Instalações Elétricas - NBR 14039(2005) - Instalações Elétricas De Média Tensão De 1 0 kV A 36 2 kV - Comentada
241 pág.

Instalações Elétricas - NBR 14039(2005) - Instalações Elétricas De Média Tensão De 1 0 kV A 36 2 kV - Comentada

Disciplina:INSTALAÇÕES ELÉTRICAS722 materiais10.417 seguidores
Pré-visualização50 páginas
disso, o trabalho hoje em curso no âmbito da IEC, visando igualmente à elaboração de uma
norma de média tensão, tem como referência a NFC 13200.

A harmonização com a IEC é natural e necessária, já que a economia globalizada fortalece ainda
mais o papel da normalização internacional. O incremento do comércio mundial e a
internacionalização da economia exigem a adoção de referências técnicas comuns. A experiência do
Mercosul, do qual o Brasil é um dos atores, ilustra bem essa questão. Por decisão comum de todos os
parceiros, as normas técnicas destinadas a reger o comércio de produtos eletroeletrônicos no
Mercosul têm como base a normalização IEC.

A Comissão de Estudo CE 03:064.11 da ABNT tem acompanhado o trabalho do Technical Committee
- TC 99 da IEC, que é o grupo encarregado de elaborar a norma internacional de média tensão. Os
documentos de trabalho produzidos pelo TC 99 são analisados detalhadamente pela comissão
brasileira, que se preocupa em harmonizar, o máximo possível, seus trabalhos com os trabalhos da
IEC. O objetivo é conservar a coerência da nossa nova norma com a futura IEC, indo assim ao
encontro do terceiro princípio mencionado.

Voltar para a Norma

NBR 14039:2005 - Edição Comentada

Copyright 1995/2004 – Target Engenharia e Consultoria S/C Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial.

Av. Alfredo Egidio de Souza Aranha, 75 – 2º andar – CEP: 04726-170 – São Paulo – SP - Tel.: (11) 5641-4655 – Fax: (11) 5641-4750
Site: www.target.com.br E-mail: target@itarget.com.br

Voltar para a Norma

ITEM DA NORMA

1.1 Esta Norma estabelece um sistema para o projeto e execução de instalações elétricas de média
tensão, com tensão nominal de 1,0 kV a 36,2 kV, à freqüência industrial, de modo a garantir
segurança e continuidade de serviço.

COMENTÁRIO 1.1.C

A NBR 14039 contém prescrições relativas ao projeto, à execução, à verificação final e à manutenção
das instalações elétricas a que se aplica.

O limite de aplicação da norma de média tensão é dado pelo valor da tensão em corrente alternada
(CA): o limite inferior é de 1 kV e o limite superior é de 36,2 kV, e, em corrente contínua (CC), o limite
inferior é de 1,5 kV e o superior é de 36,2 kV. Portanto, se em uma determinada instalação na
transformação ou no fornecimento estes limites forem violados, a norma de média tensão deixa de
ser aplicável.

No caso de tensão CA inferior a 1 kV e CC inferior a 1,5 kV, a norma aplicável é a NBR 5410. No caso
dos limites superiores serem violados, não existem normas brasileiras e normas IEC, devendo ser
adotada uma norma estrangeira, como por exemplo, a norma francesa NFC 13200 - que tem validade
até 64 kV -, mas precedido de um acordo entre o proprietário e o projetista da instalação.

Pode-se ter várias instalações, inclusive com normas diferentes, dentro de uma mesma planta.

O caso mais comum é o de receber a alimentação em média tensão e rebaixar para baixa tensão ou
outras tensões nominais, e ainda distribuir na planta em média tensão no nível recebido. Pode-se
também ter o caso de receber em uma tensão mais elevada que 36,2 kV, rebaixar para a faixa de
média tensão, e ainda se ter alimentação de segurança ou cogeração em baixa tensão com elevação
para média tensão. Como pode ser visto na figura 1 C, cada nível de tensão pode ser regido por uma
norma diferente. Os limites estão nos terminais de saída dos transformadores, tanto abaixadores
como elevadores.

NBR 14039:2005 - Edição Comentada

Copyright 1995/2004 – Target Engenharia e Consultoria S/C Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial.

Av. Alfredo Egidio de Souza Aranha, 75 – 2º andar – CEP: 04726-170 – São Paulo – SP - Tel.: (11) 5641-4655 – Fax: (11) 5641-4750
Site: www.target.com.br E-mail: target@itarget.com.br

Figura 1 C

No caso da entrada de energia elétrica, há dois pontos importantes:

? a origem da instalação – o ponto S (indicado na figura 2C);
? e o ponto de entrega – ponto O (indicado na figura 2C).

