Buscar

Simulado de Radiologia/Diagnóstico por Imagem

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
SIMULADO DE RADIOLOGIA 
1) FST, 25 anos, relata dor em bolsa escrotal à esquerda, de início há 12 horas, associada a edema e eritema local. 
Após realização de ultrassonografia da bolsa escrotal, o médico assistente faz o diagnóstico de orquite. Quais destes 
achados abaixo são compatíveis com tal diagnóstico? 
A) Testículo esquerdo heterogêneo, apresentando áreas anecoicas em seu interior, com vascularização discretamente 
reduzida ao modo Doppler 
B) Testículo esquerdo homogêneo, de tamanho preservado, com vascularização marcadamente reduzida ao modo 
Doppler 
C) Testículo esquerdo aumentado, apresentando redução da ecogenicidade em relação ao contralateral, apresentando 
aumento da vascularização ao modo Doppler 
D) Testículo esquerdo de tamanho preservado, apresentando redução da ecogenicidade em relação ao contralateral, 
apresentando vascularização inalterada ao modo Doppler 
 
2) A partir da avaliação da imagem exposta abaixo, qual o diagnóstico, o eixo e a janela utilizada para a avaliação deste exame? 
 
A) Fratura do corpo vertebral, plano coronal, janela de partes moles. 
B) Lesão lítica metastática do corpo vertebral, plano coronal, janela de partes moles. 
C) Fratura do corpo vertebral, plano sagital, janela de óssea. 
D) Lesão blástica do corpo vertebral, plano sagital, janela de partes moles. 
 
3) Devemos conhecer alguns sinais precoces de AVC isquêmico, pois em momentos mais iniciais podemos não observar 
alterações no parênquima afetado. Qual sinal precoce está sendo evidenciado nesta imagem? 
A) Dot sign (sinal do ponto) 
B) Sinal do boneco de neve 
C) Apagamento da banda insular 
D) Sinal da artéria cerebral média hiperdensa. 
 
4) IGC, 40 anos, realizou mamografia de rastreamento que evidenciou nódulo ovalado, circunscrito e isodenso, 
medindo 1,0 cm, localizado na mama direita (categoria Bi Rads 0). Na avaliação adicional com ultrassonografia, foi 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
evidenciado que o nódulo era sólido, com características benignas (categoria Bi rads 3). Diante desta avaliação, qual a 
conduta preconizada? 
A) Sugerir avaliação adicional por Ressonância Magnética 
B) Sugerir exame de controle em curto prazo (6 meses) 
C) Sugerir prosseguir investigação por histopatológico 
D) Manter rastreamento anual de rotina 
 
5) Lucia, 58 anos, diabética e hipertensa de longa data, chega à emergência com dispneia de início há 2 dias, que piora 
ao deitar a noite (dispneia paroxística noturna). Qual a principal hipótese diagnóstica e quais os principais achados na 
radiografia de tórax? 
a) Metástases pulmonares. Nódulos pulmonares esparsos por ambos os hemitórax. 
b) Pneumonia lobar. Consolidação do lobo médio e presença de sinal da silhueta cardíaca. 
c) Insuficiência cardíaca congestiva. Aumento do índice cardiotorácico, enfisema pulmonar centrolobular e parasseptal 
e derrame pleural. 
d) Insuficiência cardíaca congestiva. Aumento do índice cardiotorácico, presença de espessamento dos septos 
interlobulares e derrame pleural. 
 
6) Quais os principais achados de imagem em uma tomografia de crânio em um paciente com acidente vascular 
cerebral (AVC) isquêmico agudo? 
A) Hiperdensidade do parênquima cerebral, efeito de massa e hidrocefalia. 
B) Hipodensidade do parênquima cerebral, com focos densos de permeio. 
C) Hiperdensidade do parênquima cerebral, associado a compressão do sistema ventricular e apagamentos dos sulcos 
e fissuras. 
D) Hipodensidade do parênquima cerebral, perda da diferenciação córtico-subcortical e apagamento de sulcos e 
fissuras encefálicas. 
 
