Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
01 RIDE (1)

Pré-visualização | Página 1 de 6

RIDE - PCDF
Região Integrada De Desenvolvimento do
Entorno
HISTÓRICO MUDANCISTA
RESUMO DO RESUMO: A pretensão de mudança é antiga, e foi prevista em várias constituições.
José Bonifácio foi o primeiro a sugerir o nome. Vanhagen - triângulo, fez expedição
independente. Cruls: quadrilátero, governo mandou. Governo Juscelino: 31ª meta, concurso que
Lúcio Costa ganhou. Muitas revoltas na época da construção, más condições para os
candangos. Conjunto urbanístico de Lúcio Costa foi tombado como patrimônio da
Humanidade.
❖ Brasília Capital federal do Brasil, inaugurada em 21/04/1960. Menor unidade da federação.
❖ A ideia mudancista é antiga e data do período colonial.
❖ 1749 - Carta de Goiás e das Capitanias Próximas, sugerindo a mudança da capital do
litoral para a região central do país.
➢ Francisco Tosi Columbina
➢ Marquês de Pombal - queria no amazonas (primeiro ministro) queria no amazonas
pode ter sido o mentor da ideia. Capital longe do litoral estaria mais segura.
❖ 1808/1813: Correio Braziliense, a ideia da construção de uma nova capital no interior
do Brasil.
➢ HIPÓLITO JOSÉ DA COSTA - Jornal editado em Londres.
❖ 1821: José Bonifácio defendeu, na Corte Constituinte, em Lisboa, a mudança da capital
para o centro do país. Primeiro a sugerir o nome.
❖ 1823: José Bonifácio apresenta, na primeira constituinte do Império Brasileiro, projeto
para mudança da capital e sugere o nome “Brasília” ou “Petrópolis” para a nova cidade.
Em paracatu.
❖ 1839 a 1877: Francisco Adolfo de Varnhagen, publicações compiladas no livreto “A
Questão da Capital Marítima ou no Interior”.
➢ 1877 definiu o lugar mais apropriado para a construção da futura capital: um
triângulo formado pelas lagoas Feia, Formosa e Mestre d’Armas.
■ Chamaria de imperatória. Maior salubridade, área seca.
❖ 1883: Sonho de Dom Bosco, que é associado à Brasília.
❖ Constituição da República de 1891 - que estabeleceu: uma zona de 14.400 km², que
será oportunamente demarcada, será a capital federal.
➢ PRIMEIRA A ESTIPULAR SER NO PLANALTO CENTRAL.
❖ 1892 a 1893: Comissão Exploradora do Planalto Central do Brasil, indicada por Floriano
Peixoto, e chefiada por Luís Cruls (geógrafo e astrólogo), demarcou área de 14.400 km2
considerada adequada para a futura capital.
➢ A área ficou conhecida como “Quadrilátero ou Retângulo Cruls”.
➢ Triângulo de Vanhagen estava quase todo inserido no quadrilátero.
❖ 1922: Centenário da Independência – Colocada a pedra fundamental, perto da cidade de
Planaltina, no perímetro do atual Distrito Federal.
❖ Constituição de 1934 (Vargas) 2ª da república: Estabeleceu a transferência da capital
para um ponto central do Brasil. Não teve consequência prática.
➢ Durante a Era Vargas, não foram tomadas medidas efetivas visando à
transferência da capital.
❖ Constituição de 1946 - 3ª da república: Estabeleceu a transferência da capital para o
planalto central e a nomeação de uma comissão para proceder ao estudo de
localização da nova capital a ser enviado ao Congresso Nacional para deliberação e
resolver sobre a data da mudança da capital.
1 de 15
RIDE - PCDF
➢ 1946: Comissão de Estudos para a Localização da Nova Capital do Brasil
presidida pelo General Djalma Polli Coelho. Relatório entregue em 1948 atestou a
excelente qualidade do lugar já pré-estabelecido para a construção da
futura capital. Propôs uma área bem maior para o futuro Distrito Federal, de 77.254
km². Presidente: Gaspar Dutra.
➢ 1953: Instituída a Comissão de Localização da Nova Capital Federal, presidida
pelo General Aguinaldo Caiado de Castro. Getúlio denovo.
➢ 1955: Comissão de Localização da Nova Capital Federal, transformada em Comissão
de Planejamento da Construção e da Mudança da Capital Federal,
continuando a ser presidida por Aguinaldo Caiado, posteriormente substituído
pelo Marechal José Pessoa Cavalcanti de Albuquerque. Em Jataí.
➢ Contratada a empresa Cruzeiro do Sul Aerofotogrametria que fotografou uma
área de 52.000 Km². Os estudos de fotoanálise e de fotointerpretação foram
realizados pela empresa norte-americana Donald J. Belcher and Associates.
