A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Exercícios de Fixação - Módulo I

Pré-visualização | Página 1 de 3

Página inicial / Meus cursos / IDCT-2021-2 / Módulo I / Exercícios de Fixação - Módulo I
Questão 1
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Questão 2
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Iniciado em terça, 13 jul 2021, 19:43
Estado Finalizada
Concluída em terça, 13 jul 2021, 20:51
Tempo
empregado
1 hora 8 minutos
Notas 15,00/15,00
Avaliar 100,00 de um máximo de 100,00
Sobre os governos militares, analise as afirmações a seguir e assinale a sequência correta: I. Restringiram violentamente
os direitos fundamentais. II. Suspenderam o instituto do “habeas corpus” no caso de crimes políticos contra a Segurança
Nacional, a ordem econômica e social e a economia popular. III. Instituíram práticas semelhantes àquelas utilizadas na
vigência do Estado Novo. IV. Incentivaram a livre expressão do povo brasileiro. V. Almejaram substituir o regime
autocrático em democrático de forma “lenta, gradual e segura”. Escolha uma:
Escolha uma opção:
1.V, V, V, V, V.
2.V, V, F, V, F.
3.V, V, V, F, V. 
4.V, F, V, F, V.
5.V, F, V, F, F.
Resposta: 3. V, V, V, F, V.
Feedback: Em 31 de março de 1964, João Goulart é derrubado do poder pelos militares. Em seguida, é constituído o
Comando Supremo da Revolução pelos militares vitoriosos. Esse Comando, no exercício do Poder Executivo, baixou os
famosos “Atos Institucionais”, que governariam o país até à outorga da Carta de 1967. O primeiro deles, o AI-1, permitiu
ao Comando decretar o estado de sítio, quando assim o fizesse necessário, além de conferir o poder de aposentar
qualquer civil ou militar. Ainda, por meio desse Ato, os militares poderiam suspender direitos políticos e cassar mandatos
legislativos federais, estaduais ou municipais. Uma característica da CF/67 foi o centralismo político, que significou na
prática o fim do federalismo. Experimentamos, praticamente, um estado unitário, em que os estados federados não
possuíam muita autonomia, de forma semelhante ao que aconteceu no Estado Novo, de Getúlio Vargas. Com o AI-5, a
garantia de habeas corpus foi suspensa nos casos de crimes políticos, contra a segurança nacional, a ordem econômica e
social e a economia popular. Em 1978, tentando contornar algumas controvérsias, edita-se o “Pacote de Junho”, que, em
resumo, revoga o AI-5, suspende as decisões que cassaram os direitos políticos de alguns cidadãos e prevê a
impossibilidade de o Presidente da República suspender os trabalhos do Congresso Nacional. Era o início da
redemocratização do país. Outros fatos denotam o avanço do Brasil para o caminho democrático, dentro da ideia de
transição lenta e gradual. O primeiro deles é a Reforma Partidária de 1979, que reinstitui o pluripartidarismo. Antes, havia
apenas o partido ARENA (situação) e o MDB (oposição). Depois da Reforma, passaram a existir vários partidos. Módulo 1,
Unidade 4
A resposta correta é: 3.V, V, V, F, V.
Julgue a seguinte afirmativa sobre a Constituição brasileira de 1937: O Poder Legislativo e a Federação foram extintos
temporariamente, a Justiça Eleitoral foi extinta e os partidos políticos, dissolvidos.
Escolha uma opção:
VERDADEIRA 
FALSA
Resposta: VERDADEIRA.
Feedback: Com a CF/37, o Parlamento foi fechado durante todo o período. O Presidente governava por decretos-leis. O
Judiciário passou a ser controlado pelo Executivo. A Justiça Eleitoral foi extinta. Da mesma forma, os partidos políticos
foram dissolvidos pelo Decreto-lei n. 37 de 1937. Módulo 1, Unidade 3
https://saberes.senado.leg.br/
https://saberes.senado.leg.br/course/view.php?id=1778
https://saberes.senado.leg.br/course/view.php?id=1778#section-2
https://saberes.senado.leg.br/mod/quiz/view.php?id=49391
Questão 3
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Questão 4
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
A resposta correta é: VERDADEIRA
Sobre a ordem constitucional brasileira inaugurada a partir de 1988, julgue as assertivas a seguir e assinale a sequência
correta: I. O Brasil adotou o nome oficial de República Federativa do Brasil, sendo formado pela união indissolúvel dos
