A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Exercício de metabolismo do glicogênio com gabarito - Bioquímica

Pré-visualização | Página 1 de 1

1) Você está fazendo um experimento com amostras de músculo
esquelético no qual o meio em que o tecido se encontra mantém as
concentrações de glicogênio estáveis e todas as enzimas do
metabolismo do glicogênio integras. Nestas condições, o que acontece
com o glicogênio se esta preparação de músculo for tratada com
glucagon? 
A. O glicogênio é degradado devido à ativação da glicogênio-fosforilase.
B. O glicogênio é sintetizado devido à ativação da glicogênio-sintase.
C. As concentrações de glicogênio se mantêm as mesmas.
D. O glicogênio é sintetizado devido à ativação da glicogênio-fosforilase.
E. O glicogênio é degradado devido à ativação da glicogênio-sintase.
2) Qual a importância da glicogenina no metabolismo do glicogênio? 
A. A glicogenina é uma enzima que auxilia a produção de UDP-glicose
através da degradação de pirofosfato inorgânico a duas moléculas de
fosfato inorgânico.
B. A glicogenina é a proteína que faz parte do primer de glicogênio já
existente.
C. A glicogenina é a enzima responsável pela transferência de três dos
quatro resíduos de glicose próximos a uma ramificação para uma
extremidade não-redutora de uma cadeia glicosídica mais longa.
Exercício de Bioquímica
3) Uma pessoa sem nenhum problema metabólico realizou um teste oral
de tolerância à glicose (TOTG), ingerindo uma grande quantidade de
glicose. O que provavelmente ocorreu? 
A. A ativação da glicogênio-fosforilase no fígado.
B. O aumento dos níveis de lactato sanguíneo.
C. A ativação da glicogênio-sintase hepática.
D. A inibição da glicogênese no tecido adiposo.
E. A ativação da glicogenólise no músculo.
4) Um paciente com deficiência de glicogênio-fosforilase muscular foi
examinado enquanto seu antebraço era pressionado por uma bolsa de
borracha. Se comparássemos com uma pessoa normal realizando o
mesmo exercício, esse paciente: 
A. Realizaria o exercício por um tempo maior sem apresentar fadiga.
B. Apresentaria níveis aumentados de glicose no sangue retirado do
antebraço.
C. Apresentaria níveis diminuídos de lactato no sangue retirado do braço.
D. Apresentaria níveis mais baixos de glicogênio em espécimes de biópsia
do músculo do seu antebraço.
E. Apresentaria hipoglicemia.
D. A glicogenina é a enzima responsável pela degradação dos resíduos
de glicose presentes nas extremidades não-redutoras da molécula de
glicogênio.
E. A glicogenina é o hormônio que estimula a síntese de glicogênio.
5) Em relação à degradação do glicogênio, é CORRETO afirmar que: 
A. Produz apenas glicose-1-fosfato.
B. Produz apenas glicose livre.
C. Produz somente UDP-glicose.
D. Produz uma quantidade maior de glicose-1-fosfato do que glicose-6-
fosfato.
E. Produz mais glicose-1-fosfato que glicose.
Gabarito
1) C. O glucagon atua estimulando a degradação e a inibindo a
síntese do glicogênio no fígado, mas não no músculo, uma vez
que as células do músculo esquelético não possuem receptores
para glucagon.
2) B. A glicogenina está ligada ao resíduo glicosil da
extremidade redutora do glicogênio e possui a atividade
enzimática responsável pelo elongamento dos primeiros 8
resíduos de glicose presentes no primer de glicogênio.
3) C. A liberação de insulina após ingestão de grandes
quantidades de glicose estimula a inativação da GSK3, da PKA e
da fosforilase-cinase, três enzimas que inibem a glicogênio-
sintase por fosforilação. Além disso, a insulina ativa a PP1, a qual
ativa a glicogênio-sintase através de desfosforilação
4) C. O paciente tem um distúrbio de armazenamento do
glicogênio, a doença de McArdle. A menor quantidade de
glicose e glicose-6-fosfato disponível para entrar na via
glicolítica devido à inabilidade de degradar glicogênio no
músculo causariam menor produção de lactato no miócito e,
consequentemente, menores níveis de lactato para ser liberado
na corrente sanguínea.
5) E. A glicogênio-fosforilase quebra ligações α-1,4 formando
glicose-1-fosfato e a enzima desramificadora hidrolisa ligações
α-1,6 formando glicose livre. Uma vez que cerca de 90% das
ligações glicosídicas presentes no glicogênio são α-1,4 e apenas
10% são α-1,6, a quantidade de glicose-1-fosfato produzida
durante glicogenólise é muito maior do que a quantidade de
glicose livre.