RH 2 Exercicio II Descrição e Análise de Cargo

RH 2 Exercicio II Descrição e Análise de Cargo


DisciplinaAdministração de Recursos Humanos I13.477 materiais140.434 seguidores
Pré-visualização3 páginas
*
*
*
Fonte: Chavenato, I. Gestão de Pessoas
Recursos Humanos II
Faculdade Paraiso
Prof. Marcelo Lessa
Descrição e análise de Cargos
*
*
*
Fonte: Chavenato, I. Gestão de Pessoas
Descrição e Análise
 de 
Cargos
*
*
*
Fonte: Chavenato, I. Gestão de Pessoas
SUMÁRIO	
Novas tendências no trabalho
As cinco competências básicas no local de trabalho.
Abordagens no desenho de cargos.
Os seis conceitos implementadores
O conteúdo do cargo segundo a descrição do cargo
Fatores de especificações na análise de cargos
Participação nos envolvidos na colheita de dados
Procedimentos gerais na análise e descrição de cargos
Os seis passos no processo de análise de cargos
*
*
*
Fonte: Chavenato, I. Gestão de Pessoas
1. As novas tendências no trabalho. 
Os Velhos Meios	 		Aspectos	 	 Os Novos Meios
 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 Altas, com muitos 					Achatadas, com poucos
 níveis administrativos 	 \uf0df Estruturas \uf0e0	 níveis administrativos
 
 Centralizada na					Descentralizada em todos
 cúpula da administração	 \uf0df Autoridade \uf0e0	os níveis: \u201cempowerment\u201d 
 
 							 
 Amplo e diversificado 	 \uf0df Papel do Staff \uf0e0 	Pequeno e concentrado
 
 Simplificados e estreitos.				Multifuncionais e amplos
Os gerentes pensam e as 	\uf0df Desenho dos Cargos \uf0e0 	 As pessoas pensam e
pessoas fazem e executam			 	melhoram continuamente
 
 Importantes como					Como sistemas sociotécnicos unidade administrativa 	\uf0df Grupos de Trabalho \uf0e0 	integrados e equipes
 	formal			 		amplamente utilizadas
 
 Salário conforme a 			 		Salário flexivel por metas
 classificação do cargo e	 \uf0df Compensação \uf0e0	 e pelo desempenho
 o desempenho individual			 	 individual e grupal
 
Limitado apenas ao cargo.			 	 Amplo e conceitual. 
 Ocupante é descartável	 \uf0df Treinamento \uf0e0	 Ocupante é valioso e é 
 						encorajado a aprender novas
				 		 habilidades e competências
*
*
*
Fonte: Chavenato, I. Gestão de Pessoas
2. As cinco competências básicas no local de trabalho. 
*
*
*
Recursos
Interpessoal
Informação
Sistemas
Tecnologia
Identifica, organiza,
 planeja e aloca
 recursos
 Trabalha com 
outras pessoas
 Obtém e
utiliza informação
 Compreende inter-
relações complexas
Trabalha com uma
 variedade de
 tecnologias
Tempo: seleciona atividades relevantes com os objetivos, prioriza, aloca o tempo, 
	prepara e segue programas.
Dinheiro: prepara e utiliza orçamentos, faz previsões, faz registros e ajustamentos para 
	alcançar objetivos.
Materiais e instalações: obtém, guarda, aloca e utiliza materiais ou espaço com eficiência.
Recursos humanos: ensina habilidades e distribui o trabalho, avalia o desempenho e 
	assegura retroação. 
Participa como membro de uma equipe: contribui para o esforço grupal.
Ensina novas habilidades aos outros.
Serve clientes/consumidores: trabalha para satisfazer expectativas dos clientes.
Exercita liderança: comunica idéias, persuade e convence os outros, assume desafios.
Negocia: trabalha com acordos envolvendo trocas de recursos, resolve interesses vários.
Trabalha com diversidade: junto com homens ou mulheres de diversas procedências.
Obtém e avalia informação.
Organiza e mantém informação.
Interpreta e comunica informação.
Utiliza computadores para processar informação.
Compreende sistemas: sabe como funcionam sistemas sociais, organizacionais,
	tecnológicos e como operá-los eficazmente.
Monitora e corrige desempenho: distingue tendências, prevê impactos sobre operações,
	diagnostica desvios nos sistemas e corrige erros ou soluciona problemas.
Melhora ou desenha sistemas: sugere modificações nos sistemas atuais e desenvolve
	sistemas novos ou alternativos para melhorar o desempenho.
Seleciona tecnologia: escolhe procedimentos, ferramentas ou equipamento, inclusive
	computadores ou tecnologias relacionadas.
Aplica tecnologia às tarefas: compreende os objetivos e ajusta os procedimentos ou 
	operações do equipamento.
Mantém o equipamento: previne, identifica e resolve problemas com equipamentos,
	inclusive computadores ou tecnologias relacionadas.
*
*
*
Fonte: Chavenato, I. Gestão de Pessoas
3. Abordagens no desenho de cargos.
*
*
*
 Adminis-
 tração
Científica
 Filosofia /
Abordagem
Relações
Humanas
Caracte-
rísticas do
Trabalho
 Alto
Desempenho
 no 
 Trabalho
Vantagens
Técnicas
Desvantagens
Objetivo
Simplificação
 do Trabalho
Trabalho
 em
 grupos
Ampliação
 do cargo
Equipes
 Cria cargos simples, 
 seguros e confiáveis.
Minimiza as demandas
 mentais do trabalho
Proporciona pouca 
orientação técnica
Satisfação
Reconhece a importância 
das necessidades sociais 
dos empregados
Eficiência
Monotonia, chateza 
 e alienação
Cria cargos que envolvem
 o empregado, aumenta a
 motivação, satisfação e 
 produtividade
Dá maior dose de auto-
controle sobre o trabalho.
Ideal para novas fábricas,
 onde é compatível com 
 a tecnologia adotada
 Sacrifica as vantagens 
 da simplificação sem 
reduzir as desvantagens
Reduz tempo de espera 
entre tarefas, melhora a 
flexibilidade da organiza-
ção, reduz necessidades 
 de suporte de staff
Eficiência
Requer desenho organizacio-
 nal compatível e cuidadosa
 estruturação de equipes.
 Relações entre equipes
 devem ser administradas.
Tempo devotado a assuntos
 não produtivos.
Custo. Aumenta o potencial 
 de erros e de acidentes. 
 Requer empregados 
 adicionais. O controle 
 permanece com gerentes.
Enriqueci-
mento do
 cargo
Satisfação
Eficiência
*
*
*
Fonte: Chavenato, I. Gestão de Pessoas
4. Os seis conceitos implementadores.
*
*
*
 Tarefas Combinadas
 
