Saude Do Idoso
60 pág.

Saude Do Idoso

Disciplina:TÓPICOS ESPECIAIS EM FISIOTERAPIA524 materiais3.340 seguidores
Pré-visualização3 páginas
™ As glândulas sudoríparas e sebáceas diminuem - pele seca
e áspera;

™ As glândulas sudoríparas e sebáceas diminuem - pele seca
e áspera;

™ No idoso diminui o número de melanócitos e de alças
capilares - aspecto mais pálido a pele.

™ No idoso diminui o número de melanócitos e de alças
capilares - aspecto mais pálido a pele.

“PROCESSO DE ENVELHECER”““PROCESSO DE ENVELHECERPROCESSO DE ENVELHECER””

SISTEMA NERVOSO CENTRALSISTEMA NERVOSO CENTRAL

- redução de 5 à 10% do peso do encéfalo;
- aumento dos sulcos;
- aumento do tamanho dos ventrículos;
- perda de 50.000 à 100.000 neurônios por dia, a partir dos 50 anos
- presença de placas senis

*neocórtex temporal e frontal,
* hipocampo e área hipocampal.

- redução de 5 à 10% do peso do encéfalo;
- aumento dos sulcos;
- aumento do tamanho dos ventrículos;
- perda de 50.000 à 100.000 neurônios por dia, a partir dos 50 anos
- presença de placas senis

*neocórtex temporal e frontal,
* hipocampo e área hipocampal.

““PROCESSO DE ENVELHECERPROCESSO DE ENVELHECER””

↓ da agilidade, da coordenação, do equilíbrio,
da flexibilidade e mobilidade articular

marcha alterada - propensão a quedas.

↓ da agilidade, da coordenação, do equilíbrio,
da flexibilidade e mobilidade articular

marcha alterada - propensão a quedas.

Alterações da sensibilidadeAlterações da sensibilidade

- O limiar para a dor aumenta
- A sensibilidade dolorosa cutânea e visceral diminui.
- Diminuição da densidade dos receptores periféricos, ou,

deficiência no sistema de transmissão das sinapses centrais.

- O limiar para a dor aumenta
- A sensibilidade dolorosa cutânea e visceral diminui.
- Diminuição da densidade dos receptores periféricos, ou,

deficiência no sistema de transmissão das sinapses centrais.

* SENSIBILIDADE AUDITIVA -
- hipoacusia;

- tolerância a grandes ruídos.

* SENSIBILIDADE AUDITIVA -
- hipoacusia;

- tolerância a grandes ruídos.

* SENSIBILIDADE VISUAL -
- presbiopia : desnaturação de proteínas;
- degeneração da retina
- acuidade visual.

* SENSIBILIDADE VISUAL -
- presbiopia : desnaturação de proteínas;
- degeneração da retina
- acuidade visual.

Sistema ósteo-muscular:Sistema ósteo-muscular:
- Diminuição do sistema colinérgico da excitabilidade do músculo

- Perda de cálcio na matriz óssea;

- Diminuição da espessura do osso compacto - reabsorção óssea
interna; (osteoporose)

- Perda de 10% a 20% da força muscular;
- Maior índice de fadiga muscular;
- Diminuição do tamanho e número das fibras musculares;

- Diminuição da capacidade de regeneração;

- Aumento da rigidez da cartilagem, dos ligamentos e dos tendões.

ALTERAÇÕES DO SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMOALTERAÇÕES DO SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO

- retenção ou incontinência urinária;
( tônus muscular ou alt. em nível medular )

- constipação ou diarréia;
( alt. do controle parassimpático )

- hipotermia;
( do metabolismo e alt. dos reflexos termorreguladores e

da densidade dos receptores periféricos e hipotalâmicos )

- alterações do sono e do sistema límbico.
( catabolismo da serotonina ) .

- retenção ou incontinência urinária;
( tônus muscular ou alt. em nível medular )

- constipação ou diarréia;
( alt. do controle parassimpático )

- hipotermia;
( do metabolismo e alt. dos reflexos termorreguladores e

da densidade dos receptores periféricos e hipotalâmicos )

- alterações do sono e do sistema límbico.
( catabolismo da serotonina ) .

Estatísticas

• Segundo a OMS, após os 70 anos,
30% dos idosos são portadores de
alguma patologia crônica.

• Desses, cerca de 50% têm algum tipo
de limitação ou incapacidade física.

