Fundamentos de Economia - Parte 2

Disciplina:Fundamentos da Economia4.686 materiais52.693 seguidores
Pré-visualização4 páginas
finalidade de manter o equilíbrio nas contas públicas.

Orçamento Moderno: o Estado passa a intervir (pensamento Keynesiano) para corrigir distorções do sistema econômico e estimular programas de desenvolvimento.
Aspectos Institucionais do Orçamento Público: Orçamento Público
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA

46
Princípio da Unidade: cada entidade pública financeiramente auto-suficiente deve possuir apenas um orçamento.

Princípio da Universalidade: o orçamento precisa conter todas as despesas e receitas do Estado.

Princípio do Orçamento Bruto: o orçamento deve conter todas as parcelas da receita e da despesa em valores brutos, sem nenhuma dedução.

Princípio da Anualidade: o orçamento deve ser elaborado para determinado período de tempo, normalmente um ano (funcionamento do Legislativo).

Aspectos Institucionais do Orçamento Público: Princípios Orçamentários
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA

47
Princípio da Não-Vinculação das Receitas: impede a vinculação de receitas, ou seja, nenhuma parte da receita poderá estar vinculada a determinados gastos.

Princípio da Discriminação ou Especialização: as receitas e as despesas devem aparecer no orçamento de maneira discriminada, de forma que fiquem claras a origem e destinação dos recursos.

Princípio da Exclusividade: o orçamento deve conter exclusivamente matérias de natureza orçamentária (não vinculada a outras matérias).

Princípio do Equilíbrio: Orçamento Tradicional vs. Orçamento Moderno
Aspectos Institucionais do Orçamento Público: Princípios Orçamentários
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA

48
Compreende as metas e as prioridades da administração pública federal, incluindo as despesas de capital para o exercício financeiro subseqüente, orienta a elaboração da lei orçamentária anual, dispõe sobre as alterações na legislação tributária e estabelece a política de aplicação das agências oficiais de fomento.
Orçamento Público no Brasil: Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)
Orçamento Fiscal
Orçamento de Investimento
Orçamento da Seguridade Social
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA

49
Instrumento de política fiscal implementado a partir de 1998 com o objetivo de proporcionar o equilíbrio orçamentário do setor público. Estabelece o seguinte:

Limite para as despesas com funcionalismo público – 50% para a União e 60% para Estados e Municípios;

Proibição de socorros financeiros entre União, Estados e Municípios;

Limite de despesas feitas pelos administradores em final de mandato;

Limites de endividamento para União, Estados e Municípios.
Orçamento Público no Brasil: Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA