A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
PROVA BIOESTATISTICA E EPIDEMIOLOGIA

Pré-visualização | Página 1 de 2

· Pergunta 1
1 em 1 pontos
	
	
	
	Leia o trecho abaixo.
“Vinte e oito participantes foram diagnosticados com Covid-19. [...] Em relação à história epidemiológica, contato com caso confirmado de Covid-19 em familiar, contato com paciente com caso confirmado e contato com paciente com caso suspeito apresentaram significância estatística como fatores de risco, com riscos relativos de 2,76 (IC 95% = 2,02 – 3,77; p < 0,01), 0,36 (IC 95% = 0,22 – 0,59; p < 0,01) e 0,49 (IC 95% = 0,27 – 0,89; p < 0,05), respectivamente” (MENDES, 2020).
MENDES, C. M. I. Fatores de risco associados à infecção por coronavírus em profissionais de saúde. Portal PEBMED, Rio de Janeiro, 2020. Disponível em: https://bityli.com/E4jJP. Acesso em: 18 dez. 2020.
 
Considerado os dados apresentados e seus conhecimentos sobre risco relativo, assinale a alternativa correta.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
O contato familiar com casos confirmados tem maior risco ao profissional de saúde comparativamente ao contato com paciente confirmado.
	Resposta Correta:
	 
O contato familiar com casos confirmados tem maior risco ao profissional de saúde comparativamente ao contato com paciente confirmado.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: o estudo demonstra que os maiores riscos (maiores que 1) estão associados ao contato sem proteção com familiares, e não no ambiente de trabalho, onde espera-se que todos os equipamentos de segurança estejam sendo utilizados corretamente.
	
	
	
· Pergunta 2
1 em 1 pontos
	
	
	
	Os testes de hipóteses incluem a etapa de tomada de decisão, ou seja, de aceitar ou rejeitar uma hipótese, seja ela nula ou alternativa. É possível que, nessa tomada de decisão, ocorram erros específicos, relacionados ao aceite incorreto ou à rejeição incorreta. Considerando esses conceitos, analise as asserções a seguir e a relação entre elas.
 
I. Situações em que H 0 é verdadeira, mas é rejeitada, ocorre o erro do tipo I.
PORQUE
II. O erro do tipo I está relacionado ao nível de confiança e à probabilidade de rejeição de H 0 quando esta é verdadeira.
Agora, assinale a alternativa correta.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
	Resposta Correta:
	 
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta. os erros do tipo I ocorrem quando, em um estudo, a hipótese nula é verdadeira, mas é generalizada como falsa, sendo rejeitada. O erro do tipo I indica justamente a probabilidade de ocorrer essa falsa generalização, considerando o nível de confiança adotado no estudo.
	
	
	
· Pergunta 3
0 em 1 pontos
	
	
	
	Analise o trecho abaixo:
“Um estudo brasileiro mostrou que as hospitalizações por síndrome respiratória aguda grave entre a confirmação do primeiro caso de COVID-19 até a SE-12 (semana 12) foi maior do que o observado no mesmo período em anos anteriores. A mediana histórica de hospitalizações para essa SE (semana) é de 299; já em 2020, esse número superou 1.000 hospitalizações” (SOUZA et al., 2020, p.1-2).
SOUZA, C. D. F. de et al. Evolução espaçotemporal da letalidade por COVID-19 no Brasil, 2020. J. Bras. Pneumol., São Paulo, v. 46, n. 4, p.1-3, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/jbpneu/v46n4/pt_1806-3713-jbpneu-46-04-e20200208.pdf.    Acesso em: 20 nov. 2020.
 
Considerado o trecho acima, sobre um estudo em relação à quantificação de pessoas internadas com Síndrome Aguda Respiratória (SARS) e os conhecimentos sobre tipo de variáveis, responda:
Que tipo de variável foi medida no estudo?
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Categórica contínua.
	Resposta Correta:
	 
Numérica discreta.
	Comentário da resposta:
	Resposta incorreta: o estudo quantificou os pacientes internados em determinada região devido à SARS, objetivando compreender o impacto da doença no número de internações. Recorde os conceitos sobre os tipos de variáveis e tente novamente.
	
