A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
portfolio em grupo 7 ( GRUPO) pronto

Pré-visualização | Página 3 de 3

de 
sala, participação, interação e organização. Será realizado o teste avaliativo mensalmente 
de forma contextualizada espera-se que cada um cada aluno consiga até o final do ano 
chegar ao objetivo que desejamos 
REFERÊNCIAS 
BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular: educação é a base. 
Brasília, DF, 2017. Disponível em: 
http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. 
Acesso em: fevereiro. 2021. (etapa de ensino fundamental anos iniciais– p. 5) 
Contação de História AbayomI Parte I - disponível em: https://youtu.be/840YHprHHl8. 
contação da História AbayomI Parte II disponível em: https://youtu.be/oIEYkzO0geo. 
Filme Kiriku e a Feiticeira disponível em: https://youtu.be/duDByEwf1x0. 
 Filme Os Indígenas - Raízes do Brasil #1 disponível em: 
https://www.youtube.com/watch?v=cQkA5PDow2s. 
 
http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf
https://youtu.be/840YHprHHl8
https://youtu.be/oIEYkzO0geo
https://youtu.be/duDByEwf1x0
https://www.youtube.com/watch?v=cQkA5PDow2s
 12 
CONSIDERAÇÕES FINAIS 
 
Certamente pode ser analisado no presente trabalho, o quão importante é, 
introduzirmos e valorizarmos o multiculturalismo como prática social dentro dos 
ambientes educacionais. Para isso podemos compreender que é necessário que 
desde cedo as escolas possam estabelecer tais temas, como rotina das instituições. 
Com isso pode-se perceber que na etapa dos anos iniciais do ensino fundamental não 
pode ser diferente. Pois mesmo que pequenos, estaremos gerando alunos 
competentes, seja no espaço escolar ou social. 
Sendo assim conforme deixamos evidenciado ao iniciarmos o projeto, ficou 
evidente, que a função do pedagogo se torna indispensável para que tais práticas 
possam ser atribuídas ao currículo escolar, e possam tornar-se parte de uma rotina. 
Assim como foi necessário destacarmos, que o profissional atuante desta área, tem 
inúmeras possibilidades e funções acerca do seu diploma, e que para isso deverá 
estar sempre em constantes reformas e avanços no seu currículo. 
Portanto podemos concluir com o trabalho apresentado que, para que possa 
ser incluído nas disciplinas escolares, temas de movimentos teóricos de suma 
importância como esse, devemos desmistificar práticas que envolvam, preconceitos, 
rejeições, silenciamentos e discriminações sejam elas quais forem. Contudo a escola 
sendo esse espaço de formação de opiniões e transformações sociais, é o local ideal 
para iniciar um trabalho como esse através, assim estaremos alcançando não só o 
público alvo, mas como toda comunidade escolar que nos cerca. 
 
 13 
REFERÊNCIAS 
 
BLOG MEU ARTIIGO. Multiculturalismo e Educação. Disponível em: 
https://brasilescola.uol.com.br. Acesso em: fevereiro de 2021. 
 
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares 
Nacionais. Disponível em: https://portal.mec.gov.br. Acesso em: fevereiro de 2021. 
 
Texto 2: BLOG CONSTRUIR NOTÍCIAS. Multiculturalismo e o diálogo na 
Educação. Disponível em: https://construirnotícias.com.br Acesso em: fevereiro de 
2021. 
 
BRASIL ESCOLA, A cultura indígena. Disponível em: 
https://brasilescola.uol.com.br/sociologia/cultura-indigena. Acesso em: fevereiro de 
2021. 
 BRASIL ESCOLA, O multiculturalismo e sua importância na educação 
infantil. Disponível em: https://monografias.brasilescola.uol.com.br/educacao/o-
multiculturalismo-sua-importancia-na-educacao-infantil.htm. Acesso em: fevereiro de 
2021. 
 MOREIRA, Adriele de Lima, FREITAS, Maria Cécilia Martinez Amaro. 
Pedagogias em espaços não escolares e suas principais funções. Disponível 
em: http://repositorio.aee.edu.br/bitstream/aee/1459/1/TCC%202%20Adriele. 
Acesso em: março de 2021. 
DINIZ, Patricia da Silva, DIAS, Ticiana Bomfim Menezes. Pedagogos em 
espaços não escolares. Disponível: https://portal.fslf.edu.br/wp-
content/uploads/2016/12/Pedagogos_em_espacos_nao_escolares. Acesso em: 
março de 2021. 
BATISTA, Carla Schiavianato Batista, ESTACHESKI, Joice. Pedagogia em 
Espaços não Escolares. Londrina: Editora e Distribuidora educacional S. A., 2019. 
 
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394/1996, 
de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. 
Diário Oficial da União. Brasília, DF, 3 dez.1996. Disponível em: 
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em março de 2021. 
 
https://brasilescola.uol.com.br/
https://portal.mec.gov.br/
https://construirnotícias.com.br/
https://brasilescola.uol.com.br/sociologia/cultura-indigena
https://monografias.brasilescola.uol.com.br/educacao/o-multiculturalismo-sua-importancia-na-educacao-infantil.htm
https://monografias.brasilescola.uol.com.br/educacao/o-multiculturalismo-sua-importancia-na-educacao-infantil.htm
http://repositorio.aee.edu.br/bitstream/aee/1459/1/TCC%202%20Adriele
https://portal.fslf.edu.br/wp-content/uploads/2016/12/Pedagogos_em_espacos_nao_escolares
https://portal.fslf.edu.br/wp-content/uploads/2016/12/Pedagogos_em_espacos_nao_escolares
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm
 14 
BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular: 
educação é a base. Brasília, DF, 2017. Disponível em: 
http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_sit
e.pdf. Acesso em: fevereiro de 2021. 
 
 
 
 
http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf
http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.