
possibilidade é, preambular e obrigatoriamente, fixada pela Constituição