A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Contas a Pagar e a Receber

Pré-visualização | Página 1 de 3

Docente: Tomás Hale 1 
 
A CONTA 4.1- CLIENTES 
1.1. Compreensão 
A conta 4.1- clientes compreende as dividas a receber de nossos compradores, originadas por vendas a 
prazo de mercadorias ou serviços que constituem objecto principal da empresa. As vendas a receber 
originadas pela venda de activos tangíveis, intangíveis e investimentos financeiros e outras dívidas que não 
estão relacionadas com mercadorias ou prestação de serviços não são consideradas nesta conta, são 
registadas na conta 4.5 outros devedores, na respectiva subconta. 
Contas divisionárias 
Na abertura de divisionárias da conta clientes, para além de nomes das entidades com que a nossa empresa 
se transaccionam, teremos que considerar, antes, as condições gerais das dividas, tituladas ou não, e o 
grau da sua cobrabilidade (cobráveis ou de cobrança duvidosa). Sendo assim teremos: 
4.1 Clientes 
4.1.1 Clientes, C/c 
4.1.1.1 Florindo 
4.1.1.2 Nicholas 
 
4.1.2 Clientes, C/ títulos a receber 
4.1.2.1 Rosário 
4.1.2.2 Denyse 
 
4.1.8 Clientes de cobrança duvidosa 
4.1.2.1 Rosário 
4.1.2.2 Denyse 
 
4.1.9 Adiantamento de clientes 
4.1.2.1 Rosário 
4.1.2.2 Denyse
 
Na conta divisionária 4.1.1 Clientes, C/c são registadas dívidas sobre clientes não titulados e ainda não 
vencidos. Compreende no entanto, as dívidas em forma de factura. 
A subconta 4.1.2 Clientes, C/ títulos a receber compreende o registo das dividas com clientes relacionados 
a títulos (letras por receber). 
A subconta 4.1.8 Clientes de cobrança duvidosa regista as dividas por receber de clientes que a respectiva 
cobrança se apresenta duvidosa em consequência da má situação financeira do cliente ou mesmo quando 
este se encontra em parte incerta. 
A conta 4.1.9 Adiantamentos de clientes, regista as entregas efectuadas por clientes que estão destinadas 
a compra de mercadorias futuras. 
 
Docente: Tomás Hale 2 
 
1.2. Movimentação genérica 
Por ser uma conta do activo, a conta clientes será debitada pelo saldo inicial e pelos respectivos aumentos 
(vendas a prazo, anulação do saque, transferência de clientes de cobrança duvidosa e outros) e será 
creditada pelas diminuições (recebimento de clientes, devoluções de vendas, transferência de clientes de 
cobrança duvidosa e outros). 
1.3. Movimentação da conta divisionária – Clientes, C/c 
A subconta Clientes, C/c será debitada pelo saldo inicial e pelos respectivos aumentos (venda a prazo, 
anulação de saques, anulação de adiantamento) e será creditada pelas diminuições (devolução de vendas 
a prazo, descontos e abatimentos, recebimentos de clientes, transferência de clientes de cobrança 
duvidosa). O seu saldo é geralmente devedor ou nulo e não podendo ser credor até o final do exercício 
porque representas as dívidas por receber. 
1.3.1.1. Vendas a prazo sem IVA 
 
1.3.1.2. Vendas a Prazo com IVA 
 
 
4.1 Clientes
4.1.1 Clientes
a 7.1 Vendas
7.1.1 Mercadorias
P/ Venda de mercadoria 75,000.00 
_______________ ________________
4.1 Clientes
4.1.1 Clientes
a Diversos
P/ Venda de mercadoria
4.4 Estado
4.4.3.3 Iva Liquidado
4.4.3.3.1 Operacoes gerais 12,750.00 
7.1 Vendas
7.1.1 Mercadorias 75,000.00 87,750.00 
_______________ ________________
Docente: Tomás Hale 3 
 
1.3.1.3. Devolução de vendas sem IVA 
 
1.3.1.4. Devolução de Vendas com IVA 
 
1.3.1.5. Descontos e abatimentos em vendas 
O desconto e abatimento concedido a clientes implica uma diminuição parcial do valor e venda e se for 
considerado o IVA no desconto e abatimentos este deverá ser considerado. 
Ex: Concedemos um desconto comercial ao nosso cliente Afonsil Celestino no valor de 3.800,00 referente 
a factura nº 0256. 
 
