Exercicios de Fisica
97 pág.

Exercicios de Fisica

Disciplina:Física Teórica I1.404 materiais25.170 seguidores
Pré-visualização35 páginas
é uniforme.

d) o movimento é necessariamente circular.

e) o movimento é retilíneo.

15. (UFJF 2009) Duas pessoas encontram-se em

repouso sobre uma plataforma flutuante, uma em

uma extremidade e a outra na extremidade oposta. A

plataforma está em repouso em águas tranqüilas de

um lago. A pessoa que está na extremidade esquerda

tem massa de 50 kg; a que está na extremidade direi-

ta, 80 kg e a plataforma, 100 kg. As pessoas então se

movem, cada uma com velocidade de 5 m/s em rela-

ção ao lago, a de 50 kg para a direita e a de 80 kg

para a esquerda. Desconsiderando o atrito da plata-

forma com a água, qual será a velocidade adquirida

pela plataforma em relação ao lago?

a) zero

b) 1,5 m/s para a direita.

c) 1,5 m/s para a esquerda.

d) 5 m/s para a direita

e) 5 m/s para a esquerda.

16. (UFJF 2009) Sidiney descansa sob a sombra de

uma goiabeira e observa uma goiaba cair. Ele então

afirma: posso calcular a força que impele a goiaba

em direção ao chão usando a equação dinâmica: F =

m a.

Em relação a essa afirmação de Sidiney, é CORRE-

TO o seguinte comentário:

a) A quantidade m é uma medida da inércia da goia-

ba.

b) A quantidade m é o peso da goiaba.

c) Se a goiabeira estivesse em uma nave em órbita

da Terra, m seria zero.

d) Se a goiabeira estivesse na Lua, m seria menor do

que na Terra.

e) Não podemos utilizar a equação F = m a para esse

caso.

17. (UFJF 2009) O Grande Colisor de Hádrons, ou

LHC (Large Hadron Collider, em inglês), é mais um

componente do complexo de aceleradores do Conse-

lho Europeu para Investigação Nuclear, ou CERN

(Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire, em

francês), que se situa na fronteira da França com a

Suíça. Quando acionado, o LHC produz feixes de

prótons e íons em velocidades que se aproximam da

velocidade da luz. Ele faz com que os feixes coli-

dam uns com os outros e em seguida registra os e-

ventos resultantes dessas colisões. O LHC é um ace-

lerador circular, nele as partículas são impulsionadas

ao redor de um caminho circular e mantidos nesta

trajetória. O perímetro da circunferência do LHC é

de 27,0 km.

Considere, nos cálculos abaixo, a massa do próton

como 1,6 x 10-27 kg e π = 3,14.

Considerando um próton com energia cinética de

125 keV ( = 2,00 x 10-14 J) viajando dentro do LHC

em movimento circular uniforme:

a) Calcule a velocidade deste próton.

b) calcule o período e a freqüência de revolução

deste próton.

c) calcule a força necessária para manter o próton na

trajetória circular.

Respostas 1. c 2. d 3. a 4. b 5. b 6. d 7.

d 8. b 9. a 10. c 11. e 12. b 13. c 14. b

15. b 16. a 17.

1. (UFMA 2009) No circuito abaixo, os valores de

R2 e i2 são, respectivamente:

a) 20Ω; 20ª b) 20Ω; 10A

c) 10Ω; 20ª d) 10Ω; 10A

e) 30Ω; 20A

2. (UFMA 2009) Uma máquina térmica, operando

em ciclos, recebe 800J de calor e realiza 240J de

trabalho por ciclo. Qual sua potência útil em watts,

sabendo-se que a máquina opera com 30 ciclos por

minuto?

a) 300 b) 240

c) 120 d) 360

e) 800

3. (UFMA 2009) Nas comemorações dos 42 anos da

UFMA, um estudante usa uma camiseta que, obser-

vada à luz do sol, apresenta-se amarela, tendo im-

pressa no peito a palavra UFMA-42 em letras ver-

melhas. À noite, num recinto iluminado apenas com

luz monocromática vermelha, essa camiseta será ista

como sendo:

a) preta com letras vermelhas.

b) amarela com letras pretas.

c) vermelha com letras amarelas.

d) preta com letras amarelas.

e) amarela com letras vermelhas.

