A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
92 pág.
DISJUNTOR SF6

Pré-visualização | Página 5 de 10

guardar estas partes num lugar 
limpo. 
 
- Controlar, com breve pressão do dedo 
sobre a válvula retentora R, se a pressão 
de transporte ainda está mantida no 
disjuntor. 
 
- Verificar se ambas as vedações 80.13 e 
80.15 da conexão W56 estão bem 
alojadas e em boas condições. 
 
- Acoplar a conexão de enchimento W56 
apertando-a corretamente. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fig. 2
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/35 
MONTAGEM 
 
Conexão do Manômetro 
 
- Soltar, sem retirar, os parafusos S da 
chapa perfurada 60.04 e deslizar a 
mesma para fora o carter do mecanismo 
40.01. 
 
- Introduzir, sem que haja deformação do 
mesmo, o tubo de gás 80.14 pelo topo 
do armário do mecanismo de operação 
70.00. 
 
- Retirar a tampa de vedação 80.22 do 
suporte 80.02 do densímetro, dentro do 
chassi 60.00. Neste instante, ocorre 
vazamento de gás! Introduzir o tubo 
80.14, com os dois orings 80.16, no do 
suporte 80.02 do densímetro e apertar a 
porca M. 
 
- Antes de apertar a porca especial 80.23 
no manômetro 80.03, purgar a 
tubulação 80.14 deixando escapar o gás 
durante 5 a 10 s. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/36 
MONTAGEM 
 
 
- Colocar a junta de cobre 80.17 no 
interior da porca especial 80.23 e 
aparafusá-la, com a mão, para apertar o 
tubo 80.14 contra o manômetro 80.03, 
até o fim. Para comprimir a junta de 
cobre 80.17, girar a porca especial 80.23, 
de meia a uma volta a mais, com uma 
chave apropriada. 
 
- Recolocar a chapa perfurada 60.04 no 
lugar, em frente ao densímetro 80.00. 
 
- Apertar os parafusos S. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/37 
MONTAGEM 
 
Fechamento do armário do mecanismo 
de operação 
 
- Colocar o telhado D do mecanismo de 
operação 70.00 e tornar a montar as 
quatro presilhas de segurança SB. Para 
isso, apertar o telhado fortemente para 
baixo, nos respectivos pontos de 
fixação. 
 
- Recolocar os painéis laterais B de baixo 
para cima e fixá-los com as arruelas S e 
as porcas M. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/38 
MONTAGEM 
 
Determinação da pressão de enchimento 
 
A pressão de enchimento é igual à pressão 
nominal mais um valor 4p corrigido em 
função da altitude h e da temperatura do 
gás v. 
 
Pressão de enchimento 
= PN + ∆P 
 
∆P é determinado da seguinte maneira: 
 
Fig. 1 
 
A designação G do conceito de pressão é 
gravada sobre o densímetro 80.01 (↙). 
Se constar outra designação, favor 
consultar a ALSTOM T&D LTDA. 
 
Fig.2 
 
Para o conceito de pressão G 
 
- Determinar a temperatura aproximada 
do gás com o termômetro W52, (A 
temperatura do gás corresponde 
aproximadamente à temperatura 
ambiente medida à sombra.) 
 
- Determinar o valor da correção ∆P, por 
meio do diagrama ao lado, levando-se 
em consideração a altitude h. 
 
Exemplo: 
Conceito de pressão: G 
 
Pressão nominal Pn (conforme indicado na 
placa de identificação do disjuntor): 6,3 bar. 
 
Temperatura do gás T (lida no termômetro 
aderente W52): 30° C 
 
Altitude da instalação: 1000m 
Valor de correção ∆P 
(vide diagrama a seguir) 
 
 
 
 
Pressão de abastecimento: 0,3 bar 
 PN + ∆P 
 
de onde 
6,3 + 0,30 = 6,60 bar 
 
- Para cada abastecimento, a pressão 
deverá ser determinada conforme o 
exemplo acima. 
 
 
 
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/39 
 
 
MONTAGEM 
 
Enchimento de Gás 
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/40 
 
Fig. 1 
 
Abastecer o disjuntor de maneira 
progressiva até o valor nominal + 0,2 bar 
(0,02 Mpa). Ver capítulo “Montagem – 
Determinação da pressão de enchimento”. 
Os 0,2 bar suplementares são destinados a 
compensar perdas de gás quando dos 
“Controles Finais.” 
 
 
Devido ao risco de avarias a porcelanas, 
que podem ocorrer durante o transporte e 
/ou montagem, as pessoas que presenciam 
o enchimento de gás e as manobras de 
ensaio consecutivas, devem respeitar uma 
distância mínima de segurança de 50m ou 
ficar num lugar obrigado. 
 
