Instalações Elétricas - NBR 5410(2004) - Instalações Elétricas De Baixa Tensão - Comentada
448 pág.

Instalações Elétricas - NBR 5410(2004) - Instalações Elétricas De Baixa Tensão - Comentada

Disciplina:INSTALAÇÕES ELÉTRICAS744 materiais10.514 seguidores
Pré-visualização50 páginas
± 10% em certos casos. Se forem necessários valores mais precisos, deve-
se recorrer à ABNT NBR 11301.

ABNT NBR 5410:2004

110 © ABNT 2004 ? Todos os direitos reservados

Tabela 45 ? Fatores de agrupamento para linhas em eletrodutos enterrados1)

Cabos multipolares em eletrodutos ? Um cabo por eletroduto

Espaçamento entre eletrodutos (a)Número de
circuitos Nulo 0,25 m 0,5 m 1,0 m

2

3

4

5

6

0,85

0,75

0,70

0,65

0,60

0,90

0,85

0,80

0,80

0,80

0,95

0,90

0,85

0,85

0,80

0,95

0,95

0,90

0,90

0,80

Condutores isolados ou cabos unipolares em eletrodutos 2)?? Um condutor por eletroduto

Espaçamento entre eletrodutos (a)Número de
circuitos

(grupos de dois
ou três

condutores)
Nulo 0,25 m 0,5 m 1,0 m

2

3

4

5

6

0,80

0,70

0,65

0,60

0,60

0,90

0,80

0,75

0,70

0,70

0,90

0,85

0,80

0,80

0,80

0,95

0,90

0,90

0,90

0,90

(a)
Cabos multipolares Cabos unipolares

1) Os valores indicados são aplicáveis para uma profundidade de 0,7 m e uma resistividade térmica do solo de
2,5 K.m/W. São valores médios para as seções de condutores constantes nas tabelas 36 e 37. Os valores médios
arredondados podem apresentar erros de até ±10% em certos casos. Se forem necessários valores mais precisos,
deve-se recorrer à ABNT NBR 11301.
2) Deve-se atentar para as restrições e problemas que envolvem o uso de condutores isolados ou cabos unipolares
em eletrodutos metálicos quando se tem um único condutor por eletroduto.

6.2.5.5.4 As capacidades de condução de corrente indicadas nas tabelas 38 e 39 são válidas para
maneiras de instalar que se enquadrem nos métodos de referência E, F e G, e para:

a) dois condutores carregados (dois condutores isolados, dois cabos unipolares ou um cabo bipolar);

b) três condutores carregados (três condutores isolados, três cabos unipolares ou um cabo tripolar).

Para um número maior de condutores, agrupados, devem ser aplicados os fatores de correção especificados
na tabela 42, quando os condutores forem dispostos em feixe ou num mesmo plano, em camada única; ou
então os fatores de agrupamento da tabela 43, quando os condutores forem dispostos em mais de uma
camada.

ABNT NBR 5410:2004

© ABNT 2004 ? Todos os direitos reservados 111

NOTAS (comuns a 6.2.5.5.3 e 6.2.5.5.4)

1 Os fatores de redução para agrupamento de circuitos são valores médios calculados para as dimensões de
condutores, tipos de cabos e condições de instalação considerados. Deve-se atentar para as notas de cada tabela.
Em alguns casos pode ser desejável um cálculo mais preciso.

2 Os fatores de correção foram calculados admitindo-se um agrupamento de condutores semelhantes igualmente
carregados. Quando um grupo contiver condutores de dimensões diferentes, devem ser tomadas precauções quanto ao
carregamento dos condutores de menor seção (ver 6.2.5.5.5).

6.2.5.5.5 Os fatores de agrupamento indicados nas tabelas 42 a 45 são válidos para grupos de condutores
semelhantes, igualmente carregados. São considerados condutores ?semelhantes? aqueles cujas
capacidades de condução de corrente baseiam-se na mesma temperatura máxima para serviço contínuo e
cujas seções nominais estão contidas no intervalo de três seções normalizadas sucessivas. Quando os
condutores de um grupo não preencherem essa condição, os fatores de agrupamento aplicáveis devem ser
obtidos recorrendo-se a qualquer das duas alternativas seguintes:

a) cálculo caso a caso, utilizando, por exemplo, a ABNT NBR 11301; ou

b) caso não seja viável um cálculo mais específico, adoção do fator F da expressão:

n
F 1=

onde:

F é o fator de correção;

n é o número de circuitos ou de cabos multipolares.

