A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Arbitragem

Pré-visualização | Página 2 de 2

A capacidade é um instituto de direito civil, sendo um termo genérico. De fato, toda
pessoa é dotada de personalidade jurídica, ou seja, de capacidade de ser titular de
direitos e obrigações. Todavia, a capacidade tratada pela Lei de Arbitragem não é a
capacidade de direito, mas sim a capacidade de exercício pessoal dos direitos ou
também chamada capacidade de fato, que já contém a capacidade de gozo dos direitos.
Com relação à capacidade, assinale a alternativa correta.
Escolha uma:
a. A capacidade civil não está atrelada à personalidade no Direito contemporâneo.
b. A personalidade é atribuída somente às pessoas jurídicas.
c. A capacidade se desdobra em capacidade de direito e capacidade de fato. 
d. Nem todo ente a quem se atribui personalidade jurídica tem capacidade de
direito.
e. Nenhuma das alternativas anteriores.
Sua resposta está correta.
A resposta correta é: A capacidade se desdobra em capacidade de direito e capacidade
de fato..
A arbitragem no direito comercial tem como maior beneficiado o direito comercial
internacional, por conta da enorme força vinculante dos usos e dos costumes desse
ramo. Como esse ramo do direito é muito dinâmico e prático, possui normas que visam
proteger a empresa e seu lucro, e a arbitragem é o meio mais rápido e dinâmico. No que
diz respeito à cláusula compromissória no direito comercial, assinale a alternativa
correta.
 
Escolha uma:
a. A Lei nº 19.410/2000 acrescentou que o estatuto da sociedade pode estabelecer
que as divergências entre os acionistas e a companhia, ou entre os acionistas
controladores e os acionistas minoritários, não poderão ser solucionadas mediante
arbitramento.
b. A cláusula compromissória constante do estatuto social deve ser explícita quanto
às partes e às relações societárias entre elas e sobre os limites da competência
arbitral. 
c. A cláusula compromissória adquire caráter associativo.
d. A questão fundamental no que diz respeito à cláusula compromissória estatutária
não gira em torno da identificação das pessoas que se vinculam a ela.
e. Nenhuma das alternativas anteriores.
Sua resposta está correta.
A resposta correta é: A cláusula compromissória constante do estatuto social deve ser
explícita quanto às partes e às relações societárias entre elas e sobre os limites da
competência arbitral..
21/06/2021 PROVA
https://moodle.universoead.com.br/mod/quiz/review.php?attempt=915715 6/7
Questão 9
Correto
Atingiu 0,60 de
0,60
Com relação à validade, a arbitragem pode ser interna ou internacional. A Lei da
Arbitragem prescreve o critério territorial para o fim de classificar as decisões arbitrais
internas e internacionais. A princípio, não há diferença entre arbitragem interna e
arbitragem internacional, visto que ambas se ocupam da solução de litígios, mediante
aplicação de regras previamente escolhidas pelas partes. Sobre essas formas de
arbitragem, assinale a alternativa correta.
Escolha uma:
a. Considera-se sentença arbitral estrangeira toda aquela que não foi proferida fora
do território estrangeiro.
b. A arbitragem interna ou nacional é aquela aplicável nas relações entre
particulares sem qualquer conexão com sistemas jurídicos estrangeiros. 
c. A arbitragem internacional se realiza em um foro submetido a qualquer legislação
estatal, uma lei procedimental e material totalmente despregada de qualquer
referencial a um Estado.
d. A determinação da nacionalidade de uma arbitragem não tem nenhuma
importância, pois não permite identificar o procedimento a ser seguido na execução
do laudo arbitral.
e. Nenhuma das alternativas anteriores.
Sua resposta está correta.
A resposta correta é: A arbitragem interna ou nacional é aquela aplicável nas relações
entre particulares sem qualquer conexão com sistemas jurídicos estrangeiros..
21/06/2021 PROVA
https://moodle.universoead.com.br/mod/quiz/review.php?attempt=915715 7/7
Questão 10
Correto
Atingiu 0,60 de
0,60
A expressão “meios alternativos de resolução de conflitos” é relativamente recente, se
desenvolvendo nos Estados Unidos, a partir da década de 70, apresentando-se como
alternativa ao provimento jurisdicional estatal e, posteriormente, difundida em vários
países para designar todos os processos de resolução de disputas, não existindo
nenhum tipo de intervenção de autoridade judicial. Com relação à criação dos meios
alternativos, é correto afirmar:
I. Nos Estados Unidos, os mecanismos alternativos de solução de conflitos são
utilizados em larga escala.
II. Ao mesmo tempo em que se aumenta o conhecimento dessa necessidade de
pacificação, cresce a percepção de que o Estado tem falhado na sua missão
pacificadora.
III. O processo é extremamente formal, garantindo às partes a garantia de legalidade e
imparcialidade no exercício da jurisdição.
IV. O custo do processo não é um dos motivos que justificam a utilização de meios
alternativos.
Assinale a alternativa correta se:
Escolha uma:
a. Somente as afirmativas I, II e IV estão corretas.
b. Somente as afirmativas II, III e IV estão corretas.
c. Somente as afirmativas I, II e III estão corretas. 
d. Somente as afirmativas I, III e IV estão corretas. 
e. Nenhuma das alternativas anteriores.
Sua resposta está correta.
A resposta correta é: Somente as afirmativas I, II e III estão corretas..

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.