7) Paciente 43 anos, queixa-se de dor abdominal nos quadrantes à direita, de início há 3 dias, associada a febre, 
inapetência e leucocitose. A avaliação tomográfica demonstrou a imagem a seguir. Qual a principal hipótese 
diagnóstica? 
A) Apendicite aguda 
B) Pancreatite aguda 
C) Colecistite aguda 
D) Diverticulite aguda 
 
8) Paciente 67 anos, feminina, com quadro de perda de força em membro superior e inferior à direita e desvio de 
comissura labial há 1 hora, chega à emergência do HUV para avaliação. Após atendimento clínico, qual sua próxima 
conduta? 
A) Solicitar Tomografia de crânio sem contraste. 
B) Solicitar Tomografia de crânio com contraste. 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
C) Solicitar Angiotomografia de crânio. 
D) O diagnóstico é clínico e não necessita de avaliação por imagem 
 
9) Paciente MST, 58 anos, vítima de acidente automobilístico, dá entrada no pronto socorro com rebaixamento do 
nível de consciência e instabilidade hemodinâmica, apresentando sinal do guaxinim ao exame físico. Diante de tal 
quadro, é correto afirmar que: 
A) Caso a radiografia de crânio não apresente fraturas ósseas, a possível causa do quadro clínico não é de origem 
neurológica 
B) Considerando o cenário de urgência, a ressonância magnética de crânio é o exame de imagem mais adequado para 
a avaliação inicial 
C) A presença do sinal do guaxinim é indicativo de hematoma epidural, devendo ser realizada tomografia 
computadorizada para melhor avaliação 
D) Embora não haja fratura evidenciada à radiografia, a realização de tomografia computadorizada é essencial para 
descartar hemorragias extra-axiais e intraparenquimatosas 
 
10) Paciente masculino, 50 anos, chega à emergência com queixa de dor abdominal no hipocôndrio direito e náusea 
há 3 dias. Sua acompanhante relata que o paciente “está ficando amarelo” (SIC). Ele traz um exame realizado em outro 
serviço, e pede que você o avalie. Qual sua principal hipótese diagnóstica? 
A) Colilitíase. 
B) Colecistite. 
C) Coledocolitíase. 
D) Tumor de cabeça de pâncreas. 
 
11) HNN, 78 anos, hipertenso, diabético, portador de fibrilação atrial crônica, com dor abdominal difusa há 48 horas, 
assim como, alteração do hábito intestinal. Ao exame físico, não há sinais de irritação peritoneal. Realizada rotina de 
abdome agudo, que não evidenciou sinais de pneumoperitônio ou obstrução intestinal. Diante deste caso clínico, é 
possível afirmar que: 
A) A visualização de pneumatose intestinal à tomografia pode sugerir a hipótese diagnóstica de isquemia intestinal 
B) A radiografia não é adequada para avaliação de possível abdome agudo perfurativo 
C) Considerando a faixa etária, anamnese e exame físico, é possível excluir a possibilidade diagnóstica de abdome 
agudo vascular 
D) Em caso de suspeita de abdome agudo inflamatório por colecistite aguda, o exame de imagem mais adequado para 
avaliação em idosos é a tomografia computadorizada 
 
12) Durante a avaliação de uma tomografia de crânio de um paciente vítima de traumatismo cranioencefálico, a 
seguinte imagem é encontrada. Qual o diagnóstico considerando a imagem? 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
 
A) Hematoma subgaleal e subdural à direita 
B) Hemtatoma subgaleal e epidural à direita 
C) Hematoma subgaleal e subdural à esquerda 
D) Hematoma subgaleal e epidural à esquerda 
 
13) Quais estruturas anatômicas estão sendo destacadas na imagem? 
 
A) Amarelo: seios frontais / Azul: cavidade orbitária / Laranja: seios maxilares / Rosa: septo nasal 
B) Amarelo: cavidade orbitária / Azul: seios frontais / Laranja: seios maxilares / Rosa: septo nasal 
C) Amarelo: seios maxilares / Azul: seios frontais / Laranja: cavidade orbitária / Rosa: septo nasal 
D) Amarelo: seios frontais / Azul: cavidade orbitária / Laranja: seios maxilares / Rosa: septo nasal 
 
