ok clin peq 04.05.11
25 pág.

ok clin peq 04.05.11

Disciplina:Clínica Médica de Mamíferos de Pequeno Porte15 materiais49 seguidores
Pré-visualização7 páginas
momento, pela apresentação clinica, vc já pode tratar. Vc trata pra ter uma melhora clinica do quadro.
O tratamento é através do banho com xampus queratoliticos e/ou queratoplasticos. Através de produtos desengordurantes e hidratantes.
Os xampus queratoliticos e queratoplasticos removem aquelas células que estão soltas na pele, então elas melhoram o aspecto descamativo da pele.
Os produtos desengordurantes: equilibram a gordura da pele
Hidratantes da pele: trazem um equilíbrio, porque se resseca vc tem que hidratar essa pele, mesmo nas seborréias oleosas vc tem um desequilíbrio na parte hídrica da pele, então vc sempre vai hidratar.

Estou buscando ainda a causa, posso usar um tratamento pra desordem da queratinização? Pode. Vc já vai dar uma melhora nesse quadro.

A xampu terapia pode ser feito diariamente, a cada 3-5 dias, vai depender do quadro, quanto mais intenso, quanto mais oleoso, maior a freqüência de banho ou da hidratação.
Se eu tenho uma descamação muito seca, eu vou fazer menos banho, mas vou hidratar mais essa pele.
Se eu tenho uma disfunção muito oleosa, eu vou dar mais banho e vou hidratar menos.
Manter o xampu por 15-20 minutos no animal, enxaguar com abundancia.

Os anti-seborréicos:
Podem vir sob a forma de pomada, gel, creme ou loção. Quando vamos usar essa forma? Pras lesões localizadas, ex. acne felina, posso usar um gel. O melhor é o gel porque o animal absorve mais rápido, e o animal tem menos chance de lamber.

Xampu e sabonete:
Quando as lesões são disseminadas.

Bases:
- Enxofre: o enxofre não tem ação desengordurante. Então é indicado pra que tipo de seborréia? Seca.

- Ácido salicílico: a mesma coisa, não tem ação desengordurante. Então é indicado pra seborréia seca.

Quando vc associa o enxofre com o acido salicílico, alem da ação queratolítica, dá uma certa ação desengordurante pequena. É só pra aquela oleosidade branda que vc vai usar
produtos com essa associação.

- Alcatrão: tem tanto ação queratoplastica, quanto ação desengordurante. Tem que ter cuidado porque ele é mais agressivo. O alcatrão não pode ser usado em gatos.

- Peróxido de benzoíla e xampu: doença bacteriana, também tem ação desengordurante e também tem ação queratolítico.

Cuidado: os produtos desengordurantes ressecam a pele, então eu não posso usar se não tem gordura.
Ex. tenho uma foliculite, eu sei que o peróxido de benzoila é o melhor produto que tem ação pro staphylococcus intermedium, mas eu tenho uma seborréia seca, então eu não posso passar o peróxido de benzoila, porque eu posso melhorar a doença bacteriana mas eu pioro a desordem da queratinização.

- Sulfeto de selênio: na concentração de 1% ele tem mais ação queratolítica, pra descamação. Na concentração maior é desengordurante, e ele tem ação na lignificação também.

- Uréia: acima de 15% ela vai ter uma ação queratolítica. Abaixo de 15% ela só tem ação hidratante.

Então dependendo da apresentação clínica eu vou escolher o xampu de acordo com a base que ele apresenta e de acordo com a concentração. Então eu nunca vou usar pra uma seborréia oleosa só o enxofre que não vai adiantar. E numa seborréia seca eu também não vou usar peróxido de benzoíla.

Hidratantes
	São os emolientes e os umectantes.
	Suavizam a pele e mantém a água no estrato córneo. Devem ser usados sempre após o xampu com a pele úmida, porque eles vão reter água naquela pele.
São usados na forma de rinse ou de spray. Creme ou solução agente não usa.
Deve ser usado no mínimo 2x por semana. Pra aqueles casos que vc não precisa hidratar tanto, mas agora nos casos que vc precisa, usar diariamente ou de 2 em 2 dias pra manter o aspecto mais saudável daquela pele.

Bases hidratantes emolientes: são os óleos, óleos vegetais, óleos minerais, uréia, propilenoglicol, acido lático, tudo isso são bases emolientes. aveia é um dos melhores emolientes que tem, tepantenol, tudo isso são substancias emolientes e umectantes. Vou buscar produtos que tenham essas substancias. Isso já tem no mercado, e agente pode mandar formular.