NOTAS

1 O cálculo de fatores de correção para grupos contendo condutores das mais diferentes seções nominais depende da
quantidade total de condutores e da combinação de seções, o que torna virtualmente inviável a elaboração de tabelas de
uso prático, tantas seriam as variáveis envolvidas.

2 A expressão indicada na alínea b) está a favor da segurança e reduz os perigos de sobrecarga nos condutores de
menor seção nominal. Pode, no entanto, resultar no superdimensionamento dos condutores de seções mais elevadas.

6.2.5.6 Número de condutores carregados

6.2.5.6.1 O número de condutores carregados a ser considerado é aquele indicado na tabela 46, de
acordo com o esquema de condutores vivos do circuito. Em particular, no caso de circuito trifásico com
neutro, quando a circulação de corrente no neutro não for acompanhada de redução correspondente na
carga dos condutores de fase, o neutro deve ser computado como condutor carregado. É o que acontece
quando a corrente nos condutores de fase contém componentes harmônicas de ordem três e múltiplos numa
taxa superior a 15%. Nessas condições, o circuito trifásico com neutro deve ser considerado como
constituído de quatro condutores carregados e a determinação da capacidade de condução de corrente dos
condutores deve ser afetada do ?fator de correção devido ao carregamento do neutro?. Tal fator, que em
caráter geral é de 0,86, independentemente do método de instalação, é aplicável então às capacidades de
condução de corrente válidas para três condutores carregados.

NOTAS

1 As tabelas de capacidade de condução de corrente (tabelas 36 a 39) trazem colunas para dois e para três
condutores carregados, mas nenhuma coluna válida especificamente para quatro condutores carregados. Por isso a
determinação da capacidade de condução de corrente para quatro condutores carregados deve ser feita aplicando-se o
fator de 0,86 às capacidades de condução de corrente válidas para três condutores carregados ? sem prejuízo dos
demais fatores de correção eventualmente aplicáveis, como os referentes a temperatura ambiente, resistividade térmica
do solo e agrupamento de circuitos.

C

ABNT NBR 5410:2004

112 © ABNT 2004 ? Todos os direitos reservados

2 Alternativamente, o fator de correção devido ao carregamento do neutro pode ser determinado caso a caso, de
acordo com o método de instalação, assumindo-se que quatro condutores carregados correspondem a dois circuitos de
dois condutores carregados cada. Nessas condições, o fator de correção devido ao carregamento do neutro corresponde
então ao fator de agrupamento válido para dois circuitos e para o método de instalação considerado (os fatores de
agrupamento são dados nas tabelas 42 a 45, de acordo com o método de instalação), e é aplicável às capacidades de
condução de corrente válidas para dois condutores carregados.

3 O fator de correção devido ao carregamento do neutro só é pertinente a circuitos trifásicos com neutro.

4 O fator de correção devido ao carregamento do neutro pode ser dispensado nos casos em que a definição da seção
dos condutores embutir um sobredimensionamento dos condutores de fase, nos níveis mencionados em F.2 e F.3.

5 Sobre dimensionamento do condutor neutro, ver 6.2.6.2.

Tabela 46 ? Número de condutores carregados a ser considerado,
em função do tipo de circuito

Esquema de condutores
vivos do circuito

Número de condutores
carregados a ser adotado

Monofásico a dois condutores 2
Monofásico a três condutores 2
Duas fases sem neutro 2
Duas fases com neutro 3
Trifásico sem neutro 3
Trifásico com neutro 3 ou 41)

1) Ver 6.2.5.6.1.

6.2.5.6.2 Os condutores utilizados unicamente como condutores de proteção (PE) não são considerados.
Os condutores PEN são considerados como condutores neutros.

6.2.5.7 Condutores em paralelo

6.2.5.7.1 Quando dois ou mais condutores forem ligados em paralelo na mesma fase ou polaridade, isso
não deve comprometer o atendimento de 6.2.5.2.1. Para tanto:

a) devem ser tomadas medidas que garantam igual divisão de corrente entre os condutores em paralelo,
conforme 6.2.5.7.2; ou

b) realizado um estudo específico sobre a divisão da corrente entre os condutores em paralelo, de modo
que o atendimento de 6.2.5.2.1 possa ser equacionado para cada condutor, individualmente.

6.2.5.7.2 A exigência apresentada na alínea a) de 6.2.5.7.1 é considerada atendida se os condutores em
paralelo tiverem a mesma constituição, a mesma seção