A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Mapa mental - Dispepsia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Dispepsia
Epidemiologia
Cerca de 40% da população
44% utilizando os critérios de Roma I
19,5% utilizando os critérios de Roma II
Definição
Dor epigástrica predominantemente com duração de pelo menos 1 mês
Manejo Clínico
Classificação
Orgânica
Funcional
Sintomas secundários à doenças orgânicas específicas
Etiologias
Pépticas
Não Pépticas
Biliopancreáticas
Sistêmicas
Doença Ulcerosa Péptica
DRGE
Intolerância Alimentar
Síndrome do Intestino Irritável
Doenças Inflamatórias ou Infiltrativas
Neoplasia
Infecção
Colagenoses
Doenças Endócrinas
Insuficiência Coronariana
Cólica Biliar
Neoplasia Pancreática
Pancreatite Crônica
Fisiopatologia
Complexa e multifatorial e não completamente elucidada
Alguns dos fatores mais relevantes
Dismotilidade
Hipersensibilidade Visceral
Alterações Psicológicas
Definição
Sínd. Clínica caracterizada pela presença de sintomas dispépticos recorrentes, na ausência de alterações estruturais e metabólicas, que interferem nas atv diárias do paciente
Podem se apresentar como
Síndrome do desconforto pós-prandial
Síndrome da dor epigástrica
1 ou + dos seguintes – pelo menos 3x/semana
Deve apresentar
Nenhuma evidência de doença orgânica, sistêmica ou metabólica em investigações de rotina – incluindo a EDA
Plenitude pós-prandial incômoda – grave o suficiente para ter impacto nas atv habituais
Saciedade precoce – suficiente para evitar términos de refeições
Deve apresentar
1 ou + dos seguintes – pelo menos 1x/semana
Queimação epigástrica incômoda – grave o suficiente para ter impacto nas atv habituais
Dor epigástrica incômoda – grave o suficiente para ter impacto nas atv habituais
Critérios preenchidos nos últimos 3 meses, com início dos sintomas pelo menos 6 meses antes do diagnóstico
Abordar como DRGE
Presença de Pirose e/ou Regurgitação
Presença de sinais de alarme e/ou > 45 anos
Paciente com icterícia
Solicitar USG de abdome
Perda ponderal não intencional 
Anemia ferropriva – sem explicação
Disfagia 
Odinofagia 
Hist. Familiar para neoplasia gastrointestinal
Vômitos persistentes 
Massa ou linfonodo palpável
EDA
SIM
Podem ser solicitados exames laboratoriais com o objetivo de investigar a presença de sinais de alarme 
NÃO
Dispepsia não investigada
Terapia empírica
Terapia empírica para erradicar Helicobacter
Não houve melhora
EDA
Não houve melhora
Hemograma
Bioquímica
Função Renal
Perfil Hepático
Amilase e Lipase
1