A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
REGIMES E ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS - APOL 1 - TERCEIRA TENTATIVA

Pré-visualização | Página 4 de 4

desde o final do século XIX e início do século XX, as organizações internacionais cresceram em número e muitas delas tomaram formas cada vez mais institucionalizadas, com mecanismos complexos de participação, atuação e, inclusive, resolução de conflitos, a exemplo do que ocorre no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC).
Fonte: MENDONCA, Bruno Macedo. Sociedade Internacional: a construção de um conceito. Rev. Sociol. Polit. [online]. 2012, vol.20, n.43, pp.5-22. Disponívem em:: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-44782012000300001&lng=en&nrm=iso>. Página da citação: 7-8.
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Regimes e Organizações Internacionais, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, duas caracterizas das Organizações Internacionais:
Nota: 0.0
	
	A
	As Organizações Internacionais são instituições generalistas, focadas na promoção de trabalhos beneficentes.
	
	B
	As Organizações Internacionais são formadas pela sociedade civil e defendem a paz internacional.
	
	C
	As Organizações Internacionais são sempre supranacionais e inspiradas no modelo europeu.
	
	D
	As Organizações Internacionais são associações voluntárias e de caráter permanente.
Com o intuito de entender de forma geral as organizações internacionais, é importante destacar quatro características intrínsecas a elas. A primeira característica são seus membros, os quais necessariamente devem ser Estados ou outras organizações internacionais. A segunda característica é que a OI é formada por um tratado internacional que deve definir os principais objetivos e competências da organização. Ainda, esse tratado deve ser ratificado internamente por todos os países membros. A terceira característica é a associação voluntária. Isso significa que os Estados participam de qualquer OI voluntariamente. A quarta característica é o caráter permanente. Como mencionado, diferentemente dos arranjos ad hoc, uma organização internacional possui uma sede fixa, funcionários internacionais e um país que serve como sede (ONUKI; AGOPYAN, 2020).
Referência: Rota de aprendizagem da aula 1. Regimes e Organizações Internacionais com a profa. Prof.ª Devlin Biezus. Tema 3: Organizações Internacionais: Conceitos Chaves.
	
	E
	As Organizações Internacionais são lideradas por Estados ocidentais e regidas por tratados.
Questão 10/10 - Regimes e Organizações Internacionais
Leia o texto a seguir:
“As Organizações Internacionais (OIs) são um fenômeno disseminado, sobretudo no século XX, como decorrência do advento da Organização das Nações Unidas (ONU). Segundo Herz e Hoffmann (2004, p. 9), as OIs – que podem ser divididas em intergovenamentais e não governamentais – ‘são a forma mais institucionalizada de realizar a cooperação internacional’. Contudo, apesar de se tratar de um fenômeno recente, é preciso relembrar que a demanda por uma cooperação mais organizada já é antiga nas relações internacionais”.
Fonte: ONUKI, Janina; AGOPYAN, Kelly Komatsu. Organizacoes e Regimes Internacionais. Editora Intersaberes: Curitiba. 2021, pag. 29, adaptado.
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Regimes e Organizações Internacionais, assinale a alternativa que indica, corretamente, três exemplos de iniciativas de cooperação internacionais anteriores ao estabelecimento do Estado Nacional:
Nota: 10.0
	
	A
	Liga Europeia, A Détente e Partilha da África
	
	B
	Paz de Westfalia, Acordo das Rosas e Liga do Ouro.
	
	C
	Liga do Peloponeso, Liga de Delos e Liga Hanseática.
Você acertou!
De acordo com os conteúdos estudados no livro Organizações e Regimes Internacionais, antes mesmo do estabelecimento do conceito de Estado Nacional, é possível observar a ocorrência de inciativas de cooperação internacional. Nesses casos, o principal elemento motivador da cooperação seriam as trocas comerciais ou a proteção militar. Como exemplos podemos citar a Liga do Peloponeso, na Grécia Antiga, liderada por Esparta para a proteção de suas cidades-membros; a Liga de Delos, uma liga militar liderada por Atenas (século V a. C) para a defesa de cidades gregas; e a Liga Hanseática, formada por cidades mercantis alemãs (dos séculos XII a XVIII).
Referência: ONUKI, Janina; AGOPYAN, Kelly Komatsu. Organizacoes e Regimes Internacionais. Editora Intersaberes: Curitiba. 2021, pag. 29, adaptado.
	
	D
	Tratado de Tordesilhas, Acordo de Viena e Liga Alemã
	
	E
	Liga do Nilo, Tratado de Maastricht e Pacto de Não Agressão Germano-Soviético

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.