Pré-visualização4 páginas
redução dessa produção.

Pequenos ruminantes
Os pequenos ruminantes são fêmeas estacionais fotoperíodo negativo (dias curtos). Ou seja, a cabra e a ovelha dão cio no inverno normalmente, porque são fêmeas de dias curtos.
Por que: A melatonina nessas espécies estimula a produção de GnRH.
(OBS: notem que não houve mudança no tipo de secreção, o tipo de secreção continua sendo noturna, a mesma coisa, só que no caso dos pequenos ruminantes, essa melatonina acaba por estimular o GnRH, então maior concentração de melatonina estimula o GnRH).

Tanto para eqüinos quanto para pequenos ruminantes podemos trabalhar com a luz artificial porque vc pode antecipar a sazonalidade (a estação dele) usando a luz artificial.
Podemos interferir na sazonalidade dele usando a luz artificial.

Prostaglandina
As prostaglandinas de importância na reprodução
Temos PG em todos os tecidos do corpo, porque a PG’s são produzidas nas inflamações e outros processos, mas vamos ver aqui só as 2 envolvidas com a reprodução.

As PG’s da reprodução são produzidas no útero, mais precisamente pelas glândulas endometriais.
Nas glândulas endometriais eu tenho ácidos graxos. O que vai acontecer: esses ácidos graxos são quebrados por uma enzima chamada fosfolipase A2, então são ácidos graxos de cadeia longa presentes nas glândulas endometriais. A fosfolipase A2 quebra os ácidos graxos de cadeia longa liberando ácido aracdônico. O ácido aracdônico é o precursor direto da PG, ai esse ácido aracdônico vai sofrer ação de uma enzima chamada PG endoperoxidase sintase e sintetiza a PG (não precisa decorar). Os ácidos graxos vão ser quebrados pela fosfolipase A2 liberando ácido aracdonico, ou seja, disponibilizando o acido aracdônico que é precursor direto. Ai vem a enzima e sintetiza a PG.
A ocitocina produzida pelo CL ativa a fosfolipase A2, que começa a quebrar acido graxo liberando ácido aracdônico.

Quais são as PG’s de interesse na reprodução, são 2:
PGE2 e PGF2α
Elas têm mecanismos de ação totalmente distinta

Mecanismo de ação (Função)
A PGE2 é um hormônio que faz a vasodilatação
A PGF2α faz a vasoconstricção
O que acontece: mesmo com mecanismos de ação diferentes, elas têm uma função em comum: a ovulação. Pra que ovule um folículo eu preciso tanto da PGE2 quanto a PGE2 α. Mas é a única vez que elas trabalham em conjunto, por que a partir daí, cada uma tem uma função, que são funções opostas.

Após a ovulação, a PGE2 vai participar pela formação do corpo lúteo (CL)
(ela foi lá, ajudou a ovular junto a PGE2α, ovulou, ai então a PGE2 vai começar a ser responsável pela formação do CL. A PGF2 α fica na dela, porque ela só vai entrar depois quando tiver que fazer lise do CL.
A PGF2α vai entrar depois quando tiver lise do CL.
A PGF2α Tb participa dos processos que envolvem contração, mas não tem uma ação tão potente quanto à contração realizada pela ocitocina, ela participa de uma maneira mais superficial.

Hormônios esteróides
São 3 grupos:
- Estrógenos
- Andrógenos
- Progestágenos

Na fisiologia da fêmea, são importantes estrógenos e progestágenos.

O que acontece:
Esses hormônios têm um ancestral comum, um precursor comum que é o colesterol.
A seqüência de produção de hormônio esteróide é sempre a mesma, a coisa não muda.
Como é: o colesterol vai ser clivado em progestágeno, este por sua vez vai ser transformado em andrógeno, que por sua vez vai ser transformado em estrógeno.
Na via da progesterona, vai dar origem a andrógeno, e os andrógenos que vão dar origem aos estrógenos.
Ao invés de ir na via da progesterona, ela vai pela via da prednisolona que é um progestágeno, ela vai dar origem a resíduos de andosterona que é o andrógeno.
A via de produção é única, por isso vc tem síndrome de masculinização e síndrome de feminização. Um macho consegue fazer síndrome de feminilizacao porque de andrógeno pra estrógeno é um pulo, se ele aumentar essa reação, ocorre a síndrome de feminilização.
Ex. mulher: cisto folicular. A mulher começa a ter pêlos em locais impróprios, espinhas, tudo isso por excesso de andrógeno. O que está acontecendo: Excesso de andrógeno que não está sendo convertido em estrógeno.
	Então, a seqüência de produção é obrigatoriamente a mesma, e o que vai ditar a regra é o ciclo que a fêmea está vivendo. Se ela está no cio, a coisa vai correr pro estrógeno, se ela está gestante vai pro progestageno. Tudo vem do colesterol (por isso que vaca magra não dá cio, porque o animal que não come não tem colesterol, com isso não vai pegar colesterol de reserva).

