Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
SISTEMA URINÁRIO

Pré-visualização | Página 1 de 1

SISTEMA URINÁRIO – HISTOLOGIA DOS SISTEMAS
COMPONENTES:
· Rins
· Ureteres
· Bexiga
· Uretra
· Veia cava 
· Veias renais
· Artéria aorta
· Artérias renais
Os rins possuem função de filtração, manutenção da homeostase, regulando o volume de liquido corporal, função de absorção ativa e passiva, regulando o equilíbrio ácido-básico e a composição eletrolítica, e função de secreção, funcionando como órgão endócrino com secreção de renina e eritropoetina.
Contribui para manutenção da homeostase, filtração do sangue, produção de urina, remoção de produtos residuais do metabolismo, recuperação dos metabólitos úteis, armazenamento de resíduos líquidos e transporte desses resíduos para o exterior.
RINS
Formato de grão de feijão, presença do hilo(com nervos e vasos)(na região mais medial), capsula de tecido conjuntivo denso, zona cortical (labirinto cortical) e zona medular (próxima ao hilo), lobos e lóbulos. É possível distinguir o rim visualmente suas partes pela coloração.
*observar a diferença entre córtex(mais escuro) e medula.
Medular: limite corticomedular: base da pirâmide.
· Pirâmides renais ou de Malpighi (6-8 estruturas)
· Papilas renais: ápice das pirâmides (10 a 15 orifícios, área crivosa)
· Raios medulares: da mase para a cortical
Cortical: corpúsculos renais ou de Malpighi = parte dilatada do néfron 
Lobo: uma pirâmide de Malpighi e coluna de Bertin, parênquima semelhante ao córtex que separa as pirâmides.
Lóbulo: é formado por um raio medular e tecido cortical ao redor, delimitado pelas arteríolas interlobares.
Néfron: unidade funcional dos rins -> composto pelo cospúsculo renal – ou de malpighi (glomérulo renal + cápsula glomerular), túbulo contorcido proximal, alça de Henle (ramos delgado e espesso) e túbulo contorcido distal. (tudo citado anteriormente na porção cortical).
Sua função é produzir urina.
Corpúsculo renal ou de Malpighi: localização cortical, mais próximo a capsula. Glomérulo renal= tufo de capilares fenestrados, envolvido pela cápsula de Bowman(que vai proteger os capilares) – ao redor do glomérulo renal terá os 2 folhetos(descritos abaixo). CORPÚSCULO É O GLOMÉRULO COM A CAPSULA COM OS FOLHETOS(esses serão descritos abaixo)
Cápsula de Bowman: 2 folhetos: folheto interno ou visceral(mais próximo da região dos capilares) com podócitos- função semelhante aos pericitos e metarteríolas (controlam o fluxo sang) (contrateis) e células mesangiais (contráteis e receptores de angiotensina II e FAN – vasodilatação). Folheto externo ou parietal: núcleos mais achatados (tec ep pav simp) epitélio simples pavimentoso e espaço capsular – líquido filtrado da parede dos capilares e do folheto visceral. ESTÁ PRESENTE NUMA ESTRUTURA MAIS CORTICAL DO RIM. Entre o folheto visceral e o folheto parietal vai passar um filtrado, vai começar ser produzidos a partir dos glomerulos renais
Folheto proximal e folheto distal
Tubulo contorcido distal ( em vermelho); túbulo contorcido proxial (azul) – a diferença deles é a quantidade de célula
Polo vascular: chegada da arteríola aferente, forma os muitos capilares do glomérulo, saída da arteríola eferente. Vasos sanguíneos que traz para produção de filtrados.
Polo urinário ou tubular: túbulo contorcido proximal. Ele já está em continuidade com o túbulo contorcido proximal, iniciando o processo de passagem pelo túbulo. No túbulo contorcido proximal está localizado corticalmente, é revestido de epitélio cúbido simples (com bordas em microvilosidades), inicia a transformação do filtrado glomerular em urina. Alem disso, há absorção ativa de glicose e aminoácidos, também absorve ativamente cloro, sódio e bicarbonato. Como existe microvilosidades, vai diminuir o volume do filtrado, mas absorve agua passivamente por osmose. No túbulo contorcido proximal tem células mais robustas porque tem que ter organelas e estruturas para fazer todas as funções descritas anteriormente
 
Túbulos contorcidos proximais: formados por epitélio simples cuboide (borda em escova feito pelas microvilosidades), presente na região cortical, inicia a transformação do formado glomerular em urina, possui absorção ativa de glicose e aminoácidos, absorve ativamente cloro, sódio e bicarbonato. Absorvem passivamente água e reduz +-80% do volume filtrado.
São mais espessos e possuem bordas em escova, diferentemente, dos túbulos contorcidos distais. 
Alça de Henle: localizado na região medular, formado por dois ramos, e possui formato de U.
· Delgado: fina, epitélio pavimentoso simples permeabilidade a água e NaCl.
· Espesso: grossa, epitélio cubico simples, impermeável à água -> filtrado hipotônico, absorve ativamente o cloro. A sua parte mais espessa já é a saída da parte medular e início da cortical.
Túbulo contorcido distal: localizado na zona cortical, revestimento de epitélio cubico simples, possui as máculas densas (células epiteliais cilíndricas, função de manutenção da pressão arterial) absorve sódio e água do filtrado -> hipotônico, por isso é importante para manutenção do equilíbrio ácido-básico. Mácula densa: (como se fosse uma mancha) é uma região adjacente entre o túbulo contorcido distal e arteríola aferente que tem diferenciação das células
São mais finos (os túbulos contorcidos distais) que os túbulos proximais e com maior número de células. e a cor é menos intensa (nos túbulos contorcidos distais) que nos túbulos contorcidos proximais.
Aparelho justaglomerular: próximo ao cospúsculo de Malpighi, a arteríola aferente apresenta células musculares modificadas (células justaglomerulares) -> mácula densa + células justaglomerulares. São células secretoras de renina
Aldosterona: inibe a excreção de sódio pelos rins, o sódio vai alterar a osmolaridade e vai trazer mais água para o fluido o deixando hipotônico. Parte final o nefron, o túbulo contorcido distal vai dar origem ao tubo ou ducto coletor
Tubos ou ductos coletores : localizado na zona cortical e medular.
· Cortical: epitélio cubico simples 
· Medular: epitélio cilíndrico simples, próximos às papilas renais.
Recebem urina hipotônica ou isotônica, dependendo da presença de ADH, torna-se permeável a água, liberando-a para o intertício tornando-a hipertônica.
Pelve renal: revestimento continuo com os ductos papilares, lâmina própria e camada muscular formada por 3 camadas de musculo liso e uma adventícia. Formação de tecido conjuntivo frouxo
Ureter: epitélio de transição e lâmina própria de tecido conjuntivo de frouxo a denso e uma camada muscular tripla: 
· Longitudinal interna
· Circular externa
· Longitudinal externa
E uma túnica adventícia / túnica serosa.
Bexiga: epitélio de transição (diferença do epitélio quando está cheia ou vazia), com lâmina própria e tecido conjuntivo frouxo, extensa camada de muscular de musculo liso e uma túnica serosa.
Uretra: epitélio de transição, lâmina de tecido conjuntivo frouxo e três camadas musculares como vista no ureter, além de uma túnica adventícia.