A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Sistema imune

Pré-visualização | Página 1 de 2

• Antígenos (Ag) - Substância estranha
que induz uma resposta imune por causar
uma produção de anticorpos e ou
linfócitos sensibilizados que reagem
especificamente com a substância;
imunógeno.
• Anticorpo (Ac) - Também chamados
de imunoglobulinas, são proteínas
produzidas pelos linfócitos B que
reconhecem antígenos e se ligam
especificamente com eles e interagindo
com outras células do sistema imune,
servindo como um adaptador. Existem
cinco classes de anticorpos: IgG, IgA, IgM,
IgD e IgE
• Vacina - É uma imunização ativa e
adaptativa, feita de antígenos (proteínas).
São injetadas no organismo para estimular
a produção de anticorpos. Desencadeia
uma imunidade duradoura
• Soro - É uma imunização passiva,
feito de anticorpos (proteínas). São
injetados para destruir antígenos
presentes no organismo. Desencadeiam
uma imunidade temporária
• Imunidade inata: constitui a primeira
linha de defesa do organismo e
caracteriza-se pela rápida resposta à
agressão, independentemente de
estímulo prévio.
• Imunidade adaptativa: compreende a
linha de defesa específica que é adquirida
após o contato com os patógenos, como
através das vacinas, por exemplo.
• O sistema imune fornece
mecanismos de defesa específicos contra
uma variedade de substâncias estranhas
ao nosso corpo chamadas de antígenos.
• Defesa contra microorganismos e
substâncias estranhas, células neoplásicas
e limpeza do organismo.
• Produz uma enorme variedade de
células e moléculas capazes de
reconhecer e eliminar invasores
• É dividido em inato e adaptativo
• Leucocitos
• Orgãos linfáticos
• Linfa
Conceitos
Sistema imune
Componentes
Introdução
• É o processo de gerar células
sanguíneas brancas (leucócitos) a partir de
células-tronco hematopoéticas
pluripotentes da medula óssea.
• A medula óssea possui dois tipos de
células fonte: a célula totipotente (stem
cell) e a célula multipotente (célula
pluripotente).
• A célula totipotente é a célula de
maior capacidade de diferenciação, sendo,
portanto, a primeira célula do estágio e
auto- renovável.
• Ela forma a célula multipotente que
pode ser dividida em mielóide e linfóide.
Estas células irão dar continuidade a
diferenciação para formar as células do
sangue
• Precursor mieloide forma: Eritrocitos,
plaquetas, monócitos, neutrófilos,
eosinófilos, basófilos e monócitos
• Precursor linfoide forma: Linfocitos B,
linfócitos T e células NK
As barreiras físicas compõem a primeira
linha de defesa do organismo
É o conjunto de barreiras físicas e
bioquímicas que impedem que os
microrganismos provoquem uma
infecção. São também chamadas de
mecanismos de defesa não específicos,
pois defendem o organismo de qualquer
tipo de invasor.
Fatores mecanicos
• Pele:
- Epitélio escamoso  barreira física/
descamação
• Membrana mucosa
- Epitelio não ciliado  peristaltismo
- Epitelio ciliado  elevador mucociliar
- Epiletio  limpeza por secreções
Fatores químicos
• Pele:
- Suor  ácidos graxos
antimicrobianos
• Membrana mucosa:
- HCL  Lagrimas e saliva  Ph
baixo, lisozima, fosfolipase A
- Defensinas  antimicrobianos
- Surfactantes  opsoninas
Fatores biológicos
• Pele e membranas mucosas:
- Flora normal  Substancias
antimicrobianas, competição por
nutrientes e colonização
Leucocitopoese
Sistema imune
Barreiras
Sistema imune inato
• Neutrofilos
- Aproximadamente 65% dos
leucócitos do sangue circulante normal.
- Estão entre as primeiras células a
migrarem dos vasos para os tecidos
atraídos por quimiocinas.
- Defesa contra infecções bacterianas.
- Em condições normais, os neutrófilos
são eliminados da circulação e dos tecidos
inflamados por apoptose (vida curta)
• Eosinofilos
- Aproximadamente 4% dos leucócitos
do sangue circulante normal.
- Importantes no combate a infecções,
sendo sua ação antiparasitária (helmintos).
- São também importantes nas reações
alérgicas e asma.
- Liberação do conteúdo de seus
grânulos para o meio extracelular e pela
fagocitose de complexo antígeno-
anticorpo.
• Leucócitos do sangue: Neutrófilos,
