A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Trabalho - Briefing

Pré-visualização | Página 1 de 2

CENTRO PAULA SOUSA (CPS) 
ETEC – PROFESSORA TEREZINHA MONTEIRO DOS SANTOS 
 Técnico em Administração Integrada ao Ensino Médio 
 
 
 
 
 
 
Hiago Henrique Pires Dias 
 
 
 
 
 
 
TRABALHO DE ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING 
Briefing 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Taquarituba/SP 
2021 
 
 
Hiago Henrique Pires Dias 
 
 
 
 
 
TRABALHO DE ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING: 
Briefing 
 
 
 
 
 
 
Trabalho referente a pesquisa 
ministrada pelas professoras: 
Keila Neri de Oliveira e 
Jacqueline Rodrigues Regis. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
TAQUARITUBA/SP 
2021 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
"O caminho do CEO não deve ser por 
meio do escritório do CFO e nem no 
departamento de marketing. Precisa 
ser através de engenharia e design." 
 
 
ELON MUSK 
 
 
Sumário 
 
1. BRIEFING .................................................................................................. 6 
2. INTERPRETAÇÃO DE DADOS ................................................................ 7 
3. TARGET .................................................................................................... 8 
4. DEFINIÇÃO DE CONCORRENTES ........................................................ 10 
4.1. COMO ANALISAR SEUS CONCORRENTES ................................ 11 
4.2. PESQUISA DE MERCADO ............................................................. 11 
4.3. IMPRENSA ...................................................................................... 12 
5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS........................................................ 14 
 
 
6 
 
1. BRIEFING 
 
Na pesquisa de marketing, o termo briefing é bastante recorrente como 
referência ao documento de solicitação de pesquisa, plano de pesquisa, esboço 
da pesquisa, entre outros, que é composto por informações necessárias na etapa 
de definição do problema. Destaca-se que, por mais bem redigido e completo 
que seja o briefing de pesquisa, o sucesso do projeto dependerá, também, do 
acompanhamento de todas as suas fases e da verificação dos resultados da 
pesquisa. O briefing não tem um padrão certo a ser seguido, mas existem 
modelos com os itens necessários e que deverão compor o documento para 
fornecer um bom e eficaz resultado. 
Briefing pode ser definido como um resumo na forma de relatório ou uma 
ordem de serviço, entre o profissional do marketing e seu solicitante. Ele deve 
conter orientações básicas e detalhadas, sintetizadas para a leitura do 
fornecedor ou cliente. Ao se montar um briefing, cada profissional exerce sua 
autonomia no projeto, iniciando-se primeiramente pela equipe de marketing e em 
seguida, sendo encaminhada ao designer, que fará o debriefing. Stakeholders 
(interessados) ou target (alvos), são os públicos que a empresa ou indivíduo 
querem atingir, mercados e meios de comunicação. O posicionamento de 
mercado da empresa pode ser monitorado por pesquisas de mercado, cuja 
função é buscar melhorias para os negócios, desvendar os métodos e influências 
da concorrência, sendo uma oportunidade de compreender o target da 
organização. 
 
 
 
 
 
 
 