Estados e Municípios e do Distrito Federal. V II. O Brasil constituiu-se em Estado Democrático de Direito. V III. O Brasil
passou a ter como fundamentos a soberania, a cidadania, a dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho e
da livre iniciativa e o pluripartidarismo. F IV. A CF/1988 previu que todo o poder emana do povo, que o exerce por meio
de representantes eleitos ou diretamente, nos termos da Constituição. V Escolha uma:
Escolha uma opção:
1.V, V, V, V.
2.V, V, F, V. 
3.V, V, V, F.
4.V, F, V, F.
5.F, V, V, F.
Resposta: 2. V, V, F, V.
Feedback: A resposta pode ser encontrada no art. 1º da CF/88. Segundo esse dispositivo, o Brasil passa a se chamar
República Federativa do Brasil e é formado pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal. Além
disso, o artigo prevê que o Brasil é um Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos a soberania, a cidadania,
a dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e o pluralismo político (e não o
pluripartidarismo). Pluralismo político é livre pluralidade e manifestação de ideias e ideologias políticas. Pluripartidarismo
é a existência de vários partidos políticos no País, a qual também é admitida pela Constituição, mas não representa
fundamento da República. Finalmente, o art. 1º da Lei Maior expressa ainda que todo o poder emana do povo, que o
exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos da Constituição. Módulo 1, Unidade 4
A resposta correta é: 2.V, V, F, V.
Assinale a resposta correta a respeito da ordem constitucional do Brasil Imperial.
Escolha uma opção:
1.O Brasil era um Estado laico, isto é, adotava uma posição neutra no campo religioso, sem apoiar nem discriminar
nenhum credo, embora houvesse franca simpatia pela Igreja Católica Apostólica Romana, que era seguida pela
maioria da população.
2.Nosso Estado detinha a forma unitária, ou seja, o poder era centralizado em um único órgão, a Coroa, havendo,
contudo, autonomia política das províncias para certas matérias.
3.O Brasil era um Estado confessional, adotando como religião oficial o Catolicismo Apostólico Romano, não
podendo outras formas religiosas ter manifestação externa. 
4.O Estado Brasileiro era federal, ou seja, o poder político era repartido entre o órgão central e as diversas províncias
regionais.
5.Os presidentes das províncias do Império brasileiro eram eleitos diretamente pelo povo das respectivas províncias.
Resposta: 3. O Brasil era um Estado confessional, adotando como religião oficial o Catolicismo Apostólico Romano.
Feedback: Uma característica importante de nossa primeira Carta Maior (1824) foi o fato de termos uma religião oficial no
Brasil Império: a Católica Apostólica Romana. Em virtude disso, todas as outras formas religiosas não podiam ter
manifestação externa. Aceitava-se, apenas, seu culto doméstico. O Brasil era, portanto, um Estado confessional, isto é, que
possuía uma religião oficial. Quanto à forma de Estado, nosso Estado detinha a forma unitária, ou seja, o poder era
centralizado em um único órgão, a Coroa, não havendo autonomia política das províncias. Esse estado só foi substituído
com a Constituição de 1891, quando se adotou o federalismo, em que os Estados (antigas províncias) passaram a ter
autonomia política. As províncias do Império brasileiro eram administradas por presidentes nomeados pelo Imperador.
Módulo 1, Unidade 2
A resposta correta é: 3.O Brasil era um Estado confessional, adotando como religião oficial o Catolicismo Apostólico
Romano, não podendo outras formas religiosas ter manifestação externa.
Questão 5
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Questão 6
Correto
Atingiu 1,00 de
1,00
Considerando a Constituição brasileira de 1934, analise as afirmações a seguir e assinale a sequência correta: I. Promoveu
a mudança do Estado Liberal para o Estado Social de Direito, enfatizando os direitos trabalhistas, o direito de greve, à
saúde e à educação. II. Implantou o sufrágio universal, abrangendo o voto feminino. III. Instituiu

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.