Importante: o hidratante não tem enxágüe. Vc coloca na pele do animal e fica, não adianta enxaguar.

Pro sucesso terapêutico eu preciso:
Nas desordens secundárias, descobrir a causa. Na primeira consulta eu posso fazer o controle terapêutico daquela disfunção seborréica, mas enquanto isso eu vou buscando a causa, pois ele não vai melhorar até eu resolver a causa.
	
Na doença alérgica, ele auxilia na terapêutica e no controle, mas a causa tem que estar identificada.

	Nas desordens primarias: aqui é diferente, essa disfunção primaria não tem como corrigir. A seborréia primaria do Cocker é um controle direto desses produtos, mudando às vezes, aumentando os espaços entre banhos, quando está pior diminui, as vezes ficam irresponsivos a aquele produto ai tem que mudar, e isso que agente tem que explicar ao proprietário, que a disfunção está ali no tecido, no código genético dele, eu não tenho como alterar isso. Então eu vou só controlar.

	De forma sistêmica, o que sempre propicia a essas disfunções seborréicas: os ácidos graxos essenciais, o Omega 3 e o Omega 6. Por isso que sempre prescrevo em qualquer receita dermatológica, porque ele vai beneficiar o filme protetor. Quando o quadro é reversível uma vez que melhorou vc para, mas quando não é, ele vai ficar tomando pro resto da vida.

Doenças parasitárias da pele do cão e do gato
Aqui vamos voltar a falar de um grupo de etiologias que agridem a pele do animal e pode desencadear uma apresentação clinica de uma doença bacteriana e/ou de uma desordem da queratinização.

Escabiose
	
Agente: sarna.
A sarna é um ácaro, a do cão é o Sarcoptide scabei variedade canis.

Forma de transmissão desse agente:
	A principal forma é a direta, contato animal com animal. Sendo que essa sarna é muito espécie especifica, por isso tem variedade canis, variedade hominis, etc.
O contato cão com cão contaminado vai passar, até passa pro homem, mas o homem vai fazer um quadro mais brando da doença. O parasita é especifico porque ele não consegue se multiplicar na pele do outro hospedeiro que não seja especifico pra ele, mas o homem vai fazer lesão.

Transmissão indireta: fórmits, ou seja, é no banho e tosa, casinha, ropinha, e isso é importante pro tratamento, muitas vezes o animal não cura porque vc esquece dessa forma de transmissão (igual agente falou no dermatofito)

É uma doença altamente pruriginosa, o animal se coca muito. Não existe escabiose sem prurido, e é um prurido primário, o proprietário vai chegar dizendo que o animal não pára de cocar.

 É uma doença muito mais de animal jovem do que de animal adulto, mas o animal adulto também pode fazer.

O que faz vc pensar em escabiose no animal adulto é o proprietário chega assim: meu cão não pára de coçar, e ai vc pergunta assim: ele já coçou antes? O proprietário fala que não. É um cão de 5 anos, que nunca cocou e tem 2 meses que ele não para de coçar, vc vai pensar em escabiose, é um dos pontos que faz vc pensar.

O que desencadeia o prurido na escabiose?
A irritação mecânica. O sarcoptides scabiei fica na epiderme, ele faz galerias e vai colocando os ovos. O prurido causa uma irritação mecânica, todos vão se cocar por isso. Agora, uns vão se cocar muito mais do que outros, por que: alguns cães desenvolvem uma hipersensibilidade aos metabolitos desse ácaro, é como se o ácaro desencadeasse uma reação alérgica, então ele coça o dobro do que o outro coça (não é que tenha mais ácaro, ele tem uma resposta mais exacerbada, o que confunde um pouco no diagnóstico).
Não existe escabiose sem prurido.

Diagnostico da escabiose:
	Começa pela historia.
	Pelo prurido primário. Nessa historia pode ter situação de contactantes, onde começou vários animais a coçar. Ou a historia de contaminação, “ele veio coçar depois que ele veio do hotel que ficou hospedado, ou fez tosa e deu 2 semanas e começou a cocar, fez obra na casa, é muito comum na areia da obra o animal rolar e se contaminar” tem que ter uma situação que fez ele se contaminar.
	O proprietário pode trazer um animal