Eosinófilos, Basófilos, Monócitos, Células T,
Células B e Células NK
• Leucócitos de tecidos: Eosinófilo
Tissular, Mastócito, Macrófago (histiócito),
Linfócito T, Plasmócito e Célula NK
• Granulócitos: Neutrófilos, Eosinófilos e
Basófilo
• Agranulocitos:: Monócitos, Células T,
Células B e Células NK
• Células mononucleares: Monócitos,
Células T, Células B e Células NK
• Celulas polimorfonucleares :
Neutrófilos, Eosinófilos e Basófilo
• Linfócitos: Células T, Células B e
Células NK
• Fagócitos: Neutrófilos e Monócitos
Sistema imune
LeucócitosNomenclaturas
Sistema imune inato
• Basofilos
- Representam aproximadamente 0 –
1% dos leucócitos do sangue circulante
normal.
- Podem contribuir para as
reações de hipersensibilidade imediata
com liberação de histamina.
• Monocitos
- Representam de 4 a 8% dos leucócitos
circulantes.
- Os Monócitos circulam na corrente
sanguínea durante cerca de 1-3 dias e, em
seguida, movem-se para os tecidos por
todo o corpo.
- É o Macrófago circulante da corrente
sanguínea
- Fagócito
• Macrofagos
- Pode permanecer em tecidos por
meses ou anos
- Em inflamações atua como Células
Apresentadoras de Antígenos (APCs) à
Linfócitos após processamento do
material de digestão para indução da
Resposta Imune
- Atua no processo de fagocitose de
restos celulares e de microrganismos
- Possui espraiamento pelos
pseudópodes (aumento da superfície de
contato)
• Mastócito
- Encontra-se somente em tecidos e
em volta de vasos sanguíneos
- É participante de reações
inflamatórias
- Receptor de alta afinidade para
Imunoglobulina E (IgE)
- Atua na liberação de Heparina
(anticoagulante) e Histamina (vasodilatação
em processos alérgicos) além de
aumentar a permeabilidade vascular
Sistema imune
• Celula dendritica
- DCs
- Na inflamação atuam como células
apresentadoras de antígenos (APCs) .
- Fagócitos (pele e mucosas)
- Vírus, bactéria, célula tumoral...
• Células NK (natural killer)
- A maior parte dos autores
concorda
que os linfócitos T, B e células NK se
originam de um precursor comum
- Quando madura atua em atividades
citotóxicas virais e tumorais
- É uma célula de defesa específica
Sistema imune
Sistema imune adaptativo
• Linfocitos
- Divididos em linfócitos T e B
- Linfócito B
- Sua maturação ocorre na Medula
Óssea e ao seu término migram para os
órgãos linfoides secundários
- Responsável pela Imunidade Humoral
- Atua na produção e liberação de
anticorpos contra antígenos (Ag)
- Após sua ativação eles sofrem
diferenciação em Plasmócitos e Células B de
Memória
- Linfócito T
- Presente na Imunidade Específica e
na imunidade Humoral
- Sua maturação ocorre no Timo,
após maduros deixam o Timo e caem na
circulação sanguínea
- Induz à apoptose de células invadidas
por vírus, bactérias ou por câncer
- Subtipos Auxiliares (Th e CD4) e
Subtipos Citotóxicos (CD8)
LINFÓCITO CD4 (Th)
- Orquestram outras células de
Resposta Imune na irradicação de patógenos
- Importante na ativação dos Linfócitos
B, Macrófagos e Linfócitos CD8
LINFÓCITO CD8
- Envolvidos principalmente em
respostas antivirais e em atividades
antitumorais
Existem diversos locais onde há produção
de células linfóides maduras que vão agir
no combate a agressores externos.
Alguns órgãos linfóides se encontram
interpostos entre vasos sanguíneos e
vão dar origem a células brancas na
corrente sanguínea. Outros estão entre
vasos linfáticos, e vão filtrar a linfa e
combater antígenos que chegam até eles
por essa via. Outros ainda podem ser
encontrados fazendo parte da parede de
outros órgãos, ou espalhados pela sua
mucosa. Os tecidos linfóides são
classificados em primários e secundários.
Órgãos linfóides primários: Primários:
representam o local onde ocorrem as
principais fases de amadurecimento dos
linfócitos. O timo e a medula óssea são
tecidos primários, pois é o local onde
amadurecem os linfócitos T e B
respectivamente. Os tecidos primários
não formam células ativas na resposta
imune, formam até o estágio de pró-
linfócitos
• Timo
• Medula óssea
Sistema imune
Órgãos linfoides Órgãos linfóides secundários: são

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.