A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
REGIMES E ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS - APOL 1 - QUARTA TENTATIVA

Pré-visualização | Página 2 de 4

ser compreendidos como o processo de criação de instâncias internacionais de discussão sobre o melhor funcionamento das Organizações Internacionais.
	
	C
	Os Regimes Internacionais podem ser definidos como a reunião de Estados nacionais que possuem condições materiais de delimitar como a política internacional irá funcionar.
	
	D
	Os Regimes Internacionais são compreendidos como o agrupamento de atores da sociedade civil em fóruns internacionais de discussão sobre os limites do poder e da ação estatal.
	
	E
	Os Regimes Internacionais podem ser definidos como o aglomerado de normas jurídicas responsáveis por regular e gerir a política internacional.
Questão 4/10 - Regimes e Organizações Internacionais
Leia o texto a seguir:
“Atualmente, as Nações Unidas já têm mecanismos de associação de organizações não governamentais (ONGs) a seus órgãos ou a suas agências. Os processos se dão diretamente com cada órgão ou agência, não havendo um instrumento unificador, uma das sugestões do próprio Relatório Cardoso – que ainda indica que o processo deveria estar sob a gestão da Assembleia Geral, pouco envolvida com a participação da sociedade civil, ficando esta mais concentrada no escopo do Ecosoc.”
Fonte: Onuki, Janina; Agopyan, Kelly Komatsu. Organizações e Regimes internacionais. Curitiba: InterSaberes, 2021.
Considerando o trecho citado acima e os conteúdos da Aula 3 de Regimes e Organizações Internacionais, examine as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta a respeito das características da Assembleia Geral da ONU:
I. É formada por todos os membros que integram as Nações Unidas.
II. Todos os Estados-membros possuem o direito ao voto nas eleições realizadas pela Assembleia Geral.
III. Funciona como uma arena de discussões sobre diversos aspectos da política internacional, mas não há eleições.
IV. A Assembleia Geral coloca recomendações sobre questões referentes à segurança internacional e à paz, à aprovação do orçamento, da admissão de outros membros, etc.
Nota: 10.0
	
	A
	Apenas a afirmação I está correta.
	
	B
	Apenas a afirmação II está correta.
	
	C
	Apenas a afirmação III está correta.
	
	D
	As afirmações I, II e IV estão corretas.
Você acertou!
A Assembleia Geral é formada pelo 193 membros que integram as Nações Unidas. Esse órgão é considerado o mais representativo da organização porque todos Estados-membros possuem o direito ao voto nas eleições realizadas pela Assembleia Geral (ONUKI; AGOPYAN, 2020). A Assembleia Geral funciona como um arena de discussões sobre diversos aspectos da política internacional. Ela também pode funcionar como um corpo legislativo da ONU porque a aprovação de resoluções pela Assembleia serve como uma base normativa para o Direito Internacional (HERZ; HOFFMANN, 2004). Entre as principais funções da Assembleia Geral estão as recomendações sobre questões referentes à segurança internacional e à paz; a aprovação do orçamento das Nações Unidas; a aprovação da admissão de novos membros na organização e as eleições dos membros não-permamentes do Conselho de Segurança, Conselho Econômico e Social e do Conselho de Tutela (ONUKI; AGOPYAN, 2020).
Referência: Rota de Aprendizagem de Regimes e Organizações Internacionais. Aula 3. Tema 1 “O sistema de segurança coletiva pós-2ª Guerra Mundial: a criação da ONU”.
	
