A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Células do sangue - Globulos vermelhos e globulos brancos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Células do sangue
Introdução • Leucograma: composto pela
avaliação morfológica e contagem total e
diferencial de leucócitos.
• Plaquetas: avaliação morfológica e
contagem de plaquetas auxiliando a
interpretação da hemostasia.
Pode-se mensurar por refratometria as
proteínas totais plasmáticas, que auxiliam
na interpretação de diversas situações
fisiológicas e patológicas.
São classificados como
polimorfonucleares e mononucleares.
Polimorfonucleares: têm núcleo
condensado e segmentado. São células
comumente referidas como granulócitos
porque contém grande número de
grânulos citoplasmáticos.
Mononucleares: no sangue são
classificados como linfócitos e monócitos.
Estas células têm menor número de
grânulos citoplasmáticos que os
granulócitos, sendo classificados como
aglanulocitos
As células do sangue são divididas em 3
grupos
• Glóbulos vermelhos.: Os eritrócitos
(glóbulos vermelhos ou hemácias) são
responsáveis pelo transporte do oxigênio
dos pulmões para todos os tecidos do
corpo.
• Plaquetas.: As plaquetas são células
pequenas responsáveis pela coagulação
sanguínea.
• Glóbulos brancos:. Os leucócitos ou
glóbulos brancos são células de defesa,
que ajudam o organismo a combater
infecções.
Exame de sangue mais solicitado devido à
sua praticidade, economia e utilidade na
clínica. Está dividido em três partes:
• Eritrograma: que compreende o
hematócrito, dosagem de hemoglobina e
a avaliação morfológica e contagem total
de eritrócitos.
Hemograma
Classificação dos leucócitos
Células do sangue
Hemácia
• Leucócitos granulocitos
polimorfonucleares
• Seu núcleo apresenta de dois a cinco
lobos.
• Quando a célula ainda é jovem,
apresenta o núcleo em forma de
bastonete.
• Atua na defesa do organismo,
fagocitando pequenas partículas.
• São os leucócitos mais abundantes,
podendo chegar a 75% dos leucócitos
presentes no sangue.
• Apresentam núcleos bilobados e são
do mesmo tamanho ou um pouco
maiores que os neutrófilos, entretanto,
são encontrados em uma quantidade
bem menor que os neutrófilos.
• Essas células são produzidas na
medula óssea
• Apresentam a forma de um disco
bicôncavo e são anucleadas.
• Elas apresentam grande quantidade
de hemoglobina, uma proteína que
apresenta ferro em sua constituição
• É responsável principalmente pelo
transporte de oxigênio.
• Não são células e, sim, fragmentos
citoplasmáticos de células especializadas
da medula óssea, os megacariócitos.
• Elas são anucleadas, apresentam a
forma de disco
• Atuam na coagulação sanguínea e
reparo das paredes dos vasos sanguíneos.
Plaqueta
Neutrófilos
Eosinófilos
• Os eosinófilos correspondem a cerca
de 1% a 3% dos leucócitos.
• Uma forma de diferenciá-los dos
neutrófilos é por meio da coloração dos
grânulos ovoides, esses são maiores que
os encontrados nos neutrófilos.
• Apresentam proteínas que têm ação
antiviral, antibacteriana e antiparasitária,
assim, atuam na defesa do organismo
agindo sobre parasitas, além de inativar
substâncias que causam inflamações.
• Apresenta um núcleo grande,
retorcido como a forma da letra “S”.
• Os grânulos dos basófilos geralmente
apresentam filamentos ou partículas
alongadas.
• Os basófilos correspondem a cerca
de 1% dos leucócitos, mas esse número
pode aumentar rapidamente em resposta
a processos inflamatórios.
• O seu aumento de forma persistente
(basofilia), entretanto, pode estar
relacionado a algumas doenças, por
exemplo, a leucemia mieloide crônica e
hipotireoidismo..
Células do sangue
Basófilos
• São os maiores leucócitos
• Representam cerca de até 10% dos
leucócitos circulantes.
• Seu núcleo pode apresentar-se
ovoide ou lobado e apresenta de dois a
três núcleos.
• O aumento do número de monócitos
(monocitose) pode estar relacionado a
alguma doença hematológica, doença
autoimune ou infecção bacteriana.
• Já a sua diminuição (monocitopenia)
pode estar relacionada ao uso de
corticosteroides.
• os linfócitos são células pequenas
com um citoplasma reduzido e
apresentando um núcleo que ocupa
cerca de 90% do conteúdo celular
Monócitos
Eosinófilos
• Correspondem a cerca de 45% dos
leucócitos.
• Podem ser classificados em linfócitos
B e T e apresentar diversos subtipos,
dependendo do tipo de moléculas que
apresentam em sua superfície.
• Atuam na defesa do organismo,
reconhecendo e combatendo moléculas
estranhas.
• O aumento de linfócitos no sangue
(linfocitose) geralmente está relacionado a
infecções virais, podendo estar
relacionado também à leucemia linfoide.
• A sua diminuição (linfopenia ou
linfocitopenia) pode estar relacionada à
imunodeficiência ou ao uso prolongado de
determinado medicamento.
• O sangue é constituído por uma
matriz líquida, denominada de plasma, que
corresponde a cerca de 55% do volume
do sangue.
Células do sangue
• O plasma é a matriz líquida do
sangue, onde estão inseridos os elementos
celulares. O plasma é constituído
principalmente por água, correspondendo
a cerca de 91% de sua constituição, além
de sais inorgânicos e proteínas.
• Uma das funções do sangue é o
transporte de substâncias, assim, no
plasma, podem também ser encontrados
também diversos tipos de nutrientes,
hormônios, gases e resíduos metabólicos.
Entre as funções do plasma sanguíneo,
podemos destacar o transporte de
substâncias e a atuação no equilíbrio
osmótico e ácido-básico.
• Os sais inorgânicos (sódio, potássio,
magnésio, bicarbonato, cálcio e cloreto)
estão presentes no plasma na forma de
íons dissolvidos. Eles são responsáveis pelo
tamponamento do pH, regulação da
permeabilidade da membrana e equilíbrio
osmótico.
• Entre as proteínas, podemos destacar
a presença de imunoglobulinas, albuminas,
fibrinogênio, entre outras. As funções das
proteínas são o transporte de substâncias,
como lipídios, atuando também no
tamponamento de pH, defesa e
coagulação sanguínea
Plasma

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.