4. (UFMA 2009) Considere um tubo de comprimen-

to 35 cm, com uma das extremidades fechada e a

outra aberta. Uma fonte sonora introduz nesse tubo

uma onda acústica com velocidade de 340 m/s e

freqüência 1,7 KHz. Quantos nós e quantos ventres

a onda estacionária, gerada no interior do tubo, apre-

senta?

a) 4 nós e 3 ventres b) 4 nós e 5 ventres

c) 3 nós e 4 ventres d) 5 nós e 4 ventres

e) 4 nós e 4 ventres

5. (UFMA 2009) Dois aros de mesmas dimensões

estão dispostos de acordo com a figura abaixo. Am-

bos estão com seus planos perpendiculares ao eixo x

e em equilíbrio mecânico. Um dos aros é isolante e

contém uma carga Q uniformemente distribuída. O

outro aro é condutor e por ele circula uma corrente

constante I. É correto afirmar que:

a) se a carga Q for positiva e o aro isolante girar em

torno do eixo x no mesmo sentido da corrente I, os

aros se atrairão.

b) se a carga Q for positiva e o aro isolante girar em

torno do eixo x no mesmo sentido da corrente I, os

aros se repelirão.

c) se a carga Q for negativa e o aro isolante girar em

torno do eixo x no sentido contrário da corrente I, os

aros se repelirão.

d) se a carga Q for negativa e o aro isolante girar em

torno do eixo x no mesmo sentido da corrente I, os

aros se atrairão.

e) não existirá nenhuma força de repulsão ou de a-

tração entre os aros se o aro isolante girar.

Respostas 1. a 2. c 3. a 4. e 5. a

1. (UFMG 2009) Numa corrida, Rubens Barrichelo

segue atrás de Felipe Massa, em um trecho da pista

reto e plano. Inicialmente, os dois carros movem-se

com velocidade constante, de mesmos módulo, dire-

ção e sentido.

No instante t1, Felipe aumenta a velocidade de seu

carro com aceleração constante; e, no instante t2,

Barrichelo também aumenta a velocidade do seu

carro com a mesma aceleração.

Considerando essas informações, assinale a alterna-

tiva cujo gráfico melhor descreve o módulo da velo-

cidade relativa entre os dois veículos, em função do

tempo.

a)

b)

c)

d)

2. (UFMG 2009) Observe estes quatro sistemas de

roldanas, em que objetos de mesma massa são man-

tidos suspensos, em equilíbrio, por uma força apli-

cada na extremidade da corda:

Sejam F1, F2, F3 e F4 as forças que atuam numa das

extremidades das cordas em cada um desses siste-

mas, como representado na figura.

Observe que, em dois desses sistemas, a roldana é

fixa e, nos outros dois, ela é móvel.

Considere que, em cada um desses sistemas, a rol-

dana pode girar livremente ao redor do seu eixo; que

a corda é inextensível; e que a massa da roldana e a

da corda são desprezíveis.

Considerando-se essas informações, em relação aos

módulos dessas quatro forças, é CORRETO afirmar

que

a) F1 = F2 e F3 = F4. b) F1 < F2 e F3 < F4.

c) F1 = F2 e F3 < F4. d) F1 < F2 e F3 = F4.

3. (UFMG 2009) Um estudante enche dois balões

idênticos  K e L , usando, respectivamente, gás

hélio (He) e gás hidrogênio (H2).

Em seguida, com um barbante, ele prende cada um

desses balões a um dinamômetro, como mostrado

nesta figura:

Os dois balões têm o mesmo volume e ambos estão

à mesma temperatura.

Sabe-se que, nessas condições, o gás hélio é mais

denso que o gás hidrogênio.

Sejam EK e EL os módulos do empuxo da atmosfera

sobre, respectivamente, os balões K e L.

Pela leitura dos dinamômetros, o estudante verifica,

então, que os módulos da tensão nos fios dos balões

K e L são, respectivamente, TK e TL.

Considerando-se essas informações, é CORRETO

afirmar que

a) TK > TL e EK = EL. b) TK < TL e EK = EL.

c) TK < TL e EK ≠ EL. d) TK > TL e EK ≠ EL.

4. (UFMG 2009) Num Laboratório de Física, faz-se

uma experiência com dois objetos de materiais dife-

rentes – R e S –, mas de mesma massa, ambos, ini-

cialmente, no estado sólido e à temperatura ambien-

te.

Em seguida, os dois objetos são aquecidos e, então,

mede-se a temperatura de cada um deles em função

da quantidade de calor que lhes é fornecida.

Os resultados obtidos nessa medição estão represen-

tados neste gráfico:

Sejam LR e LS o calor latente de fusão dos materiais

R e S, respectivamente, e cR e cS o calor específico

dos materiais, no estado sólido, também respectiva-

mente.

Considerando-se essas informações, é CORRETO