14) A densitometria óssea é um método de imagem utilizado para avaliação da densidade mineral óssea para 
diagnóstico de osteoporose e osteopenia. Para diagnóstico iremos avaliar três regiões de interesse, sendo elas: 
A) Vértebras lombares, antebraço e braço 
B) Fêmur, antebraço e vértebras torácicas 
C) Vértebras torácicas, antebraço e fêmur 
D) Vértebras lombares, fêmur e antebraço 
 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem15) Paciente MSG, 25 anos, relata nódulo palpável na mama direita há 6 meses. Quando questionada, refere que sua 
mãe apresentou câncer de mama aos 45 anos. Diante da queixa da paciente, qual sua orientação? 
A) Esta paciente tem indicação para iniciar o rastreio por mamografia a partir dos 35 anos 
B) Esta paciente tem indicação para iniciar o rastreio por mamografia a partir dos 40 anos 
C) Orientação para realizar ultrassonografia diagnóstica 
D) Orientação para realizar mamografia diagnóstica 
 
16) Considerando a apendicite aguda como uma das principais causas de dor abdominal no cenário de urgência, pode-
se afirmar que: 
A) Não existem achados de imagem para auxílio diagnóstico desta condição em uma radiografia de abdome 
B) Embora a tomografia computadorizada seja o principal exame de imagem nesta condição, em casos de crianças, 
devemos realizar uma avaliação inicial com ultrassonografia 
C) Em uma tomografia computadorizada, a identificação de pneumoperitônio pode excluir a possibilidade de 
apendicite aguda 
D) No estudo da tomografia computadorizada, a avaliação das dimensões do apêndice não interfere na definição 
diagnóstica. 
 
17) Qual a alteração está sendo demonstrada abaixo e quais os parâmetros para o diagnóstico na tomografia? 
 
A) Esteatose hepática. Densidade hepática menor que 40 UH ou densidade hepática maior que 10 UH em relação da 
densidade esplênica. 
B) Hemocromatose. Densidade hepática superior a 75 UH. 
C) Esteatose hepática. Densidade hepática menor que 10 UH ou densidade hepática maior que 10 UH em relação da 
densidade dos rins. 
D) Esteatose hepática. Densidade hepática menor que 40 UH ou densidade hepática menor que 10 UH em relação da 
densidade esplênica. 
 
18) Correlacione as hipóteses diagnósticas listadas abaixo com o exame de imagem adequado para tal condição: 
1 - Diverticulite aguda 
2 - Colecistite aguda 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
3- Ruptura de aneurisma de aorta abdominal 
4- Torção testicular 
A) Ultrassonografia do abdome; Tomografia computadorizada do abdome sem contraste; Tomografia 
computadorizada do abdome com contraste; Ultrassonografia de bolsa escrotal 
B) Tomografia computadorizada do abdome com contraste; Ultrassonografia de abdome; Tomografia 
computadorizada de abdome sem contraste; Tomografia computadorizada da pelve com contraste 
C) Tomografia computadorizada do abdome sem contraste; Tomografia computadorizada do abdome com contraste; 
Tomografia computadorizada do abdome com contraste; Ultrassonografia de bolsa escrotal 
D) Tomografia computadorizada do abdome com contraste; Ultrassonografia do abdome; Tomografia 
computadorizada do abdome com contraste; Ultrassonografia de bolsa escrotal 
 
19) Paciente feminina, 32 anos, relata sensação de incômodo para urinar há 4 dias e que desde ontem iniciou quadro 
de dor lombar e febre de 38,4 ºC. Após avaliação laboratorial, o médico da emergência resolveu solicitar uma avaliação 
por imagem. Qual o melhor exame a ser solicitado e os possíveis achado de imagem? 
A) Ultrassonografia de rins e vias urinárias. Dilatação das pelves renais. 
B) Ultrassonografia de rins e vias urinárias. Rins aumentados de tamanho e hiperecogênicos. 
C) Tomografia de abdome total com contraste. Nefrograma estriado e densificação da gordura perirrenal. 
D) Tomografia de abdome total sem contraste. Imagens densas na topografia dos cálices renais. 
 
