A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Histologia - Sistema cardiovascular (parte 2) (09.10.20)

Pré-visualização | Página 1 de 1

O sistema circulatório é dividido em sistema vascular sanguíneo e 
sistema linfático. O sistema vascular sanguíneo é composto pelo 
coração, artérias, capilares e veias. O sistema linfático é composto por 
capilares, vasos e grandes ductos. 
Também podemos classificar em macrocirculação, composta por 
vasos maiores que 0,1 mm, e a microcirculação. 
 
Estrutura geral dos vasos sanguíneos 
Os vasos sanguíneos são constituídos por várias túnicas, interna, 
intermediária e externa. A mais interna é a túnica íntima, que está em 
contado com o sangue, revestindo os vasos sanguíneos internamente. A 
túnica média é a intermediária. E a túnica adventícia é a mais externa, 
dando sustentação e proteção. 
O endotélio é o revestimento interno dos vasos, constituído por 
células endoteliais, participando da túnica íntima. As células endoteliais 
são altamente sensíveis, em caso de danos, tem a capacidade de 
responder rapidamente as lesões. Possuem o fator de manutenção da 
fluidez do sangue. Mas nos casos de lesão, o endotélio faz a função 
contraria, favorecendo a coagulação do sangue. 
O endotélio da túnica íntima é sustentado por uma lâmina basal. 
Abaixo da lâmina basal, há uma camada subendotelial formada de tecido 
conjuntivo frouxo. Existe ainda uma limitação da túnica íntima com a 
túnica média, a lâmina limitante elástica interna (LLEI), formada por 
fibras elásticas. 
A túnica média é constituída por fibras musculares lisas em 
organização circular associadas a fibras elásticas. Essa túnica também 
é limitada por uma lâmina limitante elástica externa (LLEE) formada por 
fibras elásticas, dividindo a túnica média com a túnica adventícia. 
A túnica adventícia é constituída por tecido conjuntivo rico em 
colágeno tipo 1 e fibras elásticas de orientação longitudinal. Existem 
algumas estruturas que se chamam vaso vasorum que são pequenos 
capilares, arteríolas e vênulas que irrigam a parede de vasos com 
grande espessura. Nas artérias, só esta presente na adventícia e nas 
veias estão presentes na adventícia e média superficial. 
 
Arteríolas 
Contém a mesma estrutura de túnicas. A túnica íntima é uma 
camada subendotelial delgada e a lâmina elástica interna. A túnica média 
com 1-2 camadas de musculatura lisa e a lâmina elástica externa 
ausente. A túnica adventícia é delgada sem vaso vasorum. 
 
 
Artéria elástica (de grande calibre) 
As artérias elásticas se situam próximas ao coração pois é 
importante para a manutenção da pressão, um exemplo é a artéria 
aorta. Possuem em sua composição muitas fibras elásticas. 
A túnica íntima é mais espessa, rica em fibras elásticas com a 
lâmina limitante elástica interna presente, mas indistinguível. Na túnica 
média há presença de membranas elásticas perfuradas, colágeno, 
proteoglicanos e glicoproteínas produzidos pelas células musculares lisas. 
E por fim a túnica adventícia relativamente pouco desenvolvida. Nesse 
tipo de vaso, há presença de vaso vasorum. 
 
Artéria de calibre médio (artéria muscular) 
As artérias musculares ou de distribuição compreendem o restante 
das artérias. A túnica íntima possui uma camada subendotelial mais 
espessa e a lâmina elástica interna é evidente. 
A túnica média possui uma camada muscular desenvolvida, rica em 
lâminas elásticas, fibras reticulares e proteoglicanos. Possuindo lâmina 
elástica externa. Já a túnica adventícia tem o tecido conjuntivo 
contendo fibras elásticas e nervos. Ela rebe esse nome por possuir 
grande quantidade de fibras musculares lisas. 
As lâminas elásticas que constituíam em grande quantidade as 
artérias de grande calibre, permanecem, mas elas diminuem, 
permanecendo a primeira lâmina elástica situada junta a túnica íntima, 
recebendo a denominação de lâmina elástica interna, limitante entre a 
túnica íntima e a média.