Estrógenos
Ex: estradiol 17β => sigla E2 (mais famoso, mais presente na circulação, mais potente), estrona (muito presente em égua), estriol. Todos têm função do grupo estrógenos.
Encontramos o estrógeno escrito em trabalhos científicos, livros como E2, é um sinônimo. Ao invés de escrever estrógeno pode usar E2, que é universal isso.

O estrógeno é produzido pelo folículo (no ovário). Como acontece: no ovário, o folículo possui 2 tipos celulares: célula da teca e da célula da granulosa. As células da teca recebem um estímulo do LH, essas células têm reserva de colesterol. Sob estimulo do LH, a célula da teca vai pegar o colesterol que ela tem e transformar em progestágeno, e de progestageno a andrógeno. Só que quando chega aqui, a coisa para, por que a teca não tem a enzima que converte andrógeno à estrógeno. Esse andrógeno então vai passar para célula da granulosa e ai o FSH vai estimular as células da granulosa a converterem esse andrógeno em estrógeno com a enzima aromatase.
O andrógeno é produzido pela célula da teca (célula da teca não tem aromatase, ou seja, não tem a enzima que converte andrógeno em estrógeno). O andrógeno vai passar por difusão pra célula da granulosa, o FSH vem na célula da granulosa estimulando, converter andrógeno em estrógeno porque a célula da granulosa tem aromatase. Porque a célula da granulosa não faz tudo? Porque não tem reserva de colesterol. Então é um verdadeiro trabalho de equipe, precisa 2 tipos celulares (células da teca e células da granulosa) e precisa dos 2 hormônios (LH e FSH -> que juntos são importantes para estimular a síntese de estrógeno). Isso é o que agente chama de “Complexo teca granulosa” que é o complexo de produção de estrógeno.

Função do estrógeno:
Tudo que está relacionada a cio é função do estrógeno. O estrógeno é responsável pelos caracteres sexuais secundários. Maior crescimento da mama, maior crescimento da vulva, mudança do corpo, etc. tudo isso é ação do estrógeno. (Puberdade)
(Cuidado: quando tem a gravidez, a mama também aumenta, mas isso é ação da progesterona, e não do estrógeno).
O estrógeno é responsável também pelo comportamento do cio. O comportamento de uma fêmea no cio é ela aceita a monta. As mudanças fisiológicas também são do estrógeno, como edema, hiperemia (tem espécies que tem mais hiperemia do que a outra), muco, etc, que são as mudanças físicas do trato reprodutor.
Ela também aumenta a contração uterina, o estrógeno sensibiliza receptores ocitocina. O estrógeno não contrai, quando ele está presente é como se ele criasse mais receptores pra ocitocina no útero, e a ocitocina tem mais lugares pra agir.
O estrógeno também regula a secreção de FSH e LH, como ele faz: estrógeno aumentado inibe FSH (mas o FSH continua sendo liberado) e estimula o LH.
O estrógeno faz vasodilatação

Progestágenos
O mais conhecido e o mais importante é a progesterona que é mais conhecida pela sigla P4. A progesterona é produzida pelo corpo lúteo, e também é produzida pela placenta.
A progesterona tem uma ação oposta ao estrógeno (hormônio do cio), a progesterona é o hormônio da gestação. Então tudo que ela faz, é em pro a gestação.
A progesterona faz vasoconstricção (já o estrógeno faz vasodilatação)
A progesterona tem como função: preparação do endométrio pra receber o embrião. Outra coisa que ela faz: Ela inibe a motilidade uterina, inibindo o receptor de ocitocina. Por que: se contrair, ela aborta, é expulsão, então não pode contrair fêmea gestante, a não ser se estiver parindo.
A progesterona também é responsável