ok clin equi 23.05.11
12 pág.

ok clin equi 23.05.11

Disciplina:Clínica Médica Veterinária De Equídeos12 materiais173 seguidores
Pré-visualização4 páginas
esse animal a alguns exames, como por exemplo, da pinça no casco (na região dos talões), teste da cunha (rampa), percussão dolorosa.
	O que é mais efetivo é o teste da cunha. Vc pega o animal, faz uma rampa de madeira e coloca ele 2 minutos nessa posição. Porque junto ao osso navicular passa o TFDP, quando vc coloca ele ali, vc aumenta a tensão do TFDP sobre o osso, com isso a vascularização diminui, e o processo de desmineralização aumenta. Depois de 2 minutos quando vc volta o animal pra posição normal e caminha ele, se ele tiver alteração navicular provavelmente ele vai aumentar essa claudicação. Isso fortalece sua suspeita clinica.
	Vc pode fazer um bloqueio anestésico, na bursa ou na bolsa navicular. Quando vc faz essa infiltração o animal tende a ter a remissão da sintomatologia (da claudicação).
	O que é mais efetivo: radiografia. Vc vai observar as alterações existentes no cavalo com doença navicular. Vc vai ver alterações no osso navicular. As alterações que existem são:
- Formação de cistos (que são áreas mais rarefeitos, área mais escura ao redor do forâmen nutrício)
- Alteração da morfologia do osso navicular, principalmente a superfície flexora que fica em contato com o tendão flexor digital profundo, ela pode ficar irregular. Isso mostra que está tendo perda óssea.
- Fraturas no osso navicular
- Presença de osteófitos

O fato de vc observar alterações no osso navicular não quer dizer que ele tenha doença navicular, vc tem que associar com a clínica.
Ex. se vc pegar um cavalo de 15 anos, ele não vai ter um osso navicular de um cavalo de 5 anos, ele vai ter alterações, agora será que as alterações são compatíveis com a clínica que ele está tendo?

A doença navicular pode afetar os 2 lados, é comum. Ai um dia claudica do direito e outro dia claudica do esquerdo. Mas tem essa alternância na manifestação da clínica.

É fácil vc ver que tem alterações, mas confirmar que o problema é do osso navicular não é tão fácil. Requer vc fazer um bloqueio na bolsa navicular com isso vc sensibiliza o animal e tem a remissão dos sinais. A não ser que vc observe alterações muito severas.

Tratamento
	Pode fazer desde um tratamento mais conservativo na fase aguda, passando pelo uso de antiinflamatórios, gelo. Vc pode depois manter esse tratamento com um anti-agregante plaquetário (ácido acetil salicílico, vc não faz a heparina porque pode causar um quadro de hemorragia severa no animal porque tem que ser monitorado, já o ácido acetil salicílico não). Como é um tratamento prolongado, que vai de 15 dias ou até um pouco mais. 	
É uma doença degenerativa, vc vai ter fase aguda, o animal vai melhorar, etc.
Tem também o ferrageamento próprio pro animal com doença navicular. São as ferraduras fechadas atrás, oval, etc. são as que dão mais apoio ao animal. Também diminui o processo de degeneração.
Nas situações mais drásticas, mais severas, vc pode fazer a neurectomia que pode ser química (que faz com sarapim) faz como se fosse um bloqueio anestésico no ramo digital palmar. Muitos não respondem bem, mas a tendência seria em 6 meses os animais retornarem a claudicação.
Norectomia: faz a ressecção do nervo digital palmar, e ai o animal vai ficar sem sensibilidade na extremidade. O animal fica “desligado”. Problema disso: o problema continua lá, mas ele não está sentindo dor, com isso tem que tomar cuidado pro animal não pisar no prego, no martelo. Vc aumenta a vida útil do animal. Tem que usar ferradura. Vai levando enquanto dá.

Forma mais efetiva seria é a ressecção com nitrogênio com isso vc diminui alguns tipos de complicação.

Pododermatite
	Ou _____________
	É uma doença que tem um fundo bacteriano ou algum microrganismo, e se desenvolve principalmente em função das más condições higiênicas que o animal vive. Ex. baias úmidas, serragens úmidas, locais com muito esterco, muita urina, a falta de higienização do casco favorece que esse processo se instale.

Quando vc tem animais em baias sem camas boas, sem cama, etc. favorece.
	É um problema praticamente de higiene

Cresce na sola, na ranilha ou perto dos talões um tecido vegetante, como se fosse uma carne esponjosa, que é a podridão do casco.

Tratamento
	Principalmente manejo. Colocar o animal num local seco, sem umidade.
	Vc pode fazer bandagem onclusiva, limpeza do casco, manter o animal num local seco. Soluções anti-sépticas.
E em alguns casos o uso de antibiótico. O antibiótico vc faz pela via sistêmica, mas ele não chega em níveis adequados na extremidade, com isso vc pode fazer uma infiltração local de antibiótico através de um vaso da área e deixa por 20 minutos e retira.