A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
CASO CLÍNICO - GESTANTE / DIAGNÓSTICO DA GESTAÇÃO / RISCOS / VACINAÇÃO

Pré-visualização | Página 2 de 2

a 
barreira placentária, apresentando toxicidade 
ao bebê. Em relação aos medicamentos 
prescritos durante a gestação, os principais 
medicamentos prescritos durante a gravidez 
são: “sulfato ferroso (53,2%), paracetamol 
(9,7%), hioscina (4,8%), metronidazol (4,8%) e 
hidróxido de alumínio (3,6%).
 Esses fármacos só podem ser utilizados 
durante o período gestacional quando o risco 
benefício justificar o risco para o feto. 
 
• – Orienta-se a gestante a consumir dieta 
fracionada, evitando frituras, café, chá preto, 
mates, doces, álcool e fumo. 
 
• – Certifique-se de 
que não sejam contrações uterinas, Oriente 
dieta rica em resíduos: frutas cítricas, verduras, 
mamão, ameixas e cereais integrais; 
recomende que a gestante aumente a ingestão 
de líquidos e evite alimentos de alta 
fermentação, tais como repolho, couve, ovo, 
feijão, leite e açúcar; Recomende caminhadas, 
movimentação e regularização do hábito 
intestinal; 
 
 Eventualmente, prescreva: Dimeticona (para os 
gases); Supositório de glicerina (para a 
obstipação); Hioscina, 1 cápsula, via oral, até 2 
vezes ao dia (para as cólicas). 
 
• : objetiva não 
somente a proteção da gestante, mas também 
a proteção do feto. 
 
Gestante vacinada: 
 Gestante sem nenhuma dose registrada: 
inicie o esquema vacinal o mais 
PINESC III – 
Mulher & gestante 
 
Juliane Araújo 
precocemente possível com 3 doses, com 
intervalo de 60 dias ou, no mínimo, 30 dias. 
 Gestante com esquema vacinal incompleto 
(1 ou 2 doses): em qualquer período 
gestacional, deve-se completar o esquema 
de três doses o mais precocemente 
possível, com intervalo de 60 dias ou, no 
mínimo, 30 dias entre elas. 
 Gestante com menos de 3 doses 
registradas: complete as 3 doses o mais 
precocemente possível, com intervalo de 60 
dias ou, no mínimo, 30 dias. 
 Gestante com esquema vacinal completo (3 
doses ou mais) e última dose há menos de 
cinco anos: não é necessário vaciná-la. 
 Gestante com esquema completo (3 doses 
ou mais) e última dose administrada há 
mais de cinco anos e menos de 10 anos: 
deve-se administrar uma dose de reforço 
tão logo seja possível, independentemente 
do período gestacional. 
 Gestante com esquema vacinal completo (3 
doses ou mais), sendo a última dose há 
mais de 10 anos: aplique uma dose de 
reforço. 
Contraindicações: 
➢ Ocorrência de hipersensibilidade após o 
recebimento de dose anterior; 
➢ História de hipersensibilidade aos 
componentes de qualquer um dos produtos; 
• 
 Deve-se 
iniciar o esquema o mais precocemente 
possível, independentemente da idade 
gestacional. (Ex: esquema tabela 7 – 3 doses)