Aula 02 - A célula em divisão
16 pág.

Aula 02 - A célula em divisão

Disciplina:BIOLOGIA GERAL I127 materiais1.067 seguidores
Pré-visualização3 páginas
resta-

belecido em cada uma das células-fi lhas.

Figura 2.14: As principais etapas da divisão de uma célula vegetal.

Complexo de Golgi Parede celular da célula-mãe

Banda de microtúbulos

Microtúbulos do fuso

Microtúbulos ligados

ao fragmoplasto

PlasmodesmasMicrotúbulos corticais

Placa crivada primordial

Vesículas derivadas do Golgi

Telófase

Citocinese

G1
G2

G1

CEDERJ 37

A
U

LA

2
M

Ó
D

U
LO

 1

A DIVISÃO NOS PROCARIOTOS

Nas bactérias, a divisão celular é chamada fi ssão binária e é muito

mais simples (e rápida) que nos eucariontes. O processo se resume na

duplicação do cromossomo único da bactéria. O cromossomo duplicado

é translocado para o pólo oposto da célula e uma invaginação da

membrana bacteriana separa a bactéria em duas. Essa fi ssão depende

de uma proteína, a FtsZ, que possui algumas semelhanças com a tubulina

de eucariotos e forma um anel que se contrai, orientando o crescimento

da parede bacteriana na fenda que se forma, resultando na fi ssão binária

(Figura 2.15).

Figura 2.15: Principais etapas da divisão de uma célula procarionte.

(1) O DNA se distribui em

um único cromossomo.

(2) Esse cromossomo

se duplica a partir de

um ponto de origem.

A célula também cresce.

(3) Uma vez duplicados,

os pontos de origem

migram para pólos opos-

tos na célula bacteriana.

(4) A membrana se inva-

gina e uma nova parede

bacteriana forma-se,

(5) separando as duas

células-fi lhas.

BIOLOGIA CELULAR II | A célula em divisão

CEDERJ38

Entre a divisão celular bacteriana e a mitose, na qual um aparelho

mitótico sofi sticado é montado a partir do citoesqueleto, várias etapas

adaptativas aconteceram. Ainda hoje existem organismos em que a divisão

celular parece representar estágios intermediários dessa evolução.

x�Em alguns dinofl agelados (um tipo de alga), o envoltório

nuclear não se desfaz. Na verdade, nesses organismos a segregação dos

cromossomos depende da adesão à membrana interna do núcleo.

x�Em alguns protozoários, o fuso mitótico se forma através de

um túnel, e o envoltório nuclear não se desfaz, mas alguns microtúbulos

penetram no núcleo, ligando-se aos cromossomos.

x�Em algumas leveduras (fungos), o fuso se forma dentro

do núcleo. Essas formas de divisão estão esquematizadas na

Figura 2.16 e são uma demonstração clara das muitas tentativas

que a natureza faz até encontrar o sistema mais eficiente para

replicação de cada organismo.

Bactérias

Cromossomos-filhos aderidos

à membrana plasmática são sepa-

rados pelo crescimento da mesma.

Dinofl agelados típicos

Vários feixes de microtúbulos

passam através de túneis no

envelope nuclear intacto, esta-

belecendo a polaridade da

divisão. Os cromossomos se

movem associados à mem-

brana nuclear interna, sem

aderir aos microtúbulos.

Outros protozoários

Um único feixe de microtúbu-

los forma o fuso que atravessa

o envoltório nuclear, formando

um túnel. Os cromossomos

se ligam pelos cinetócoros

à membrana nuclear e intera-

gem com os pólos pelos

microtúbulos cinetocoriais.

Cromossomo

Membrana plasmática

Cromossomo
Envoltório nuclear

intacto

Microtúbulos

polares

Microtúbulos

cinetocoriais

Centríolos

CEDERJ 39

A
U

LA

2
M

Ó
D

U
LO

 1

R E S U M O

Leveduras e algas diatomáceas

O envelope nuclear permanece intacto;

o fuso se forma dentro do núcleo, asso-

ciado ao envelope nuclear. Cada cinetó-

coro se liga a um único microtúbulo.

Células de animais

O fuso começa a se formar fora do

núcleo. Na prometáfase, o envoltório

se desagrega e os cromossomos

podem se ligar a microtúbulos do fuso.

Figura 2.16: Formas de divisão de vários organismos.

x�Quando a fase M (mitose) se inicia, os cromossomos e os centrossomos já foram

duplicados, nas fases S e G2.

x�Na prófase, os dois centrossomos se separam e começam a se dirigir para

pólos opostos da célula. Os cromossomos também iniciam o processo de

individualização.

x�A prometáfase é a fase em que o envoltório nuclear se fragmenta e alguns

microtúbulos do fuso capturam os cromossomos.

x�Os cromossomos duplicados permanecem unidos pelo centrômero. Um complexo

de proteínas ao redor do centrômero constitui o cinetócoro. Os cromossomos se

ligam ao fuso sempre pelo cinetócoro.

x�Forças antagônicas, exercidas pelos microtúbulos que partem dos pólos, levam os

cromossomos para o plano equatorial da célula, formando a placa metafásica.

x�A enzima separase corta a ligação entre as cromátides-irmãs e cada uma delas

se dirige a um dos pólos. Essa separação é essencial para a anáfase.

x�Na anáfase, dois mecanismos levam ao afastamento das cromátides-irmãs: a

despolimerização dos cromossomos cinetocoriais e o deslizamento, mediado por

proteínas motoras, entre os cromossomos sobrepostos.

x�Na telófase, novo envoltório nuclear se forma em torno de cada núcleo-fi lho e

o citoplasma se contrai no plano equatorial. Os microtúbulos do fuso predizem o

local onde o anel contrátil, formado por actina e miosina, se formará, levando à

separação das células-fi lhas.

Microtúbulos

polares
Microtúbulos
cinetocoriais

Microtúbulos polares Microtúbulos cinetocoriais

Centríolos

Fragmentos do envelope nuclear

BIOLOGIA CELULAR II | A célula em divisão

CEDERJ40

EXERCÍCIOS

1. Qual o principal objetivo da divisão celular?

 2. Quais são as fases tradicionalmente estabelecidas para descrever a divisão

 celular?

3. Em que etapa do ciclo celular ocorre:

 a) Duplicação dos cromossomos?

 b) Condensação dos cromossomos?

 c) Duplicação dos centrossomos?

 d) Formação do fuso mitótico?

 e) Migração dos cromossomos para o equador da célula?

 f) Formação da placa metafásica?

 g) Migração dos cromossomos para os pólos?

 h) Desagregação e reorganização do envoltório nuclear?

4. Qual o papel das seguintes proteínas que participam da divisão celular?

 Coesina:

 Condensina:

 Separase:

5. Como os microtúbulos podem participar da mitose?

6. O que é a citocinese?