A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Celulas de defesa - Leucocitos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Células de defesa
Neutrófilos
- Representam aproximadamente 0 –
1% dos leucócitos do sangue circulante
normal.
- Podem contribuir para as
reações de hipersensibilidade imediata
com liberação de histamina.
- Representam de 4 a 8% dos leucócitos
circulantes.
- Os Monócitos circulam na corrente
sanguínea durante cerca de 1-3 dias e, em
seguida, movem-se para os tecidos por
todo o corpo.
- É o Macrófago circulante da corrente
sanguínea
- Fagócito
- Aproximadamente 65% dos
leucócitos do sangue circulante normal.
- Estão entre as primeiras células a
migrarem dos vasos para os tecidos
atraídos por quimiocinas.
- Defesa contra infecções bacterianas.
- Em condições normais, os neutrófilos
são eliminados da circulação e dos tecidos
inflamados por apoptose (vida curta)
- Aproximadamente 4% dos leucócitos
do sangue circulante normal.
- Importantes no combate a infecções,
sendo sua ação antiparasitária (helmintos).
- São também importantes nas reações
alérgicas e asma.
- Liberação do conteúdo de seus grânulos
para o meio extracelular e pela fagocitose
de complexo antígeno-anticorpo
Eosinófilos
Basófilos
Monócitos
Células de defesa
Macrófagos
- DCs
- Na inflamação atuam como células
apresentadoras de antígenos (APCs) .
- Fagócitos (pele e mucosas)
- Vírus, bactéria, célula tumoral.
- A maior parte dos autores concorda
que os linfócitos T, B e células NK se
originam de um precursor comum
- Quando madura atua em atividades
citotóxicas virais e tumorais
- É uma célula de defesa específica
- Pode permanecer em tecidos por meses
ou anos
- Em inflamações atua como células
apresentadoras de Antígenos (APCs) à
linfócitos após processamento do material
de digestão para indução da resposta
Imune
- Atua no processo de fagocitose de restos
celulares e de microrganismos
- Possui espraiamento pelos pseudópodes
(aumento da superfície de contato)
- Encontra-se somente em tecidos e em
volta de vasos sanguíneos
- É participante de reações inflamatórias
- Receptor de alta afinidade para
Imunoglobulina E (IgE)
- Atua na liberação de Heparina
(anticoagulante) e Histamina (vasodilatação
em processos alérgicos) além de aumentar
a permeabilidade vascular
Mastócitos
Células dendriticas
Células NK
Células de defesa
Linfócitos B
- Presente na Imunidade Específica e na
imunidade Humoral
- Sua maturação ocorre no Timo, após
maduros deixam o Timo e caem na
circulação sanguínea
- Induz à apoptose de células invadidas
por vírus, bactérias ou por câncer
- Subtipos Auxiliares (Th e CD4) e
Subtipos Citotóxicos (CD8)
• LINFÓCITO CD4 (Th)
- Orquestram outras células de resposta
Imune na irradicação de patógenos
- Importante na ativação dos Linfócitos
B, Macrófagos e Linfócitos CD8
• LINFÓCITO CD8
- Envolvidos principalmente em
respostas antivirais e em atividades
antitumorais
- Sua maturação ocorre na Medula Óssea
e ao seu término migram para os órgãos
linfoides secundários
- Responsável pela Imunidade Humoral
- Atua na produção e liberação de
anticorpos contra antígenos (Ag)
- Após sua ativação eles sofrem
diferenciação em Plasmócitos e Células B
de memória
- Encontra-se somente em tecidos e em
volta de vasos sanguíneos
- É participante de reações inflamatórias
- Receptor de alta afinidade para
Imunoglobulina E (IgE)
- Atua na liberação de Heparina
(anticoagulante) e Histamina (vasodilatação
em processos alérgicos) além de
aumentar a permeabilidade vascular
Plasmocito
Linfócitos T
Resumindo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.