A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Sistema Nervoso - anatomia

Pré-visualização | Página 1 de 1

MEDICINA 
 
1 
 
Sistema Nervoso 
Anatomia 
 
SISTEMA NERVOSO CENTRAL 
 
Protegido pelo neuro crânio e o canal 
vertebral 
Encéfalo – Cérebro e cerebelo 
- Porção segmentar – Medula e Tronco 
encefálico – mesencéfalo, ponte e o bulbo 
Diencéfalo – tálamo, epitálamo (glândula 
pineal), Subtálamo e hipotálamo. 
Telencéfalo – Ventrículos, externa são os 
corpos de neurônios 
Medula vai até a L2 
 
SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO 
 O sistema nervoso periférico é o que se 
localiza fora do arcabouço ósseo. 
Os nervos e raízes nervosas, para fazer 
conexão com o SNC penetram no crânio e 
na medula vertebral. 
Sistema nervoso autonômicos são 
parassimpáticos, não sai simpático do 
tronco encefálico, só parassimpático 
Nervos – Possui os cranianos e espinhais 
Os nervosos espinhais são 31 pares 
formando os dermatomos: 8 cervicais, 12 
torácicos, 5 lombares, 5 sacrais e 1 cóccix 
Sensitivos contém gânglios sensitivos, 
entra na medula nervosa pela região 
dorsal e os motores saem pela região 
ventral; 
- Eferente (motor) – é o sistema nervoso 
que sai 
 Sistema Nervoso autônomo – 
Não depende da nossa vontade, ele 
se auto regula. 
- Pode ser classificado em: 
Simpático – adrenalina ou 
norepinefrina 
Parassimpático – Acetilcolina 
Entérico - trato digestório 
 
 Sistema nervoso somático – 
depende da nossa vontade 
 
- Aferente (sensitivo) – é o sistema 
nervoso que chega 
 
Gânglio – coleção de corpos de neurônios 
e está próximo da região toracolombar. 
 
UNIDADE MORFOFUNCIONAL DO 
SISTEMA NERVOSO 
Neurônios 
 
NEURÓGLIA 
 
São células que dão sustentação, 
proteção 
Astrócitos – monitora o neurônio, regula 
os neurônios, nutre, se envolve com 
capilar sanguíneo, forma a barreira 
hematoencefálica 
Oligodendrócitos – forma a bainha de 
mielina 
Células ependimárias – participa da 
circulação do líquor 
Células da micróglia – fagocita agentes 
estranhos 
SNP – células de Schwann – forma a 
bainha de mielina 
MEDICINA 
 
2 
 
 
CÉREBRO 
 
É dividido por uma fissura anteroposterior, 
os hemisférios cerebrais; 
Comissura é uma estrutura composta por 
axônios que une os hemisférios e os lobos; 
Lobos: 
Frontal 
Parietal 
Occipital 
Temporal 
Insula 
 
Sulco central – que separa o lobo frontal 
e o parietal 
Giro pré central – antes do sulco central, 
é motor 
Giro pós central – Sensitivo, recebe 
sensações somática (somatossensoriais) 
 
 Cérebro regula atividades inconscientes, 
como sonhar. 
Desempenha atividades que requerem o 
máximo de consciência, como aprender, 
pensar, criar e memorizar 
 
Lobo posterior esquerdo (parietal) 
(sequencias – rotinas) 
Lobo posterior direito (parietal) 
(percebe relações harmônicas do mundo 
ao redor) 
Lobo frontal direito (padrões e relações 
abstratas) 
Lobo frontal esquerdo (análise lógica) 
 
 
 
 
 
 
PORÇÃO SEGMENTAR 
TRONCO ENCEFÁLICO 
 
Mesencéfalo 
Ponte 
Bulbo 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MEDICINA 
 
3 
 
 
MENINGES 
Revestimentos contínuos de tecido 
conjuntivo em torno do encéfalo e medula 
espinhal 
➔ Meninges encefálicas 
 
➔ Meninges espinhais 
Dura máter – possui projeções e sustenta 
Aracnoide 
Sub aracnoide – possui o líquor 
Pia máter – contato com a região cortical 
cerebral 
 
 
VENTRÍCULOS 
 
Possui plexo coroides que são capilares 
que filtram o sangue e produz o líquor 
Todos ventrículos se comunicam 
 
 
 
 
 
 
 