	
	
· Pergunta 4
1 em 1 pontos
	
	
	
	Leia o trecho a seguir.
“Moradores do Distrito Federal e das demais unidades da federação participam, a partir desta semana, da coleta de informações da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). Realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estudo atingirá 108 mil domicílios em mais de 2 mil municípios do Brasil até fevereiro de 2020. Ele tem o objetivo de investigar a prevalência de doenças crônicas não transmissíveis e quantificar a população com incapacidades físicas” (SECRETARIA DE SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL, 2019).
SECRETARIA DE SAÚDE DO DISTRITO FEDERAL. Coleta de dados para a Pesquisa Nacional de Saúde é iniciada. Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Brasília, 2019. Disponível em: http://www.saude.df.gov.br/coleta-de-dados-para-a-pesquisa-nacional-de-saude-e-iniciada/. Acesso em: 22 dez. 2020.  
 
Agora, analise as alternativas abaixo.  
I. A coleta de dados para vigilância é centralizada na esfera federal, e as esferas municipais e estaduais não têm autonomia para coleta, apenas para análise.
II. Os planos de controle e prevenção são elaborados a partir da coleta e análise de dados.
III. Os dados de coleta são mantidos em sigilo pelas unidades de saúde, não sendo divulgados para a população de modo geral.
IV. As etapas de coleta incluem o processamento, a análise, a interpretação de dados e a análise da eficácia da coleta.
V. Os dados podem ser coletados em campanhas (entrevistas) e análises de prontuários.
Assinale a alternativa com as alternativas corretas.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
II, IV e V.
	Resposta Correta:
	 
II, IV e V.
	Comentário da resposta:
	Resposta correta: a coleta de dados pode ocorrer em qualquer esfera administrativa, afinal, é importante que se faça um monitoramento adequado à realidade local. Após a coleta, os dados são avaliados, analisados, interpretados e utilizados para gerar conclusões e divulgação, além das medidas de prevenção.
	
	
	
· Pergunta 5
0 em 1 pontos
	
	
	
	Silva, Mori e Devani (2008) discutem os principais marcadores genéticos identificados em pacientes com diabetes metilo tipo 1. As autoras destacam que diversos genes têm maior ou menor impacto para o desenvolvimento da doença e estão relacionados com a via de produção de anticorpos e moléculas do sistema imune. Observe o gráfico que resume a duração dos anticorpos ao longo dos anos da doença:
 
Fonte: SILVA; MORY; DAVINI, 2008, p. 175.
SILVA, M. E. R. da; MORY, D.; DAVINI E. Marcadores genéticos e autoimunes do diabetes melito tipo 1: da teoria para a prática. Arq. Bras. Endocrinol. Metab., São Paulo, v. 52, n. 2, p. 166-180, 2008.  Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/abem/v52n2/04.pdf. Acesso em: 20 nov. 2020.
 
Considerado os dados apresentados e seus conhecimentos sobre os diferentes tipos de gráficos e variáveis, assinale a alternativa correta.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Os dados indicaram que os anticorpos estão presentes durante todo o período da doença, em frequência superior a 50%.
 
 
	Resposta Correta:
	 
O estudo envolveu a quantificação de diferentes variáveis, por isso o gráfico de barras ou histogramas é uma escolha correta para representar os dados de frequência.
	Comentário da resposta:
	Resposta incorreta: as variáveis de um estudo são as características que podem sofrer influências sob determinado tratamento, e tais influências ou efeitos podem ser representados graficamente. As variáveis podem ser quantitativas ou qualitativas, e para cada estudo há um tipo de gráfico mais apropriado.
	
	
	
· Pergunta 6
1 em 1 pontos
	
	
	
	As ferramentas estatísticas são amplamente empregadas em estudos clínicos/biológicos. Por exemplo, estudos em que o objetivo é identificar os efeitos de determinado tratamento em uma doença, há testes específicos para indicar justamente o tempo entre a observação inicial e final. Assim, é possível identificar em quanto tempo o grupo tratado apresentou melhoras em relação ao grupo não tratado.
À qual tipo de análise específica o texto se refere?

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.