Variedade
Dimensões Profundas
Estados Psicológicos Críticos
Conceitos Implementadores
Retroação
Identidade com 
 as Tarefas
Autonomia
Significado 
dasTarefas
Conhecimento
dos resultados
 Percepção da
responsabilidade
 pelos resultados
Percepção do
 significado 
 do trabalho
 Formação de Unidades
 Naturais de Trabalho
 Relações Diretas
com o Cliente/Usuário
 Carga Vertical/
 Enriquecimento Vertical
Abertura de Canais
 de Retroação
 Criação de
Grupos Autônomos
*
*
*
Fonte: Chavenato, I. Gestão de Pessoas
 5. O conteúdo do cargo segundo a descrição do cargo.
*
*
*
O que faz 
 
Conteúdo
 do
 Cargo
Tarefas e atividades a executar
Quando faz 
Onde faz
Por que faz
Atividades
Periodicidade: 	diária
		semanal
		mensal
		anual
		esporádica
Local e ambiente de trabalho
Objetivos do cargo
Metas e resultados a atingir
Através de: pessoas
	 máquinas e equipamentos
	 materiais
	 dados e informações
Como faz
*
*
*
Fonte: Chavenato, I. Gestão de Pessoas
Exemplo de descrição de cargo.
*
*
*
TÍTULO DO CARGO
 Enfermeira
SUMÁRIO DO CARGO
 Responsável pelo esquema completo de cuidados com o paciente, desde a admissão até a transferência 
 ou saída do processo de enfermagem, bem como de avaliação, planejamento, implementação e avaliação.
 A enfermeira tem autoridade e total responsabilidade sobre o processo de enfermagem e para projetar as
 futuras necessidades do paciente e/ou família. Dirige e guia os cuidados ao paciente e as atividades do 
 pessoal de apoio, enquanto mantém o alto padrão de enfermagem profissional.
RELAÇÕES
 Reporta-se à Enfermeira Chefe 
 Supervisiona: responsável pelos cuidados atribuídos, prescrições e transcrições.
 Trabalha com: os departamentos de apoio e cuidados ao paciente.
 Relações externas: com médicos, pacientes e famílias de pacientes.
QUALIFICAÇÕES
 Educação: graduação em escola superior de enfermagem
 Experiência profissional: cuidados críticos exigem um ano de experiência médico/cirúrgica
 Requisitos de licença ou registro: 
 Requisitos físicos: A: Capacidade de bend, alcançar ou assistir à transferência de 50