A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Hiperplasia benigna da próstata

Pré-visualização | Página 1 de 1

Julia S. Crescencio/P3
Hiperplasia Prostática Benigna
● A partir dos 40 anos
● importante causa de obstrução urinária
● crescimento excessivo (dependente do
androgênio) dos elementos glandular e
estromal
● na zona transicional interna da próstata
A dihidrotestosterona (dht), mediador do crescimento
prostático, é sintetizada na próstata a partir da testosterona
circulante, pela ação da enzima 5 alfa redutase, tipo 2. A
dht se liga aos receptores nucleares do androgênio, que
regulam a expressão de genes que sustentam o crescimento
e a sobrevivência do epitélio prostático e das células
estromais.
A hbp origina-se na zona de transição periuretral, as
glândulas hiperplásicas são revestidas por uma camada
colunar interna e uma camada externa de células basais
planas.
Achados clínicos: obstrução do trato urinário; hesitação,
urgência, noctúria, fluxo urinário deficiente.
Tratamento: USO DE AGENTES INIBIDORES DE DHT (INIBIDORES
DA 5 ALFA REDUTASE), OU QUE RELAXAM O MÚSCULO LISO
PROSTÁTICO, BLOQUEANDO OS RECEPTORES ALFA-1
ADRENÉRGICOS.