A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
AVA2 - História e ensino da Cultura Afro-brasileira e indígena

Pré-visualização | Página 1 de 2

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA 
 
Sistemas de Informação 
 
 
 
História e ensino da cultura afro-brasileira e indígena 
 
Prof° Cleber Karls 
 
 
 
 
As principais influências e legados dos africanos e 
indígenas na formação da cultura e identidade brasileira 
 
 
 
 
 
 
Aluna: Elen Pires de Araújo 
Matrícula: 
 
 
 
 
 
 
 
 
Rio de Janeiro – RJ 
Março/2021 
 
INTRODUÇÃO 
Desde os primeiros anos escolares aprendemos sobre a contribuições da 
cultura indígena e africana na nossa atual cultura brasileira e aprendemos que ao 
falar dessas contribuições, estamos falando sobre dança, música, religião, culinária 
e vocabulário. Partindo de minha própria percepção quando criança, sempre 
compreendi essas contribuições como vindas de povos que não necessariamente 
eram os mesmos que o meu, brasileiros, mas sim como um povo que estava por 
aqui, mas que pertencia a outro lugar. Hoje já adulta compreendo que não existe 
cultura brasileira sem miscigenação, sem herança histórica e cultural provinda dos 
povos indígenas, que já estavam estabelecidos por aqui antes dos colonizadores 
chegarem, e dos povos africanos, que foram trazidos para este continente a força, 
mas que agora também se torna seu lar. É comum que hoje muitas coisas do 
dia-a-dia sejam vistas somente como parte da cultura brasileira, mas é muito 
importante sempre destacar o que é herança indígena e o que é herança africana, 
de forma a reconhecer o legado e resgatar a identificação ancestral que aqueles que 
contaram a história do brasil inicialmente, tentaram apagar. 
 
INFLUÊNCIA E LEGADO AFRICANO 
Quando os africanos vinham para o brasil como escravos, eles eram 
separados de suas famílias porque os portugueses não queriam que famílias 
morassem juntas nos mesmos lugares, pois separa-los era uma maneira dos 
portugueses dificultarem com que sentissem uma identidade entre si. Juntavam 
africanos de origens diferentes no mesmo lugar para que não se sentissem unidos, 
para que fosse mais complicado haver um sentimento de comunidade entre eles. 
Mas mesmo assim esses africanos acabaram desenvolvendo uma comunidade, 
mesmo aqueles de origens diferentes eles acabavam conseguindo se comunicar em 
português e trouxeram então os seus hábitos, os seus costumes. Podemos falar das 
religiões africanas que foram muito importantes nessa época do brasil colônia, 
porque os africanos sentiam falta de poder praticar a sua religião aqui, já que no 
Brasil só podia praticar a religião católica que era a obrigatória. Então quando os 
africanos chegaram, eles tiveram que aprender um pouco da religião católica para 
tentar praticar a sua própria religião escondida dos portugueses. Pegaram 
elementos da religião católica e uniram com elementos das religiões africanas, o que 
fez com que surgissem religiões afro-brasileiras, que é o candomblé, a umbanda, 
que são religiões muito fortes hoje, que são misturas de uma religião católica com 
religiões africanas, então essa foi uma grande contribuição dos africanos no Brasil. 
Outra contribuição foram os ritmos musicais que geraram o samba por exemplo, que 
é marca registrada do Brasil ao redor do mundo junto com o futebol e o Carnaval. 
Trouxeram a capoeira, que é conhecida como dança, mas também é uma luta, e 
atualmente é referência do Brasil. Instrumentos como berimbau, agogô, afoxé, entre 
outras. Mais uma herança musical africana na atualidade é o funk carioca que 
também surgiu de elementos rítmicos africanos como o maracatu, baião, choro 
(além do samba já citado). O funk foi e ainda é extremamente marginalizado por ter 
surgido em favelas, onde grande parte da população é negra e colocada a margem 
da sociedade, no entanto é um dos maiores símbolos de brasilidade atualmente, 
ganhando cada vez mais espaço e reconhecimento internacional através de artistas 
como Anitta, Pedro Sampaio, entre outros. Na culinária, as negras preparavam a 
feijoada, utilizavam o azeite de dendê, e até um elemento que seguramente toda 
casa brasileira tem, que é a colher-de-pau, foi herança africana. Nossa língua 
também recebeu forte influência africana como por exemplo: Cachaça, quitanda, 
cafuné, dengo, fubá, entre tantas outras. 
 
INFLUÊNCIA E LEGADO INDÍGENA 
Conhecidos por alguns como “os primeiros brasileiros”, os índios já habitavam 
esse continente antes mesmo da chegada dos portugueses. Segundo o IBGE , os 
povos ameríndios foram provenientes da Ásia e chegaram aqui entre 14 e 12 mil 
anos atrás. Pesquisadores acreditam que quando os portugueses chegaram ao 
continente, cerca de 3 milhões de índios divididos em cerca de 1.000 povos 
diferentes já viviam por aqui. Todos esses povos indígenas tinham culturas, línguas, 
hábitos e estilos de vida diferentes, considerando cada região que habitavam. Após 
a chegada do homem branco, ao longo dos séculos a população indígena teve seu 
povo massacrado e sua cultura destruída de diversas formas. Muitos idiomas nativos 
sumiram, e o número de índios que vivem ou mantém contato com suas tribos 
atualmente é muito menor do que era inicialmente. Muitos povos foram extintos, e 
vários que ainda existem, perderam sua língua nativa e partes de sua cultura e 
costumes. 
Assim como com os africanos, a cultura brasileira atualmente é carregada de 
hábitos e costumes indígenas, como por exemplo a utilização da mandioca e 
https://brasil500anos.ibge.gov.br/territorio-brasileiro-e-povoamento/historia-indigena/a-origem-dos-indios.html
derivados (farinha de mandioca e polvilho), sendo receita essencial para diversos 
pratos típicos brasileiros. O costume de se alimentar com peixes, frutos do mar e 
carne de caça também é uma herança indígena. As frutas, como cupuaçu, graviola, 
açaí, caju e buriti, eram muito consumidas por esses povos. Outros alimentos de 
origem indígena são o milho, palmito, batata e inhame. 
As práticas indígenas de cura, derivadas de ervas medicinais, são muito 
populares no Brasil (quem nunca teve uma avó que recomendasse um chá de boldo 
para curar absolutamente qualquer coisa, que atire a primeira pedra). 
Muitas palavras que também fazem parte do nosso

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.