7 
 
2. INTERPRETAÇÃO DE DADOS 
 
Reúna as informações necessárias para a ação publicitária, pois estas 
estão dispersas, parte no mercado, parte no cliente, parte na pesquisa. 
Conforme diz o publicitário Stalimir Vieira: “é preciso clareza para trabalhar com 
eficiência. Trabalhar sem informação precisa e organizada é, mais ou menos, 
como entrar em um jogo de futebol, sem saber a qual time pertence, você pode 
ser um craque com as bolas no pé e ainda assim ter a oportunidade de fazer 
maravilhosos gols...contra”. 
Organize, dê a devida autonomia e disponibilize as informações 
necessárias para a equipe. O briefing deve centralizar e sintetizar o máximo 
possível de informação. Fundamente e sustente a ação publicitária, seus 
fundamentos devem basear-se em informações que sejam no mínimo 
razoavelmente precisas e tenha premissas corretas. Inspire e alimente a criação 
de ideias e soluções criativas. A Criação pode utilizar o briefing como inspiração 
criativa, através da associação de ideias (brainstorm). Direcione e delimite o 
trabalho publicitário, sem uma trilha definida, o Planejamento e a Criação podem 
desviar-se do problema e objetivo de comunicação dos clientes. 
A equipe envolvida tem a obrigação de interpretar os dados do briefing. 
Contudo, apoiar-se exclusivamente nos aspectos formais, como papéis, 
memorandos e relatórios, subjugando a importância do contato pessoal, visão 
estratégica e questionamento das informações contidas, é uma falha gravíssima, 
podendo levar ao desperdício de tempo, engessamento das informações, perda 
de dados relevantes ou no pior dos casos, causar ambiguidade na interpretação 
de todo o trabalho. 
Quando estiver em contato com o cliente, empresa ou instituição, 
certifique-se de transmitir uma atmosfera estimulante, despertando o interesse 
pelo trabalho. O briefing é o pavimento que guiará os rumos do trabalho (imagine 
uma estrada), quanto mais sinalizações existirem, melhor. Quanto menos 
sinalizada e esburacada, menores são as chances de chegar em algum lugar. 
Modelos de briefing pré-definidos, criam o perigo de eliminar um 
ingrediente indispensável no preparo de qualquer bom plano de comunicação: a 
verdade. A obrigação da agência é procurar conhecer a verdade pura para poder 
enriquecer a compreensão dos problemas. Às vezes o processo é complicado. 
É de maior importância conversar com o público interno da própria empresa. 
Vendedores, representantes, gerentes, diretores, responsável pela fábrica. 
Visitas à fábrica trazem muitas vezes informações surpreendentes para a criação 
de campanhas. 
 
 
 
8 
 
3. TARGET 
 
Target é um termo muito utilizado no Marketing. O significado simples e 
rápido (ou que muitas pessoas acreditam ser) seria o público-alvo, mas se 
engana se pensar que é somente isso, mas sim também os objetivos a que ser 
quer chegar com as estratégias e ações de comunicação. 
Pois somente entendendo melhor seu negócio ou empresa é que se 
estabelece um objetivo para ele. Mas para isso é necessário estudar os 
processos, como chegar e planejar estrategicamente caminho, e principalmente 
para quem você vai se comunicar. Importante é entender que o mercado possui 
diferentes tipos de clientes, cada um com necessidades individuais e 
específicas. É necessário se levar em conta questões para definição de perfil 
como idade, sexo, renda, nível de escolaridade, localização, estilo de vida entre 
outros. 
Seu mercado pode ser para pessoas físicas (consumidores finais), pessoa 
jurídica (empresas) ou até para os dois, e existem também os casos em que 
existe um influenciador ou um decisor de compra que não é necessariamente a 
pessoa que vai consumir o produto, por isso é importante estudar cada caso 
individualmente antes de escolher quem vai ser o target da sua comunicação. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
9 
 
4. CONCORRÊNCIA 
 
Seja para quem está começando um novo negócio ou para quem já tem 
uma marca consolidada, conhecer os seus competidores é vital. A análise da 
concorrência é uma prática comum do mercado e que pode ser feita de 
diferentes formas. Você provavelmente já entrou no site ou no Facebook de 
algum concorrente seu para ver o que ele está fazendo. No entanto, é possível 
ir muito além disso e analisar a sua concorrência de forma sistemática e 
estratégica. É fácil pensar em uma série de vantagens que a análise da 
concorrência pode trazer para o seu negócio. Entender o cenário do mercado, 
descobrir como você está posicionado em relação aos seus concorrentes e 
encontrar oportunidades, pontos de melhoria e desafios são algumas delas. Ao 
observar como as outras empresas estão se planejando e agindo, é possível 
avaliar quais estratégias e ações estão dando certo e entender quais fariam 
sentido para o seu

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.