A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Cicatrização

Pré-visualização | Página 1 de 1

Cicatrização 
Ocorre em tecidos incapazes de regeneração 
ou que sofreram lesões graves; 
Ocorre por deposição de tecido conjuntivo – 
formação de cicatriz fibrosa (estabilidade 
estrutural para tornar o tecido lesado 
funcional); 
Fibrose – extensa deposição de colágeno que 
ocorre em determinados órgãos devido a 
inflamação crônica (pulmões, rins) ou infarto 
(miocárdio). 
Etapas na formação de cicatriz: 
1. Angiogênese; 
2. Ativação de fibroblastos e deposição de 
tecido conjuntivo; 
3. Remodelamento do tecido conjuntivo. 
Angiogênese 
É o desenvolvimento de novos vasos a partir de 
vasos preexistentes. 
-Etapas: 
1. Vasodilatação e da permeabilidade; 
2. Separação dos periquitos e degradação da 
lamina basal com formação de um botão 
vascular; 
3. Migração e proliferação de células 
endoteliais; 
4. Remodelamento em tubos capilares; 
5. Recrutamento de pericitos para formar o 
vaso maduro; 
6. Supressão da proliferação e da migração 
endotelial e deposição da lamina basal. 
 
-Fatores de crescimento: 
 VEGF: estimula a migração e 
proliferação de células endoteliais; 
promove a vasodilatação, estimulando a 
produção de NO; contribui para a 
formação do lúmen vascular; 
 FGF: estimula a proliferação de células 
endoteliais; 
 Angiopoietinas: estabilizam os vasos 
recém-formados pelo recrutamento de 
pericitos e células musculares lisas pela 
deposição de tecido conjuntivo. 
Formação da cicatriz 
Ativação de fibroblastos e deposição de tecido 
conjuntivo; 
1. Fibroblastos migram e proliferam no local da 
lesão; 
2. Proteínas da MEC são produzidas pelos 
fibroblastos. 
Fatores de crescimento: 
 FGF: promove a migração de macrófagos 
e fibroblastos para área lesada; 
 TGF-B: estimula a produção de colágeno, 
fibronectina e proteoglicanos; inibe a 
degradação do colágeno; 
 PDGF: promove a migração e 
proliferação de fibroblastos e células 
musculares lisas; 
 Citocinas IL-1 e IL-3: estimulam a 
síntese de colágeno; aumentam a 
migração e proliferação de ; 
As células inflamatórias são a principal fonte 
desses fatores de crescimento e citocinas. 
 .menor proliferação de fibroblastos e 
novos vasos; 
 Maior síntese de colágeno; 
 O tecido de granulação evolui para uma 
cicatriz composta de fibroblastos 
inativos, colágeno e outros componentes. 
 Regressão vascular progressiva; 
 Tecido de granulação vascularização- 
cicatriz avascular e pálida. 
Remodelamento do tecido conjuntivo 
 Após sua síntese e deposição, o tecido 
conjuntivo da cicatriz continua sendo 
modificado e remodelado 
- O processo de reparo depende do equilíbrio 
entre a síntese e degradação das proteínas da 
MEC; 
 Metaloproteinases (MMPs): 
- Degradam componentes da MEC; 
- Dependem de zinco; 
- Síntese e secreção reguladas por fatores de 
crescimento; 
- São produzidas como zimogênios; 
- São inibidas por inibidores de 
metaloproteinases (TIMPs). 
Fibrose 
 Deposição excessiva de colágeno e de 
outros componentes da MEC em um 
tecido; 
 Cicatriz: induzida por um estimulo nocivo 
de curta duração; 
 Fibrose: induzida por um estímulo nocivo 
persistente (infecções, reações 
imunológicas); 
 Fibrose em doenças crônicas – disfunção 
e insuficiência do órgão. 
 
Fatores que influenciam o 
reparo tecidual 
 Infecção: prolonga a inflamação e 
aumenta a lesão local; 
 Deficiência de nutrientes: proteínas 
e vitamina C (inibe a síntese de 
colágeno); 
 Glicocorticóides: inibem a produção 
de TGF-B e diminuem a fibrose; 
 Fatores mecânicos, como aumento da 
pressão; 
 Perfusão deficiente, devido a 
aterosclerose e diabetes; 
 Corpos estranhos; 
 Localização da lesão e natureza do 
tecido.