20) GRA, 45 anos, apresentando massa palpável em região pélvica, que determina abaulamento em fossa ilíaca 
esquerda, associada a sangramento vaginal de grande monta, com piora nos últimos 6 meses. Qual das afirmativas 
abaixo está correta em relação à principal hipótese diagnóstica e método de imagem adequado para sua avaliação? 
A) Pólipo uterino – Tomografia computadorizada da pelve com contraste. 
B) Leiomioma uterino – Ultrassonografia transvaginal 
C) Gestação ectópica - Tomografia computadorizada da pelve com contraste 
D) Endometriose – Ressonância Magnética 
 
21) Manuela de 2 anos realizou radiografia de tórax em PA, que demonstrou uma opacidade de aspecto triangular 
junto ao mediastino à direita. A mãe está muito preocupada com a alteração. Qual a provável causa dessa opacidade 
e qual orientação deve ser feita a mãe de Manuela? 
 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
a) Nota-se a presença derrame pleural, sendo necessária realização de incidência complementares e drenagem do 
tórax. 
b) A opacidade estar relacionada a presença do timo, sendo de aspecto habitual para a idade. 
c) Presença de nódulo no ápice pulmonar direito, o que deve estar associado a infecção fúngica, devendo-se prosseguir 
investigação com exames laboratoriais. 
d) Provavelmente trata-se de uma neoplasia e a paciente deve ser investigada por tomografia. 
 
22) A Fibrose Sistêmica Nefrogênica é uma doença fibrótica sistêmica grave, rara,geralmente progressiva e que pode 
ser letal. Qual o principal fator de risco para sua ocorrência? 
a) Insuficiência Respiratória Aguda 
b) Insuficiência Cardíaca Congestiva 
c) Insuficiência Hepática Aguda 
d) Insuficiência Renal Crônica 
 
23) Quais as estruturas anatômicas demarcadas na imagem? 
 
a) AMARELO: hilos pulmonares / ROSA: botão aórtico (arco aórtico) / AZUL: arco médio / VERDE: átrio direito e 
ventrículo esquerdo / LARANJA: veia cava superior e veia subclávia esquerda 
b) AMARELO: veia cava superior e veia subclávia esquerda / ROSA: botão aórtico (arco aórtico) / AZUL: arco médio / 
VERDE: átrio direito e ventrículo esquerdo / LARANJA: hilos pulmonares 
c) AMARELO: átrio direito e ventrículo esquerdo / ROSA: botão aórtico (arco aórtico) / AZUL: arco médio / VERDE: hilos 
pulmonares / LARANJA: veia cava superior e veia subclávia esquerda 
d) AMARELO: veia cava superior e veia subclávia esquerda / ROSA: arco médio / AZUL: botão aórtico (arco aórtico) / 
VERDE: átrio direito e ventrículo esquerdo / LARANJA: hilos pulmonares 
 
24) Paciente feminina, 45 anos, obesa, chega ao HUV com dor no hipocôndrio direito em cólica, de início há cerca de 
3 horas, que se iniciou após almoço na churrascaria. Refere já ter tido essa dor outras vezes. O médico da emergência, 
pensando em possível cólica biliar, deve solicitar qual exame de imagem e quais serão os achados radiológicos caso 
ele esteja correto? 
a) Tomografia de abdome superior. Imagens hipodensas no interior da vesícula biliar 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
b) Tomografia de abdome superior. Imagens hiperdensas nos cálices renais.c) Ultrassonografia do abdome superior. 
Vesícula biliar exibindo formações 
d) Ultrassonografia do abdome superior. Vesícula biliar exibindo formações hiperecogênicas em seu interior com 
formação de sombra acústica posterior. 
 
25) Na discussão clínica do ambulatório de clínica médica, o professor apresenta uma radiografia de tórax de um 
paciente com diagnóstico de Tetralogia de Fallot. Dentre os achados abaixo, qual estaria compatível com tal 
acometimento? 
a) Compressão do esôfago na incidência Perfil 
b) Ápice cardíaco verticalizado na incidência PA c) Sinal da bailarina na incidência PA 
d) Botão aórtico à direita na incidência PA 
 
26) Em relação à tomografia de tórax, faça a correlação entre as patologias e as técnicas necessárias, respectivamente, 
para adequada avaliação diagnóstica:Alterações sugestivas de fibrose pulmonarLesão expansiva no 
mediastinoTromboembolismo pulmonarFratura de corpos vertebrais torácicos 
a) TC de tórax sem contraste, janela pulmonar; angiotomografia de tórax, janela mediastinal; TC de tórax, janela óssea; 
TC de tórax com contraste, janela mediastinal 
b) TC de tórax sem contraste, janela pulmonar; TC de tórax com contraste, janela mediastinal; Angiotomografia de 
tórax, janela mediastinal; TC de tórax, janela mediastinal; 
c) TC de tórax sem contraste, janela pulmonar; TC de tórax com contraste, janela mediastinal; Angiotomografia de 
tórax, janelamediastinal; TC de tórax, janela óssea; 
d) TC de tórax sem contraste, janela mediastinal; angiotomografia de tórax, janela pulmonar; TC de tórax, janela 
mediastinal; TC de tórax com contraste, pulmonar. 
 