 
7.1 Vendas
7.1.6 Devolucao de vendas
a 4.1 Clientes
4.1.1 Clientes
P/ Devolucao de vendas 22,500.00 
_______________ ________________
Diversos
a 4.1 Clientes
4.1.1 Clientes
P/ Devolucao de Vendas
4.4 Estado
4.4.3.4 Iva eguarizacoes
4.4.3.4.1 Mensais a favor do suj. Pass 3,825.00 
7.1 Vendas
7.1.6 Devolucao de vendas 22,500.00 26,325.00 
_______________ ________________
7.1 Vendas
7.1.7 Descontos e abatimentos
a 4.1 Clientes
4.1.1 Clientes, C/c
P/ Desconto ao Afonsil Celestino 3,800.00 
_______________ ________________
Docente: Tomás Hale 4 
 
1.3.1.6. Recebimentos de clientes 
Representa a entrada de dinheiro na empresa através de numerários, cheques ou mesmo transferência 
bancaria. Pelo recebimento de clientes em numerário ou por cheque teremos: 
 
Constituição de uma letra ou saque 
A constituição de uma letra aumenta as dívidas de clientes representadas por letras (Clientes, C/ títulos a 
receber) e diminuem as dívidas de clientes, C/c. Ex: Transformação da divida da cliente Rosa Américo em 
divida titular (saque) no valor de 122.500,00 
 
1.3.1.7. Clientes de cobranças duvidosas 
Havendo duvidas fundadas quanto a cobrança de qualquer crédito, em consequência da má situação 
financeira e económica do cliente, ou por este se encontrar em parte incerta, dever-se-á transferir a 
respectiva divida para clientes de cobrança duvidosa. 
Ex: A divida do Clientes Kuda de 45.000,00 é considerada de cobrança duvidosa por este se encontrar em 
má situação financeira. 
1.1 Caixa
a 4.1 Clientes
4.1.1 Clientes, C/c
P/ recebimento de cliente
_______________ ________________
4.1 Clientes
4.1.2 Clientes, C/ Titulos a receber
4.1.2.1 Rosa Americo
a 4.1 Clientes
4.1.1 Clientes, C/c
4.1.1.1 Rosa Americo
P/ Transformacao em divida titular 122,500.00 
_______________ ________________
Docente: Tomás Hale 5 
 
 
Uma vez que a divida passou a ser considerada de cobrança duvidosa e pode ser que não seja possível 
receber o correspondente valor, há necessidade de se criar uma provisão pela perda estimada, fazendo-se 
geralmente no final do exercício. 
1.3.1.8. Vendas a clientes em moeda estrangeira 
A venda de mercadorias a clientes em moeda estrangeira através de exportações, o valor de venda deverá 
ser convertido em moeda nacional (Metical) ao câmbio do dia. Quando o cliente paga a sua divida em moeda 
estrangeira este deverá igualmente ser registado em moeda nacional ao câmbio da data de pagamento, 
originando assim, as diferenças cambiais. 
Quando o valor do câmbio na data de venda for menor que ao valor de câmbio na data de pagamento 
teremos uma diferença cambial favorável e se for o contrário teremos diferença de câmbio desfavorável. 
As diferenças cambiais, se forem favoráveis são registadas na conta 7.8 Rendimentos e ganhos financeiros 
e na sua respectiva conta (7.8.5- diferencias de câmbios favoráveis) e se forem desfavoráveis são registadas 
na conta 6.9 Gastos e Perdas Financeiras (6.9.5- diferença de cambio desfavorável). 
Quando há diferença cambial desfavorável 
Ex: O cliente Edilson Malope residente na vizinha Africa do Sul, adquiriu no dia 12 de Junho mercadoria a 
empresa Ema e Filhas no valor de 1.200 USD a câmbio de 58,00 (factura a pagar a 30 dias). Passado os 
30 dias o Cliente Edilson Malope pagou a sua divida por transferência bancária (cambio do dia de 54,00). 
Descrição Cálculos Valor final 
Venda 1.200,00 * 58,00 69.600,00 
Recebimento 1.200,00 * 54,00 64.800,00 
Diferencia cambial desfavorável 1.200 * (54-58) (4.800,00) 
4.1 Clientes
4.1.8 Clientes de cobranca duvidosa
4.1.8.1 Kuda
a 4.1 Clientes
4.1.1 Clientes, c/c
4.1.1.1 Kuda
P/ reconhec. De cliente de cob. Duviod. 45,000.00 
_______________ ________________
Docente: Tomás Hale 6 
 
 
Quando há diferença cambial favorável 
Ex: Suponha que no exercício anterior o cliente Edilson Malope tenha pago factura ao câmbio de 60,00. 
Teremos: 
1 4.1 Clientes
4.1.1 Clientes, c/c
4.1.1.1 Edilson Malope
a 7.1 Vendas
7.1.1 Mercadorias
P/ Venda de Mercadorias 69,600.00 
_______________ ________________
2 Diversos
a 4.1 Clientes
4.1.1 Clientes, c/c
4.1.1.1 Edilson Malope
P/ Recebto

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.