PLEXO CORÓIDE 
Pregas da pia-máter que possui grande 
quantidade de capilares fenestrados e 
revestidas por um epitélio simples cubico 
que se estende para os ventrículos 
Produz o líquido cefalorraquidiano (LCR) 
Protege o encéfalo 
 
 
LÍQUOR 
Claro, incolor, 99% de água 
Contém a mesma composição do plasma 
sanguíneo 
Função de sustentação para o SNC 
 
 
SUBSTÂNCIA CINZENTA E BRANCA 
 
Substância branca – Axônios 
Substância cinza – corpo do neurônio 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MEDICINA 
 
4 
 
TÁLAMO 
Fornece apreciação crua do tato, da 
pressão, da dor e da temperatura 
 
 
HIPOTÁLAMO 
 
Controla e integra as atividades do sistema 
nervoso autônomo e da hipófise 
Controla a temperatura corporal e regula o 
comportamento da ingestão de alimentos 
e bebidas 
Auxilia a manter a consciência e 
estabelecer padrões do sono 
 
 
CEREBELO 
 
Importante para manutenção do equilíbrio 
e da postura 
Controla do tônus muscular 
Controle dos movimentos voluntários 
Aprendizagem motora 
 
 
 
 
 
MESENCÉFALO 
Contém núcleos de origem dos nervos 
cranianos III (oculomotor) e IV (troclear) 
- III (oculomotor) – Somático, vai trabalhar 
com musculo extrínseco do olho e levanta 
a pálpebras. 
- IV (troclear) – Converge os olhos, inerva 
os olhos. 
➔ Lesão do troclear causa visão dupla 
(diplopia) 
 
PONTE 
Contém núcleos relacionados aos nervos 
cranianos V, VI, VII e VIII 
Junto com o bulbo, auxilia a controlar a 
respiração. 
- V (trigêmeos) – inerva a córnea, toda a 
região frontal, teto da cavidade nasal, área 
da maxila 
➔ são um nervo sensitivo e motor para 
o musculo da mastigação 
- VI (abducente) – trabalha com a 
musculatura do olho 
- VII (facial) 
- VIII (vestíbulo clocear) – audição e 
equilíbrio 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MEDICINA 
 
5 
 
BULBO 
 
Formação reticular age na vigília e 
consciência. 
Os centros vitais regulam o batimento 
cardíaco, a respiração e o diâmetro do 
vaso sanguíneo a deglutição, o vomito, a 
tosse, o espirro e o soluço 
Contem núcleos relacionados aos nervos 
cranianos VIII, IX, X, XI e XII 
- VIII (Vestíbulo coclear) 
- IX (Glossofaríngeo) – corpos de 
neurônios sensitivos 
- X (vago) – visceral 
- XI (Acessório) - somático 
- XII (hipoglosso) – movimento da língua 
 
MEDULA ESPINHAL 
 
Existe duas dilatações uma cervical e outra 
lombar– intumescência devido ao plexo 
braquial e lombar 
Decussação das pirâmides – ocorre no 
bulbo, uma lesão no lobo direito reflete nos 
membros esquerdos. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ENVOLTÓRIOS E ESPAÇOS 
 
Meninges 
- Pia mater 
- Aracnóide 
- Dura – mater 
Espaços 
- Extra dural 
- Subdural 
- Subaracnóide 
 
FORMAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DOS 
NERVOS ESPINHAIS 
O nervo espinhal é formado pela fusão de 
duas raízes: uma ventral (motora) e outra 
dorsal (sensitiva) 
- Radículas 
- Raízes 
- Gânglios 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MEDICINA 
 
6 
 
NERVOS CRANIANOS 
I – OLFATÓRIO 
II – ÓPTICO 
III – OCULOMOTOR 
IV – TROCLEAR 
V – TRIGEMEOS 
VI – ABDUCENTE 
VII – FACIAL 
VIII – VESTIBULO COCLEAR 
IX – GLOSSOFARÍNGEO 
X – VAGO 
XI – ACESSÓRIO 
XII – HIPOGLOSSO 
 
NERVOS ESPINHAIS 
8 CERVICAIS 
12 TORÁCICOS 
5 LOMBARES 
5 SACRAIS 
1 COCCÍGEO 
 
FORMAÇÃO DOS PLEXOS NERVOSOS 
Raízes 
Troncos 
Fascículos 
Nervos terminais

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.