ok clin peq 27.04.11
9 pág.

ok clin peq 27.04.11


DisciplinaClínica Médica de Mamíferos de Pequeno Porte14 materiais51 seguidores
Pré-visualização4 páginas
abscesso? Ela vem da cavidade oral do outro que mordeu. O que eu tenho na cavidade oral: vou ter gram +, gram \u2013, agora se formou um abscesso, tenho anaeróbios dominando ali por ser uma lesão fechada.
- Bactérias em gatos têm que pensar em pasteurella, ela é um anaeróbio facultativo (consegue viver em ambiente de anaerobiose).
Tratamento
A prescrição antibiótica é totalmente diferente:
Cefalexina não vai funcionar, cefalosporina de 1º geração que não abrange anaeróbio.
Alem disso, não adianta só antibiótico, todo abscesso tem que ser drenado, vc tem que retirar aquele exsudato purulento que está ali dentro.
Vamos usar:
Os beta-lactâmicos, mais o grupo das penicilinas e penicilinas sintéticas, têm uma ação sobre os anaeróbios também, e é uma boa ação também sobre a pasteurella. Ou quando pensar em anaeróbios vamos pensar em metronidazole, clindamicina.
Tempo: 
Um abscesso depois que vc drena, 10 dias de antibiótico é mais do que suficiente, se não melhorou em 10 dias é porque tem alguma coisa de errado, o ideal é que colete esse exsudato desse abscesso e mande para determinar o agente e antibiograma (mas isso não é feito na rotina). 
Então se não melhorar em 10 dias, eu tenho que suspender tudo e tentar isolar esse agente.
Às vezes ele até melhora, mas aparece outro. 
Os abscessos também têm uma epidemiologia diferente, agente não tem que buscar a causa, pois já sabemos qual a causa que é o trauma. Vamos sempre buscar uma historia (animal vive solto em casa, etc.)
Importante: 
- Pra resolução das doenças bacterianas da pele, agente tem que diagnosticar e tratar a causa, sem isso não resolve, e é a apresentação mais comum das doenças dermatológicas do cão.
- Com relação a terapêutica: Nunca usar corticoterapia sistêmica em um paciente com lesão de doença bacteriana, exceção: quando são os piodermas externos, somente o tópico.