- Fechar a válvula redutora de pressão 
W65 e ligar a terneira V da garrafa de 
gás W59. 
 
Fig. 2 
 
- Desapertar as porcas M de fixação da 
conexão de abastecimento W56, sem 
soltá-las completamente. 
 
 
Abrir a válvula de segurança V girando o 
disco S. Girar a placa de fixação Fig. 3 
- Limpar, com um pano limpo, as 
superfícies de vedação da tampa 80.09 e 
da base 80.02 do densímetro. 
- Aplicar uma fina camada de graxa L..-44 
em orings novos 80.13 e 80.25 retirado 
do jogo de vedações S-05, antes de 
colocá-los na tampa 80.09. 
- Colocar a chapa de fixação 80.08 e 
apertar a porca M. 
 
Desta maneira, o densímetro é fechado 
temporariamente até o “controle dos 
pontos de atuação do densímetro” (ver 
capítulo “colocação em serviço – 
Verificações Finais”). 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/41 
 
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/42 
COLOCAÇÃO EM SERVIÇO 
 
O disjuntor encontra-se sob pressão. 
Qualquer serviço no mesmo ou nas suas 
imediações, deve ser conduzido de maneira 
a evitar riscos de avarias nos isoladores de 
porcelana. 
 
Verificações 
 
- O indicador de posição do disjuntor 
70.32, situado no mecanismo de 
operação 70.00, deve indicar: 
“DISJUNTOR ABERTO.” 
 
- O indicador de carga da mola 70.31 
deve indicar: “MOLA DESCARREGADA.” 
 
- O circuito de alimentação das bobinas 
de ligamento e de desligamento assim 
como o circuito do motor de 
carregamento da mola devem estar 
abertos. 
 
- Os pinos 61.04 e 61.05 devem girar sem 
dificuldades com a mão. 
 
Circuitos auxiliares 
 
- Instalar a fiação do densímetro 80.10 
conforme o desenho ao lado e fixá-la 
com as presilhas. 
Apertar bem o prensa-cabos S e 
conectar os fios do densímetro 
conforme o esquema do projeto. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/43 
COLOCAÇÃO EM SERVIÇO 
 
Testes de Funcionamento 
 
Devido ao risco de avarias nas porcelanas 
durante o transporte, as pessoas que 
presenciam os testes, devem manter uma 
distancia mínima de segurança de 50m ou 
ficar num lugar abrigado. 
 
- Conectar todos os circuitos de controle 
e alimentação de operação de acordo 
com o esquema definitivo do 
mecanismo de operação 70.00. 
 
- Tencionar a mola de fechamento 70.02 
através do motor 70.04 ou da manivela 
W39. 
 
- Efetuar cinco operações de fechamento 
/ abertura por comando remoto. Caso 
não haja disponibilidade de alimentação 
em corrente contínua, as bobinas de 
110V a 240 Vcc podem ser energizadas, 
temporariamente, em 220Vca. 
 
Verificações finais 
 
Medição da separação dos contatos 
 
Fig. 1 
 
- Para permitir a futura avaliação do 
estado dos contatos de arco, é 
indispensável medir a separação dos 
contatos quando novos, nos três pólos 
anotando-se os valores obtidos no 
relatório de final de montagem. Para 
isso, a cota X é verificada por meio do 
medidor de profundidade W126. 
 
Definição: 
X: Distância entre a extremidade 
externa do chassi 60.00 e o final 
esquerdo da haste de acionamento 
61.01 (visto do lado do mecanismo 
de operação 70.00) 
XaO: dimensão X, no ponto da separação 
elétrica dos contatos em estado 
novo do pólo “a” do disjuntor. 
XbO: Idem acima para o pólo “b” 
XcO: Idem acima para o pólo “c” 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fig. 1
 
 
 
Emissão nº 04 42.020.087P/44 
COLOCAÇÃO EM SERVIÇO 
 
- Preparar o disjuntor, conforme capítulo 
“MANUTENÇÃO - Medidas de 
Segurança”. 
 
- Desmontar o teto e as laterais do 
mecanismo de comando 70,00, 
conforme capítulo “Montagem - 
Preparação do Mecanismo de 
Operação”. Instalar o dispositivo de 
fechamento lento W37. 
 
Fig. 1 
 
- Conectar o indicador L aos terminais de 
alta tensão do polo “a”. 
 
- Para a medição de XaO, mover 
lentamente o disjuntor, com o auxílio do 
dispositivo de fechamento lento W37, 
da posição fechada para a posição 
aberta. 
 
- Medir a dimensão XaO no ponto de 
separação elétrica dos contatos (sinal 
sonoro cessa ou a lâmpada se apaga) e 
registrar o valor obtido no relatório de 
final de montagem. 
 
- Repetir a

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.