Pré-visualização4 páginas
a hemorragia do metaestro na vaca. A vaca passa de uma concentração alta de estrógeno, e em 18 horas ela faz o cio, com isso a concentração de estrógeno despenca e começa a aumentar a de progesterona, os efeitos do estrógeno são vasodilatação e hiperemia. De repente o estrógeno diminui e progesterona sobe, os vasos voltam ao normal para depois sofrerem a vasoconstricção, mas o sangue não consegue voltar, então ele extravaza. Não é menstruação, é um extravasamento de sg das veias periféricas pq eles retornam muito rápido ao tamanho normal. O sangramento pode ser mais discreto em uma vaca do que em outro.

Diestro
Vai durar em média 16 dias (pra fechar 21 dias).
Tudo igual.
Vaca não possui a fase anestro! Então quando termina a fase diestro ela tem que entrar na fase proestro, e pra entrar no proestro ela não pode ter CL, então aqui (diestro) começa a lise do CL, pq quando termina o diestro ela tem que voltar para o proestro. No proestro ela termina a lise.
No final do diestro ela inicia a lisa o CL, pq terminou o diestro ela tem que voltar para o proestro.
No proestro dela ela finaliza a lise do CL.

Égua
Poliestrica estacional
Fotoperíodo positivo
Intervalo entre cios: 21 dias.

A égua não tem proestro.
A primeira fase do ciclo estral da égua é o estro, que dura em media 7 dias.
(na vaca tinha um estro que durava em media 18 horas, na égua dura 7dias.)

No proestro teria que ter o inicio do desenvolvimento folicular, mas na égua, o estro engloba tudo, faz o inicio até o final do desenvolvimento folicular. Eu não chamo essa fase de proestro porque ela aceita a monta. O que demarca a fase é o comportamento. A égua faz 7 dias de estro, desde o 1º dia ela está aceitando a monta.
O estro da égua engloba o inicio do desenvolvimento folicular e o final do crescimento folicular.
Estrógeno aumentando esse período todo.
Comportamento de aceitar a monta.
O estrógeno vai aumentando esse período todo, e o comportamento de aceitar a monta o tempo todo.
A égua não monta outra égua, se montar é patologia, não tem esse comportamento.
A égua ovula no estro, então ela em 7 dias inicia o crescimento folicular, o folículo chega ao máximo do seu tamanho, fica maduro e ovula. A ovulação acontece no estro dela.
Ela ovula de 24-48 horas antes do final do cio, então do 5º ao 7º dia do cio ela pode ovular.

Imagina que a égua ovulou no 5º dia, ela vai dar cio em media até o 7º dia. Esse folículo que ovulou, tem que se diferenciar em CL, e a égua não tem metaestro. Porque logo quando ela ovula (assim como nas outras espécies) ela tem inicio da formação do CL, como ela ovula ainda no cio, aceitando a monta, ela não tem metaestro pq ela tem ovulação e inicio da formação do CL.
A égua não tem a fase metaestro.
Como ela ovula ainda aceitando a monta, ela tem a ovulação e inicio da formação do corpo lúteo.

Diestro
Tem em media 14 dias de diestro.
Tudo igual.
Quando a égua termina o diestro dela, ela faz o inicio da lise do CL, pq ela vai voltar para a fase estro.
Então a égua faz estro – diestro – estro – diestro.

A égua tem anestro estacional, que não é uma fase do ciclo, pois o ciclo estral dela é estro e diestro. Quando ela faz anestro, é anestro estacional. É um anestro fisiológico dela, mas não é uma fase do ciclo estral dela.

Outro período da vida reprodutiva dela, mas que não faz parte do ciclo estral dela, que é o período de transição.
Pensa o seguinte: ela fica 6 meses sem dar cio, Sem dar cio: outono e inverno. Ela não pode chegar dia 21 de setembro e ligar um botão e estar no cio, tem que haver uma re-estimulação, uma preparação de todo trato reprodutor de todo o eixo hipotalâmico-hipofisário-gonadal, pois estava tudo parado, essa fase se chama período de transição. É como se ela estivesse “aquecendo os motores”.