Figura 2 C

Vale a pena lembrar que, no Brasil, a obrigatoriedade do uso de normas é explicitada em vários textos
legais, como por exemplo:

? Código de Defesa do Consumidor LEI Nº 8.078 - de 11 SET 1990: lei que regula as transações de
compra e venda de produtos e serviços no território nacional.

Seção IV - Das Práticas Abusivas, no Art. 39 - É vedado a fornecedor de produtos ou serviços: VIII
– “colocar, no mercado de consumo, qualquer produto ou serviço em desacordo com as
normas expedidas pelos órgãos oficiais competentes, ou, se normas específicas não
existirem, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas ou outra entidade credenciada
pelo Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial –
CONMETRO”;

? A NR-10 estabelece no item 10.1.2 que “Nas instalações e serviços em eletricidade, devem ser
observadas no projeto, execução, operação, manutenção, reforma e ampliação, as normas
técnicas estabelecidas pelos órgãos oficiais competentes e, na falta destas, as normas
internacionais vigentes.”

Voltar para a Norma

NBR 14039:2005 - Edição Comentada

Copyright 1995/2004 – Target Engenharia e Consultoria S/C Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial.

Av. Alfredo Egidio de Souza Aranha, 75 – 2º andar – CEP: 04726-170 – São Paulo – SP - Tel.: (11) 5641-4655 – Fax: (11) 5641-4750
Site: www.target.com.br E-mail: target@itarget.com.br

Voltar para a Norma

ITEM DA NORMA

1.2 Esta Norma aplica-se a partir de instalações alimentadas pelo concessionário, o que corresponde
ao ponto de entrega definido através da legislação vigente emanada da Agência Nacional de
Energia Elétrica (ANEEL). Esta Norma também se aplica a instalações alimentadas por fonte
própria de energia em média tensão.

COMENTÁRIO 1.2.C

As instalações elétricas de média tensão podem ser alimentadas:

? diretamente em média tensão, por rede pública de média tensão da concessionária, caso típico de
edificações comerciais de grande porte e industriais de médio e grande porte;

? em média tensão, através de subestação de transformação do usuário, caso típico de edificações
de uso industrial de grande porte;

? por fonte própria em média tensão (gerador ou gerador e transformador), caso típico de sistema de
alimentação elétrica de substituição, geração no horário de ponta e geração própria, em qualquer
tipo de edificação.

Voltar para a Norma

NBR 14039:2005 - Edição Comentada

Copyright 1995/2004 – Target Engenharia e Consultoria S/C Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial.

Av. Alfredo Egidio de Souza Aranha, 75 – 2º andar – CEP: 04726-170 – São Paulo – SP - Tel.: (11) 5641-4655 – Fax: (11) 5641-4750
Site: www.target.com.br E-mail: target@itarget.com.br

Voltar para a Norma

ITEM DA NORMA

1.5 Esta Norma aplica-se às instalações novas, às reformas em instalações existentes e às
instalações de caráter permanente ou temporário.

COMENTÁRIO 1.5.C

Em princípio, pode-se entender como “reforma” qualquer ampliação de instalação existente (criação
de novos circuitos, alimentação de novos equipamentos, etc.), bem como qualquer substituição de
componentes que implique em alteração de circuito. A adequação à Norma deve ser feita, no mínimo,
a partir do quadro de distribuição que alimenta o circuito ou circuitos envolvidos, incluindo o quadro e
todos os demais circuitos por ele alimentados.

Voltar para a Norma

NBR 14039:2005 - Edição Comentada

Copyright 1995/2004 – Target Engenharia e Consultoria S/C Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial.

Av. Alfredo Egidio de Souza Aranha, 75 – 2º andar – CEP: 04726-170 – São Paulo – SP - Tel.: (11) 5641-4655 – Fax: (11) 5641-4750
Site: www.target.com.br E-mail: target@itarget.com.br

Voltar para a Norma

ITEM DA NORMA

1.7 A aplicação desta Norma não dispensa o
Edilson Toshio Ito fez um comentário
  • Não amigo está correto. É a de 2005. Veja Emenda 1 e prefácio. pág.239 ao final do pdf.
    0 aprovações
    boateng fez um comentário
  • ta errado essa porra, nao é de 2005 e sim de 2003
    0 aprovações
    Carregar mais