27) Durante o atendimento em uma Unidade Básica de Saúde, paciente CDA, 25 anos, queixa-se deastenia, perda de 
peso e sudorese noturna. Na radiografia de tórax você identifica uma massa na topografia do mediastino anterior, 
confirmada pela tomografia de tórax com contraste venoso. Dentre as informações descritas acima, qual a principal 
hipótese diagnóstica? 
a) Cisto pericárdico 
b) Cisto broncogênico 
c) Linfoma 
d) Aneurisma de aorta descendente 
 
28) Em relação aos meios de contraste iodados, é correto afirmar que: 
a) O contraste iodado deve ser feito em todos os pacientes, independente da indicação, para um exame mais 
completo. 
b) O uso de contraste iodado em pacientes grávidas pode ser utilizado, já que não traz nenhum prejuízo ao feto. 
c) Os meios de contraste iodados são eliminados majoritariamente pelas fezes. 
d) Pacientes com insuficiência renal avançada não devem utilizar contraste iodado endovenoso, mas, caso necessário, 
deve-se conciliar com o dia da sessão de hemodiálise. 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
 
29) Paciente 70 anos, sexo masculino, apresentando dor abdominal em fossa ilíaca esquerda há 3 dias, com 
descompressão dolorosa, febre e alteração do trânsito intestinal. Diante da suspeita clínica de diverticulite perfurada, 
um colega questiona sobre a realização de clister opaco, para identificar o possível extravasamento de bário, 
administrado via retal. Sobre tal procedimento, é correto afirmar que: 
a) Não é indicado em casos de suspeita de perfuração do trato gastrointestinal devido ao risco de peritonite. 
b) Não é indicado devido à possível disfunção renal que tal meio de contraste poderia causar. 
c) Não é mais utilizado pois este meio de contraste determina reações anafilactóides graves, devendo ser substituído 
pelo iodo. 
d) Não é indicado pois este meio de contraste só pode ser administrado via venosa. 
 
30) Paciente 33 anos de idade, chega ao HUV com febre (38,5o), tosse e expectoração de secreção amarelada. Qual o 
primeiro exame de imagem a ser pedido neste caso? 
a) Radiografia de tórax (PA e Perfil) 
b) Radiografia de tórax (PA e Obliqua) 
c) Tomografia de tóraxd) Radiografia de tórax (AP e Perfil) 
 
31) Uma paciente vítima de trauma automobilístico dá entrada no pronto socorro apresentando aumento da 
frequência respiratória, esforço respiratório, queda na saturação de oxigênio, dentre outros achados. Na radiografia 
a beira de leito, você identifica uma hipotransparência ocupando todo o hemitórax esquerdo, com desvio mediastinal 
para a direita, assim como fratura de alguns arcos costais, bilateralmente. Diante das condições clínicas e radiológicas, 
você considera como diagnóstico: 
a) Hemotórax à esquerda 
b) Pneumotórax à esquerda 
c) Hemotórax à direitad) Pneumotórax à direita 
 
32) Paciente de 40 anos, masculino, chega ao HUV queixando-se de perda de olfato e paladar, mialgia, cefaleia e 
cansaço leve. No contexto atual, o médio da emergência suspeita de infecção viral por COVID 19. Qual o padrão 
clássico de acometimento desta doença? 
a) Consolidação lobar isolada com formação de broncogramas aéreos e derrame pleural ipsilateral. 
b) Opacidades pulmonares em vidro fosco, multifocais e bilaterais, com distribuição predominantemente periférica e 
posterior.c) Derrame pleural volumoso associado a linfonodomegalias mediastinais.d) Opacidades em vidro fosco 
comprometendo, multifocal e unilateral, associado a linfonodomegalias hilares. 
 