■ Cinco sítios denominados por cores (castanho, verde, azul, vermelho e
amarelo).
■ Escolhido o Sítio Castanho (áreas de Planaltina, Formosa e Luziânia). Área
de 5000km² para receber 500000 hab.
■ Ligação ferroviária com formosa e cristalina
■ Área já estava escolhida antes do governo JK.
❖ 1955: Comício de Juscelino Kubitschek (JK) assumiu o compromisso de construir a
nova capital do Brasil no Planalto Central.
➢ 31ª meta - meta síntese.
❖ 1956: JK encaminha ao Congresso a “Mensagem de Anápolis”, propondo, entre outras
medidas, a criação da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (NOVACAP) com o
objetivo de planejar e executar Brasília e o nome de Brasília para a nova capital. E
execução da localização.
➢ A NOVACAP além de coordenar a construção de Brasília, também distribuiu as
moradias entre os servidores públicos que para cá se dirigiram na época.
➢ Continha um projeto de lei, aprovado em 19 de setembro de 1956, convertendo-se na
Lei nº 2.874/1956. Entre os seus dispositivos, a lei delimitou a área do futuro Distrito
Federal, deu o nome de "Brasília" à nova capital federal e criou a Companhia
Urbanizadora da Nova Capital (NOVACAP),
➢ 19/09/1956: Mensagem de Anápolis aprovada, convertendo-se na Lei nº 2.874/1956.
Plano de Metas: 31º meta, meta-síntese - construção da nova capital.
➢ Inicialmente a nova capital não estava na lista das metas, mas passou a constar
como a 31º meta, a meta-síntese.
❖ 21 de abril de 1960: Inauguração de Brasília, mesmo dia em que se comemora o dia de
Tiradentes. Inaugurada, sem a totalidade das obras e projetos concluídos, pois temia-se
que, se a capital não fosse transferida no governo de JK, isso poderia ser suspenso no
próximo governo, dependendo de quem chegasse ao poder.
➢ Tinha rede ferroviária e rodoviária prontas.
➢ Militares consolidaram Brasília como capital.
Fatores que levaram à transferência da capital:
❖ Segurança nacional; Interiorização do povoamento e do desenvolvimento e integração
nacional; Símbolo do Brasil Novo; Afastar os governantes (a capital) da concentração de
atividades e das pressões populares. Salubridade, seco.
Construção de Brasília
❖ Projeto urbanístico: Lúcio Costa. Concurso nacional, lago já estava previsto.
❖ Projetos arquitetônicos: Oscar Niemeyer, João Figueiras Lima (Lelé).
❖ Jardins: Burle Max.
2 de 15
RIDE - PCDF
❖ Dois eixos que se cruzam - 4 escalas de vida:
➢ obras públicas, monumental.
➢ Residenciais (asa sul e asa norte) - rodoviário curvado.
➢ Gregário fica no centro dos dois eixos - bancário e diversões.
➢ Bucólico ficaria em volta, fazendas.
❖ Athos bulcão - Azulejo.
❖ Bernardo Sayão - Rodovia.
❖ Marianne Peretti - Vitrais.
❖ Israel Pinheiro: Primeiro Prefeito e primeiro presidente da Companhia Urbanizadora da
Nova Capital - Novacap. Localização e execução.
➢ Revista de Brasília - Periódico criado pela NOVACAP.
❖ Candangos, vieram principalmente do Nordeste.
➢ Por volta de 60 mil.
➢ Más condições. Manifestações por melhores condições de trabalho eram
repelidas com violência pela Guarda Especial de Brasília (GEB).
➢ Para abrigar esses trabalhadores, vários núcleos de moradia surgiram em torno do
Plano Piloto.
■ A principal concentração foi a Cidade Livre, atual Núcleo Bandeirante.
➢ Estado que mais mandou - MG, segundo GO, depois Bahia, Pará.
❖ Construção de Brasília enfrentou muitas resistências políticas.
❖ Símbolo do DF - inspirado no palácio da alvorada.
PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE E TOMBAMENTO DO PLANO PILOTO
❖ Foi tombado, em 1990, pelo IBPC, atual Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico
Nacional – IPHAN. Mesma área do tombamento da UNESCO.
❖ Em 1987, Brasília foi inscrita na Lista do Patrimônio Cultural da Humanidade, da
Organização das Nações Unidas para a Cultura, Ciência e Educação (UNESCO).
➢ pedido formalizado pelo governador José Aparecido, que na época mobilizou
diplomatas da delegação brasileira da Unesco e da embaixada do Brasil na
França
Página123456