Os 5 “Is”

ImobilidadeImobilidade

InsuficiênciaInsuficiência
cognitivacognitiva

InstabilidadeInstabilidade
e e quedasquedas

IncontinênciaIncontinência

IatrogeniaIatrogenia

PÓS-GRADUAÇÃOPÓS-GRADUAÇÃO

Morbidade

IINCONTINÊNCIANCONTINÊNCIA
Perda de urina e fezes

involuntariamente.
Ameaça à dignidade das

pessoas.
A incontinência não
costuma motivar a
curiosidade médica.

Perda de urina e fezes
involuntariamente.
Ameaça à dignidade das

pessoas.
A incontinência não
costuma motivar a
curiosidade médica.

Morbidade

Incontinência Urinária:

Repercussão na vida social e no psicológico

do idoso
Afeta 30% de indivíduos idosos

da comunidade.

50% de institucionalizados

Alto custo

Pode ser tratada desde que a
causa seja pesquisada.

Incontinência Urinária:

Repercussão na vida social e no psicológico

do idoso
Afeta 30% de indivíduos idosos

da comunidade.

50% de institucionalizados

Alto custo

Pode ser tratada desde que a
causa seja pesquisada.

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

“AINDA QUE O SUCESSO
TERAPÊUTICO SEJA LIMITADO, É

MELHOR DO QUE A ALTERNATIVA
RESULTANTE DA IGNORÂNCIA

DIAGNÓSTICA E TERAPÊUTICA.”

Renato Maia Guimarães
Sinais e Sintomas em Geriatria

“AINDA QUE O SUCESSO
TERAPÊUTICO SEJA LIMITADO, É

MELHOR DO QUE A ALTERNATIVA
RESULTANTE DA IGNORÂNCIA

DIAGNÓSTICA E TERAPÊUTICA.”

Renato Maia Guimarães
Sinais e Sintomas em Geriatria

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

IIMOBILIDADEMOBILIDADE
� Incapacidade de se deslocar sem o auxílio de outra

pessoa, com a finalidade de atender às necessidades da
vida diária.

� A imobilização é caracterizada por sinais e sintomas
que terminam por perpetuar a dependência e favorecer
complicações.

� Efeito dominó das complicações.

� O tratamento isolado se torna um equívoco.

� Incapacidade de se deslocar sem o auxílio de outra
pessoa, com a finalidade de atender às necessidades da
vida diária.

� A imobilização é caracterizada por sinais e sintomas
que terminam por perpetuar a dependência e favorecer
complicações.

� Efeito dominó das complicações.

� O tratamento isolado se torna um equívoco.
CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

Morbidade

IINSUFICIÊNCIA COGNITIVANSUFICIÊNCIA COGNITIVA
OS 3 “D”OS 3 “D”

DELIRIUM

DEMÊNCIA

DEPRESSÃO

CURSO DE FISIOTERAPIACURSO DE FISIOTERAPIA

• “... após os 60 anos há um declínio
perceptível na capacidade cognitiva

(memorização e concentração) porque a
velocidade do sistema nervoso começa a
decrescer. Verifica-se que a capacidade

intelectual do idoso sofre influência da falta
de motivação e dos bloqueios psíquicos. É
necessário que as pessoas idosas sejam
estimuladas para adquirirem novos
conhecimentos e colocá-los em prática...”

LIMA (2000, p.39)

MEMÓRIA

• “... é possível pelo menos em parte, que a
falta de prática das habilidades mentais
provoque um declínio nos sistemas
neuronais pelo desuso. Os idosos ante uma

atividade intelectual intensa têm melhor
memória do que aqueles que se encontram
inativos. Instiga-se que a melhor estratégia
para manter ou recuperar a memória seja
usá-la e treiná-la, tanto através de
atividades culturais quanto de jogos que

facilitam o desenvolvimento da memória.”

STUART-HAMILTON (2002, p. 102 e 104)

* Estudo Longitudinal - Freiras

Morbidade

IINSTABILIDADE POSTURAL NSTABILIDADE POSTURAL
E QUEDASE QUEDAS

Falta de equilíbrio – medo de cair.

A queda deve ser considerada como um “sintoma” em
Geriatria .

Aumento expressivo da mortalidade em idosos que caem.

A Fisioterapia apresenta uma proposta de intervenção
bastante eficaz na prevenção de quedas –
melhora da postura, da marcha, massa muscular e
flexibilidade.

Falta de equilíbrio – medo de cair.

A queda deve ser considerada como um “sintoma” em
Geriatria .

Aumento expressivo da mortalidade em idosos que caem.

A Fisioterapia apresenta uma proposta de intervenção
bastante eficaz na prevenção de quedas –
melhora da postura, da marcha, massa muscular e
flexibilidade.