33) Após a realização de uma ultrassonografia de abdômen total, sua mãe chega em casa e diz que o radiologista a 
informou sobre a presença de um cisto simples na cortical do rim direito. Ao olhar o laudo do exame, como você 
espera que descrição dessa alteração tenha sido feita? 
a) Imagem arredondada, hiperecogênica, formando sombra acústica posterior na cortical do rim direito. 
b) Imagem arredondada, anecoica, formando sombra acústica posterior na cortical do rim direito. 
c) Imagem arredondada, anecoica, formando reforço acústico posterior na cortical do rim direito. 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
d) Imagem linear, isoecogênica, com formação de sombra acústica na cortical do rim direito. 
 
34) A mamografia é utilizada no rastreamento do câncer de mama, afim de diagnosticar lesões precoces em mulheres 
assintomáticas, e assim como radiografia, também utiliza radiação para obtenção de imagens. Para o estudo das 
mamas, sempre devemos realizar pelo menos duas incidências, chamadas de incidências básicas, sendo elas: 
a) Crânio caudal e médio lateral obliqua 
b) PA e Perfil 
c) Médio lateral oblíqua e PA 
d) Crânio caudal e Perfil 
 
35) A ultrassonografia é um método que utiliza ecos sonoros para a formação da imagem. Com relação a física do USG 
deve-se saber: 
a) A sonda linear tem alta frequência e baixa penetração, sendo utilizada para estruturas superficiais. 
b) As sondas convexas tem alta frequência e baixa penetração, sendo melhor para avaliar estruturas superficiais. 
c) A sonda convexa tem baixa frequência e baixa penetração, o que facilita a avaliação de estruturas superficiais. 
d) A sonda linear tem alta frequência e alta penetração, o que forma uma imagem com mais definição. 
 
36) Paciente feminina, 32 anos, diagnosticada com estenose da válvula mitral, acompanhado por você no ambulatório 
de clínica médica, refere início de disfagia. Ao avaliar uma radiografia do paciente em seu prontuário, você identifica 
que houve alargamento do ângulo subcarinal, e opacificação do espaço retrocardíaco, por provável crescimento de 
uma determinada câmara cardíaca. Qual câmara cardíaca você suspeita estar aumentada a partir dos achados de 
imagem? 
a) Aumento do ventrículo direito 
b) Aumento do átrio direito 
c) Aumento do átrio esquerdod) Aumento do ventrículo esquerdo 
 
37) Qual a melhor incidência para avaliar derrames pleurais, principalmente os de pequeno volume, que podem ser 
de difícil avaliação nas incidências básicas do tórax? 
a) Incidência oblíquas.b) Incidência ápico lordótica. 
c) AP no leito. 
d) AP em decúbito lateral (Laurell) 
 
38) Você está em um plantão no HUV e solicitam sua ajuda para interpretação de uma radiografia de tórax. Você inicia 
sua interpretação analisando a qualidade técnica da radiografia para não cometer erros na avaliação do parênquima 
pulmonar. Em relação à uma radiografia com adequada qualidade técnica, é necessário que:a) Seja possível avaliar 6 
a 7 arcos costais posteriores acima do diafragmab) O exame seja realizado com o paciente em pé, na incidência PA 
(posteroanterior), com os braços estendidos ao longo do corpo, garantindo uma inspiração adequadac) O exame seja 
realizado na incidência em AP (anteroposterior) e seja possível avaliar o abdome superiord) Extremidades mediais das 
clavículas devem estar equidistantes em relação ao processo espinhoso vertebral. 
 
GABRIELLA PACHECO - MED102 Diagnóstico por Imagem 
 
 
 
39) João, 5 anos de idade, chegou com a mãe na emergência queixando-se de “falta de ar” e tosse seca com início há 
24 h. No exame físico apresentou sibilos (chiado no peito), principalmente à direita, sem outras anormalidades. Foi 
solicitada radiografia de tórax, a qual demonstrou a seguinte alteração.Qual sua principal hipótese diagnóstica? 
 
 
a) Pneumonia bacteriana à esquerda 
b) Derrame pleural à esquerdac) Atelectasia do pulmão direito 
d) Aspiração de corpo estranho 
 
 
 
Gabriella Pacheco
GABARITO:
Gabriella Pacheco
1C
2C
3D
4B
5D
6D
7C
8A
9D
10C
11A
12A
13B
Gabriella Pacheco
14D
15C
16B
17D
18D
19C
20B
21B
22D
23B
24D
25D
26C
Gabriella Pacheco
27C
28D
29A
30A
31A
32B
33C
34A
35A
36C
37D
38D
39D

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes