Pré-visualização7 páginas
mais inovadora da Inteligência.
Segundo essas teorias existem três maneiras diferentes de ser inteligente, a inteligência criativa, a inteligência analítica e a inteligência pratica.
A criativa ou capacidade de ir alem dos dados, planear, criar e inventar ideias originais e interessantes que permitam resolver alguns problemas novos.
A analítica ou capacidade para analisar compara e avalia as ideias resolvem problemas conhecidos e tomar decisões.
A pratica ou capacidade para transformar a teoria em pratica as realizações humanas em produções praticas.
A teoria triarquica da inteligência humana explica a teoria entre a inteligência e o mundo interno de um ser. Para promover e desenvolver a criatividade necessitemos de três equilíbrios pra invadir e já

A Teoria das Inteligências Múltiplas
É uma alternativa para o conceito de inteligência como uma capacidade inata, geral e única, que permite aos indivíduos uma performance, maior ou menor, em qualquer área de atuação. Sua insatisfação com a ideia de QI e com visões unitárias de inteligência, que focalizam sobretudo as habilidades importantes para o sucesso escolar, levou Gardner a redefinir inteligência à luz das origens biológicas da habilidade para resolver problemas. Através da avaliação das atuações de diferentes profissionais em diversas culturas, e do repertório de habilidades dos seres humanos na busca de soluções, culturalmente apropriadas, para os seus problemas, Gardner trabalhou no sentido inverso ao desenvolvimento, retroagindo para eventualmente chegar às inteligências que deram origem a tais realizações. E também foi designada na década de 80, A criança que leva mais tempo para dominar uma multiplicação simples, pode aprender melhor a multiplicar através de uma abordagem diferente; pode ser excelente em um campo fora da matemática; ou pode até estar a olhar e compreender o processo de multiplicação em um nível profundo. Neste último exemplo, uma compreensão mais profunda pode resultar em lentidão que parece e pode esconder uma inteligência matemática potencialmente maior do que a de uma criança que rapidamente memoriza a tabuada, apesar de uma compreensão menos detalhada do processo de multiplicação.

Visão da Teoria bem-sucedida

 Capacidade prática é a composição orgânica de inteligência bem sucedida, espírito inovador e inteligência criativa da inteligência de sucesso está intimamente relacionado, portanto, o desenvolvimento da inteligência dos alunos bem sucedido deve tornar-se os novos valores de uma educação de qualidade. 
Primeiro, a teoria da revelação de inteligência bem sucedida da educação de qualidade de alta escola de Inglês.
 Estimular e desenvolver a motivação dos alunos, interesses, personalidade, emoções e outros fatores não intelectuais. Testes de inteligência tradicionais como um 'não intelectual fatores, motivações, interesses, personalidade, emoções e outros fatores, o nível de sucesso visão Inteligência bem-sucedida tem o papel não pode ser ignorado. No ensino, os professores devem prestar atenção à arte de ensinar, inspirar e cultivar o interesse dos alunos na aprendizagem, estimular a sua curiosidade intelectual, e se esforçam para criar uma democracia, igualdade, feliz, animada atmosfera harmoniosa na sala de aula, os professores e estudantes de ressonância emocional, ressonância pensando, aumentando assim a qualidade do ensino.sobre a Austrália, os estudantes não só podem ver em meio geográfico TV da Austrália e os animais únicas, como cangurus, coalas e outros detalhes, e expandiu enormemente sob a orientação de professores. Eles têm um mapa da Austrália, ansiosamente introduz o Sydney Opera House e do Capitão Cook descobriu continente Austrália após linha. Os professores também tem que deslizar, para aproveitar a oportunidade para apresentar a história dos povos indígenas da Austrália antiga, estilo de vida, os costumes, e o que aconteceu com eles, para orientar os alunos para discutir como lidar com os povos indígenas, e como proteger seu patrimônio cultural, e para incentivar os alunos a tentar usar novas frases para expressar ideias. Sempre que terminar esta lição, os alunos são animados, impressionado e aumentou muito a confiança de interesse em aprender e dominar o texto. 

Aula12

AE – Demandas de intervenção na pratica pedagógica. Transtorno de Habilidade em matemática: Discalculia

 Discalculia não é uma doença, nossa mente e o corpo esta constantemente em mudanças dão forma e equilíbrio se adaptando as novas situações. Um estudante pode ter vida normal fora das dificuldades matemáticas especificas embora o problema possa reaparecer na vida adulta, é importante compreender que as avaliações são somente válidas por um tempo relativamente curto,um ano para crianças e adolescente e menos de dois anos para adultos.
Devido as criticas foi criado o DSM um dos objetivos principais do DSM é fornecer uma descrição exata de todos os sintomas médicos de modo que seja consultado por doutores ou profissionais de saúde para que possam fazer um diagnóstico correto.
Observação: Antes que um diagnóstico positivo da discalculia seja feito, causas tais como o ensino inadequado ou incorreto, os problemas com visão, audição ou os danos ou doenças neurológicas e doenças psiquiátricas devem ser eliminadas.
TRANSTORNO DA MATEMÁTICA
Características Diagnósticas
A característica essencial do Transtorno da Matemática uma capacidade para realizar operações aritméticas (medida por testes padronizados, individualmente administrados, de cálculo e raciocínio matemático). A perturbação na matemática interfere significativamente no rendimento escolar ou em atividades da vida diária que exigem habilidades matemáticas em presença de um déficit sensorial, as dificuldades na capacidade matemática excedem aquelas geralmente esta associada caso esteja presente uma condição neurológica, outra condição médica geral ou déficit sensorial, isto deve ser codificado no Eixo III. Diferentes habilidades podem estar prejudicadas no Transtorno da Matemática, incluindo habilidades "lingüísticas" (por ex., compreender ou nomear termos, operações ou conceitos matemáticos e transpor problemas escritos em símbolos matemáticos), habilidades que necessitam ler símbolos numéricos ou aritméticos e agrupar objetos em conjuntos), habilidades de "atenção" (por ex., copiar corretamente números ou cifras, lembrar de somar os números "levados" e observar sinais de operações) e habilidades "matemáticas" (por ex., seguir seqüências de etapas matemáticas, contar objetos e aprender tabuadas de multiplicação).

TRANSTORNO ESPECÍFICO DA HABILIDADE EM ARITMÉTICA
Transtorno implica uma alteração específica da habilidade em aritmética, não atribuí exclusivamente a um retardo mental global ou à escolarização inadequada. A deficiência consiste no domínio de habilidades computacionais básicas de adição, subtração, multiplicação e divisão mais do que as habilidades matemáticas abstratas envolvidas na álgebra, trigonometria, geometria ou cálculo.
Curso
Embora os sintomas de dificuldade na matemática possam aparecer já na pré-escola ou primeira série, o Transtorno da Matemática raramente é diagnosticado antes do final da primeira série, uma vez que ainda não ocorreu suficiente instrução formal em matemática até este ponto na maioria dos contextos escolares. O transtorno em geral torna-se visível durante a segunda ou terceira série. Particularmente quando o Transtorno da Matemática está associado com alto QI, a criança pode ser capaz de funcionar no mesmo nível ou quase no mesmo nível que seus colegas da mesma série, podendo o Transtorno da Matemática não ser percebido até a quinta série ou depois desta.
"A criança que manuseia os objetos, classificando-os em conjuntos, que abotoa sua roupa e percebe simetria, que amarra seu sapato e descobre os percursos do cadarço, mas também a que "arruma" sua mesa ou sua mochila está construindo relações, ainda que não seja a mesma lógica que "faz sentido ao adulto". Para jogos voltados para essa inteligência,