A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
ANATOMIA DO SISTEMA CIRCULATÓRIO - CORAÇÃO

Pré-visualização | Página 1 de 2

MARIANA AFONSO COSTA – MEDICINA: 2º PERÍODO 
ANATOMIA HUMANA II – PROFESSORA: MARIA INÊS BOECHAT 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: NETTER, Frank H.. Atlas de anatomia humana. 6ª ed. RIO DE JANEIRO: Elsevier, 2015; MOORE, K. L.; DALEY II, A. F. 
Anatomia orientada para a clínica. 7ª.edição. Guanabara Koogan. Rio de Janeiro, 2014. 
SISTEMA CIRCULATÓRIO 
TORÁX E CAVIDADE TORÁCICA 
O tórax, formado pela cavidade torácica, seu conteúdo e a parede que o circunda, é a parte do tronco situada entre o 
pescoço e o abdome. Esse contém os principais órgãos dos sistemas respiratório e circulatório. 
A cavidade torácica é dividida em três compartimentos: o mediastino central, ocupado pelo coração e pelas estruturas 
que transportam ar, sangue e alimento; e as cavidades pulmonares direita e esquerda, ocupadas pelos pulmões. 
Os principais músculos da parede torácica são: peitorais maior e menor, intercostais externos e internos, transverso do 
tórax e diafragma. 
Vasos do tórax: 
- Artérias intercostais anteriores e posteriores (por baixo das costelas); 
- Veias intercostais anteriores e posteriores; 
- Artéria torácica interna (verticalmente ao esterno); 
- Veias torácicas internas. 
Linhas de referência da parede torácica – servem como portos de referência anatômica: 
→ Linha Mediana Anterior ou Medioesternal; 
→ Linhas Médioclaviculares ou Hemiclaviculares; 
→ Linha Axilar Anterior; 
→ Linha Axilar Média; 
→ Linha Axilar Posterior; 
→ Linha Mediana Posterior ou Médio-vertebral; 
→ Linhas Escapulares. 
 
 
MEDIASTINO 
A cavidade torácica é dividida em regiões chamadas de mediastinos: mediastino superior e o mediastino inferior 
dividido em mediastinos posterior, médio e anterior. 
MEDIASTINO SUPERIOR: estende-se da abertura superior do tórax até o 
plano transverso do tórax. Nele, encontra-se o timo, grandes vasos – veias 
braquiocefálica e cava superior, arco aórtico, tronco braquiocefálico, artérias 
carótida comum e subclávia esquerdas. 
MEDIASTINO INFERIOR – POSTERIOR: Localiza-se posteriormente ao 
pericárdio e diafragma, e anteriormente às vértebras T5 a T12. Nele se encontra a 
parte torácica da aorta, o ducto torácico, tronco linfático e o esôfago. 
MEDIASTINO INFERIOR – MÉDIO: Estende-se de T4 a T9 do aspecto anterior 
do pericárdio ao posterior. O Mediastino médio é onde se encontra o coração, 
pericárdio e as raízes dos grandes vasos – aorta ascendente, tronco pulmonar e veia 
cava superior. 
MEDIASTINO INFERIOR – ANTERIOR: O mediastino anterior estende-se do esterno ao pericárdio, contendo os 
ligamentos esterno-pericárdicos, vasos linfáticos, linfonodos e vasos torácicos internos. 
PERICÁRDIO E CAVIDADE PERICÁRDICA 
 O pericárdio é uma membrana fibrosserosa que cobre o coração e o início de seus grandes vasos. É inervado pelos 
nervos frênicos e vagos (e seus ramos). 
 O pericárdio se divide em: 
- Pericárdio Fibroso: camada mais superficial do pericárdio em 
contato com a parede torácica. 
- Pericárdio Seroso: 
→ Lâmina Parietal: Camada intermediária em contato com o 
pericárdio fibroso. 
→ Lâmina Visceral: Camada mais interna do pericárdio (externa 
do coração), em contato com o miocárdio podendo ser 
chamado de epicárdio. 
Entre a lâmina parietal e visceral do pericárdio seroso está localizada a cavidade pericárdica, onde se encontra o 
líquido pericárdico, responsável por minimizar o atrito entre os pericárdios (impedindo a dor que seria causada pelo atrito). 
Em excesso, o líquido pericárdico pode comprimir o coração causando o tamponamento cardíaco (também pode ser causado 
pelo acúmulo de sangue em hemorragias, etc.), sendo necessário a realização da cirurgia de pericardiocentese. 
 