Período de transição
É como se ela tivesse “aquecendo os motores”.
O que caracteriza essa fase: crescimento folicular desordenado.
Agente observa os 2 ovários que ficam parecendo um cacho de uva, crescem muitos folículos grandes, mas esses folículos não ovulam, depois regride tudo. Então cresce aquele monte de folículo, e ai regride tudo, ela fica fazendo isso até que aconteça a primeira ovulação. Quando a coisa encaixa, ela ovula.
Essa primeira ovulação demarca a entrada dela na estação reprodutiva, no ciclo estral dela.
Iisso dura aproximadamente em torno de 30 dias.
O período de transição tem um comportamento doido, porque tem vezes que cresce um monte de folículo, a expectativa é que ela tenha estrógeno circulante, então que ela tenha edema, aceita a monta, e depois regride tudo, ai começa a crescer os folículos, ela aceita a monta, tem edema, e ai regride tudo. Não tem um comportamento de mudanças que sejam correlacionadas, varia muito de égua pra égua e de momento pra momento. Porque tem égua dentro do mesmo período de transição que apresenta comportamento diferente.

O período de transição é menor quanto mais luz vc tiver, ou seja, dependente da região que vc está.
Já uma égua em período de transição em dezembro que é verão não pode, está alterado, é uma patologia.

Ciclo estral de Pequenos Ruminantes
 => poliéstricos estacional
Fotoperíodo negativo, vão dar vários cios com estação de menor luminosidade.

Cabra: intervalo entre cios 21 dias.
Ovelha: intervalo entre cios em torno de 17 dias

Ambas apresentam o proestro.

Proestro
Igual, não tem diferença entre essas 2 fêmeas.
Dura em media 48 horas (igual da vaca).

Estro
Já o estro da:
- cabra dura em torno de 48 horas
- o da ovelha é em média 30 horas.

Essas fêmeas ovulam no estro.

Cabra: A característica do comportamento da cabra: fica escandalosa, berra, pula a cerca pra ficar atrás do macho, a cauda fica movimentando rapidamente (fica batendo rápido), fora todos os sinais de edema, muco, etc. na cabra leiteira tem queda de produção.
“segurem seus cabritos, que meu bode está solto!”

Ovelha: não pula a cerca de forma alguma. Pra ela procurar o macho, ele tem que estar no mesmo lote que ela. Ela vai apresentar os sinais de cio, mas não faz essa exarcebação como a cabra faz. Ela procura o macho se ele estiver próximo, ela não tem comportamento de pular a cerca e procurar o macho.
A ovelha libera/produz uma quantidade de muco muito grande, isso é uma característica da ovelha, então não dá pra errar, embora não seja tão exacerbado o comportamento, a quantidade de muco produzida é exacerbada.
Ela ovula no final do cio, então conforme vai diminuindo o muco, eles inseminam a ovelha.

Ambos ovulam no estro, e a ovulacao é sempre no final do cio. Elas não têm metaestro, porque se ela ainda ovula no cio, o inicio da formação do CL acontece no próprio estro.

Diestro
Cabra: 17 dias em media.
Ovelha: 13 dias em media.
Comportamentos, eventos fisiológicos é tudo igual.

Assim como a égua, a cabra e ovelha, tem anestro estacional, que é fisiológico.

Porca
Poliestrica anual
Ou está gestando ou está ciclando.
A porca em anestro é patologia, a não ser que seja um anestro gestacional, quando ela está amamentando os filhotes dela.

Intervalo entre ciclos da porca é de 21 dias.

Proestro
Dura 48 horas. Tudo igual.

Estro
Dura em média 60 horas.
- comportamento: reflexo de tolerância ao homem/macho. Chega por trás da porca pressiona com as 2 mãos o lombo dela. Se ela ficar parada, está no cio, se ela sair é porque não está no cio (não está aceitando o macho). Isso é fácil de identificar.
- todas as espécies multíparas: ela faz várias ovulações, então as ovulações nas espécies multíparas começam (mais ou menos 12 horas após começar o estro) a acontecer logo quando o animal entra em cio. Ela entra em cio, começam as ovulações, ela vai ovulando durante todo o estro (até quase o final do estro).

A porca não tem metaestro.
Conforme ela vai ovulando, aquele que ovulou já começou a formar um CL. Então ela não tem metaestro,já vai tendo inicio da formação do CL no próprio estro.

Diestro
16 dias aproximadamente
Diferença: nenhuma diferença pras outras espécies.

Cadela
Gata