A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
PERIODONTIA - PLANO DE TRATAMENTO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Plano de Tratamento Odontológico Periodontal 
Fases do tratamento 
 
1- Sistêmica 
Aconselhamento sobre o estado geral de saúde 
2- Fase inicial (ou de profilaxia) 
Terapia relacionada à causa (controle de biofilme, restaurando restaurações, raspagem...) 
3- Fase corretiva 
Cirurgia periodontal, terapia endodôntica, cirurgia para implante, tratamento restaurador e/ou 
ortodôntico e protético 
4- Fase de manutenção 
Terapia periodontal de suporte 
 
Objetivos do tratamento 
 
Redução ou resolução da gengivite (média de SS<10%) 
Redução da profundidade de sondagem 
Eliminar lesões de furca GRAU III 
Estética e funão satisfatórias 
Ausência de dor 
 
 
 
Fase Sistêmica 
 
Visa eliminar ou diminuir as condições sistêmicas -> busca melhorar o resultado da terapia casual, proteger 
o paciente e os profissionais contra riscos de infecção 
 
Fase Inicial (de profilaxia) 
 
Terapia relacionada à causa 
Boa condição de higiene 
Eliminar infecções na cavidade oral 
Eliminar fatores retentivos 
Motivação do paciente a um controle de placa efetivo 
- Após toda essa fase profilática ser realizada, fazemos uma reavaliação 
Alana Mendes – Odontologia – Clínica de Periodontia 
Reavaliação e planejamento das terapias adicionais e de suporte 
 
Fase Corretiva (medidas de terapia adicionais) 
 
Direcionada às sequelas das infecções oportunistas 
Inclui medidas terapêuticas 
- Cirurgias periodontais e implantes 
- Terapia endodôntica 
- Tratamento restaurador e/ou ortodôntico e protético 
 
(capacidade de cooperação do paciente) 
 
Fase de Manutenção (terapia periodontal de suporte) 
 
Objetivo: prevenção de recorrência da doença 
Inclui: avaliação periodontal, RAR, aplicação de flúor 
 
Plano de Tratamento 
 
Diagnóstico: Anamnese e Exame periodontal 
Fase I- tratamento supragengival 
Fase II- tratamento subgengival 
Reavaliação 
Procedimentos complementares 
Revisão do tratamento 
Manutenção 
 
Diagnóstico 
 
História médica 
História odontológica 
Fatores retentivos de placa 
Presença de lesões de cárie (clínico e radiográfico) 
 
Perfil do paciente 
 
- Veremos qual caminho o paciente irá seguir 
✔Medidas preventivas 
✔Tratamento periodontal 
 
Exame periodontal 
 
Índice de placa 
Índice de Sangramento gengiva 
PSR (índice Periodontal Simplificado) 
Envolvimento de furca 
Mobilidade dental 
Recessão/hiperplasia gengival 
Perda de inserção clínica 
Radiografias 
Perda óssea 
 
 
 
Plano de Tratamento Inicial 
 
Grau de sucesso depende: 
Eficiência da raspagem e alisamento radicular 
Controle de placa realizado pelo paciente 
 
Necessidade do paciente: 
Eliminação da dor 
Satisfazer exigências funcionais e estéticas 
Etapas: 
Etapas críticas devem ser realizadas no início 
 
Estabelecimento do risco para cada dente: 
- Qual dente/raiz tem prognóstico bom? 
- Qual dente/raiz não deve ser tratado? 
- Qual dente/raiz tem prognóstico duvidoso? 
 
Condições que levam à exodontia: 
 
Periodontais: 
• Abscessos periodontais recorrentes 
• Lesões endoperiodontais 
• Perda de inserção até o ápice 
 
Endodônticas: 
• Perfuração no terço apical da raiz 
• Alteração periapical em um elemento que recebeu pino e núcleo Plano de Tratamento 
 
Dentários: 
• Fratura longitudinal da raiz 
• Fratura oblíqua no terço médio da raiz 
• Lesões cariosas que invadam os canais radiculares 
 
Exemplo de preenchimento: 
 
 
 
Funcionais: 
• 3º molares sem antagonistas e com cárie/periodontite 
 
Prognóstico duvidoso → tratamento abrangente 
 
Periodontais: 
• Envolvimento de furca 
• Defeitos ósseos angulares 
• Perda óssea horizontal envolvendo > 2/3 da raiz 
 
Endodônticos: 
• Tratamento endodôntico incompleto 
• Patologia periapical 
• Presença de pinos/núcleos volumosos 
 
Dentários: 
• Cáries radiculares extensas 
 
Obs: livro -> Tratamento de Periodontia Clínica e Implantologia Oral - cap. 32 
Bons Estudos!