CORAÇÃO 
 Anatomicamente o coração se localiza na linha mediana e seu eixo longitudinal é voltado para a esquerda. A base do 
coração é superior, onde se encontram as raízes dos grandes vasos, e o ápice é a parte voltada para esquerda. 
 Suas faces são: Face Esternocostal (parte do coração em contado com o esternos e as costelas); Face Diafragmática 
(em contato com o diafragma); e Faces Pulmonares Direita e Esquerda (em contato com os pulmões). 
 O coração é dividido em quatro cavidades: Átrio Direito, Átrio Esquerdo, Ventrículo Direito e Ventrículo Esquerdo. 
 ÁTRIO DIREITO: Interiormente, a parede anterior do átrio direito é 
formado pelos músculos pectíneos, encontrados na aurícula direita – 
estrutura semelhante a uma orelha que se projeta para frente, aumentando 
a capacidade de recepção de sangue pelo átrio. Támbem nota-se a presença 
da fossa oval – uma impressão que restou do forame oval presente no 
croção fetal – e, o óstio do seio coronário. 
 ÁTRIO ESQUERDO: presença da auricula esquerda. 
 VENTRÍCULOS DIREITO E ESQUERDO: O ventrículo esquerdo possui as 
paredes do miocárdio mais espessas por ser responsável por bombear o 
sangue para todo o corpo. O miocárdio possui pequenas projeções 
musculares chamadas trabécula cárneas e grandes projeções conicas 
chamadas músculos papilares – principais responsáveis pela fixação das 
cordas tendíneas, que, são tensionadas para baixo, na contração do músculo 
papilar (antes da contração ventricular), abrindo a valva. 
 As veias Cava superior – recebe o sangue do tórax, membros superiores e da cabeça – e inferior – recebe o sangue do 
abdome e membros infeirores – são responsáveis por levar o sangue venoso do corpo para o atrio direito no coração, onde 
segue para o ventrículo direito sendo levado pelo Tronco Pulmonar – que se divide em Artéria Pulmonar Direita e Esquerda –
aos pulmões para que seja oxigenado. Depois de sofrer a hematose o sangue, agora arterial, sai dos pulmões e chaga no átrio 
esquerdo através das Veias Pulmonares Superiores Direita e Esquerda e Inferiores Direta e Esquerda, seguindo para o 
ventrículo esquerdo sendo levado para a circualão sistemica pela Artéria Aorta. 
 O sangue sai do átrio direito para o ventrículo direito pelo óstio atrioventricular direita – valva trícuspide, e do 
ventriculo direito para o tronco pulmonar pela valva semilunar pulmonar. Depois, do atrio esquerdo para o ventriculo 
esquerdo pelo óstio atrioventrícular esquerdo da valva mitral (ou bicúspide), seguindo para a aorta pela valva semilunar 
aórtica. 
 A irrigação arterial do coração é feita principalmente pelas artérias coronárias originadas do seio aórtico, que são 
divididas em artérias coronárias direita e esquerda. A coronária direita sai do seio aórtico direito passando pelo lado direito do 
tronco pulmonar seguindo o sulco atrioventricular (ou coronário) originando a artéria marginal direita, a arteria 
interventricular posterior no sulco interventricular posterior e outros ramos. A coronária esquerda passa pelo sulco 
atrioventricular do lado esquerdo do tronco pulmonar gerando a artéria interventricular anterior, arteria marginal esquerda e 
o ramo cirunflexo. 
 Já a drenagem venosa do coração é feita pelas veias interventriculares anterior e posterior, veias cardíacas minimas e 
pela veia cardíaca magna que se juntam formando o seio coronário, localizado posteriormente no coração. 
 O complexo estimulante do coração gera e transmite os impulsos que produzem as contrações coordenadas do ciclo 
cardíaco. O estímulo começa pelo nó sinusal (ou sinoatrial) – localizado superiormente ao átrio direito próximo a sua junção 
com a veia cava superior – é transmitido pelos feixes internodais até o nó atrioventricular onde o impulso é transmitido pelo 
feixe de Hiss (ou feixe atrioventricular) e seus ramos direito e esquerdo até as fibras de Purkinje – já próximo ao ápice do 
coração. 
 Identificar: 
1. Ápice do coração 
2. Base do coração 
3. Átrio Direito 
a. Aurícula Direita 
b. Músculos Pectineos 
c. Fossa Oval 
d. Óstio do seio coronário 
4. Átrio Esquerdo 
a. Aurícula Esquerda 
5. Ventrículo Direito 
a. Trabéculas Cárneas 
b. Músculos Papilares 
c. Cordas Tendíneas 
6. Ventrículo Esquerdo 
7. Artéria Aorta 
8. Veia Cava: 
a. Superior