	E
	Apenas as afirmações I, II e III estão corretas.
Questão 5/10 - Regimes e Organizações Internacionais
Considere o trecho a seguir:
“A relação dúbia entre imigração e segurança pode ser compreendida através da abordagem multissetorial de Buzan. Ao analisarmos a relação migração-segurança, não estamos falando apenas da segurança do Estado, mas também da sociedade e dos vários grupos que a compõem, assim, a imigração como questão securitária pode ser enquadrada dentro do setor societal. A segurança societal pode ser definida como “a capacidade de uma sociedade persistir com seu caráter essencial sob condições cambiantes e ameaças possíveis ou reais” (BUZAN; HANSEN, 2012, p.322). E diz respeito à sobrevivência identitária dos atores, para os quais qualquer ameaça, seja de caráter ideológico, étnico, religioso ou civilizacional, é tratada como uma questão securitária.” (Zabolotski; Hoff, 2018).
Fonte: ZABOLOTSKI, Boris; HOFF, Natali. Brexit, União Européia e a Securitização da Imigração: o papel do Think Tank britânico “Civitas” na construção discursiva do discurso anti-imigração e na campanha “Vote Leave”. OIKOS (RIO DE JANEIRO), vol. 17, p. 30-43, 2018.
Considerando a contextualização acima e os conteúdos discutidos na Aula 5 da disciplina de Regimes e Organizações Internacionais, assinale a alternativa que apresente, corretamente, uma das definições filosóficas sobre o que é segurança, identificada por Williams:
Nota: 0.0
	
	A
	Uma das percepções vê a segurança a partir da utilização do monopólio da força do Estado, de maneira indiscriminada.
	
	B
	Uma das percepções vê a segurança como sinônimo de individualidade, cada indivíduo deve garantir a sua segurança.
	
	C
	Uma das percepções vê a segurança como sinônimo de justiça, utilizando o armamento da população como garantia de segurança.
	
	D
	Uma das percepções vê a segurança a partir da preocupação com a justiça e os princípios dos direitos humanos, considerando que o Estado que tiver mais armamento, terá mais segurança.
	
	E
	Uma das percepções vê a segurança a partir da preocupação com a justiça e os princípios dos direitos humanos, considerando-a relativa, dependendo da relação que diferentes atores possuem entre si.
Ao perguntar “o que é segurança?”, Williams (2008, p. 6) identifica duas filosofias diferentes que podem emergir desse conceito. A primeira compreende à segurança como um sinônimo de acumulação de poder. Assim, quanto mais poder um Estado consegue acumular, principalmente poder militar, mais seguro esse Estado seria. Por sua vez, a segunda filosofia desafia esses pressupostos. O segundo entendimento vê a segurança a partir da preocupação com a justiça e os princípios dos direitos humanos. Essa perspectiva parte do princípio de que a segurança é relativa, dependendo da relação que diferentes atores possuem entre si. Nesse sentido, mais armamentos não necessariamente garantiria uma maior segurança para determinado ator (Williams, 2008). Um exemplo que pode ilustrar essas diferentes filosofias é a percepção de ameaça dos Estados Unidos em relação ao Reino Unido e ao Irã. O Reino Unido possui 215 armas nucleares em seu arsenal. Em contrapartida, o Irã ainda não possui armas nucleares desenvolvidas, até o presente momento. Apesar dessa discrepância da quantidade de armas nucleares entre Reino Unido e Irã, os Estados Unidos percebem o Irã como uma ameaça à sua segurança. Esse exemplo demonstra que, de acordo com a segunda filosofia, “uma segurança verdadeira e estável não vem da habilidade de exercer poder sobre os outros, mas sim da cooperação para alcançar a segurança sem privar os demais atores dela” (Williams,2008, p. 6).
Referência: Rota de Aprendizagem de Regimes e Organizações Internacionais. Aula 5. Tema 1 “Segurança Internacional e o Poder dos Estados soberanos”.
Questão 6/10 - Regimes e Organizações Internacionais
Leia o texto abaixo:
“O governo brasileiro tem definido a busca por uma reforma do Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) [...] como um dos principais pontos de sua agenda de política externa há pelo menos vinte anos (VARGAS, 2008). O principal argumento apresentado é o de que o fim da Guerra Fria – e da bipolaridade que a sustentava – teria ocasionado uma dispersão do poder mundial, com novos focos de poder e de influência, que necessitam verem-se refletidos na configuração do órgão responsável pela paz e segurança internacionais”.
Fonte: MENDES, Flávio Pedroso. O Brasil e a reforma do Conselho de Segurança: uma análise realista. Contexto int. [online]. 2015, vol.37, n.1, pp.113-142. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-85292015000100113&lng=en&nrm=iso>. Página da citação: 113.
Tendo como base

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.