biotec 09.05.11
6 pág.

biotec 09.05.11


DisciplinaBiotecnologia da Reprodução Animal77 materiais470 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Biotecnologia da reprodução animal
		09/05/2011
Clonagem
Clone é todo individuo proveniente de reprodução assexuada. 
Isso ocorre na natureza, ex. bactérias, alguns invertebrados. Ocorre a reprodução assexuada, dá origem a indivíduos iguais, porem vão criando resistência de acordo que vão ocorrendo as mutações. 
Na natureza quem mais tenho de forma natural a reprodução assexuada? A gramínea tem reprodução sexuada e assexuada, quando tem reprodução sexuada ela tem variação genética, quando é assexuada não tem variação genética.
Cana: a reprodução é assexuada, vc tem o nó e entre nó, o caldo da cana fica no entre nó. O nó serve como uma liga de sustentação pra manter a cana em pé. Todo gomo de cana no nó tem uma borbulha, reparando melhor, tem uns pontinhos ao redor do nó, que é a base da reprodução assexuada, que vão fazer as raízes. 
Nas plantas que só tem reprodução assexuada, agente não, agente faz sexuada. As plantas de reprodução assexuada precisa de uma flor bonita. Vc só vai fazer reprodução assexuada naturalmente em gramíneas. 
As outras formas de reprodução de plantas não são naturais. Se eu faço reprodução sexuada, eu tenho metade dos genes da mãe e metade do pai. Tenho uma combinação onde posso fazer melhoramento genético.
Na reprodução assexuada o melhoramento genético é zero. 
Ex. 
CB679 
SP4567
A letra representa o local onde foi feito
O primeiro número depois do CB é numero do vaso onde foi feito e 79 é o ano
Reprodução vegetativa: 
Plantio por estaca
Vc enterra a estaca no chão e ela brota. 
Rosa enxertada
Quando vc tem uma planta bonita, vc pega a planta cavalo (planta jovem), faz um corte em T em baixo do casco dela, nesse T vc pega a borbulha e coloca ali a planta cavaleiro e amarra. A planta que vc cortou tudo ela é estimulada a fazer os brotos que vc cortou, então como vc só colocou um broto ali, é esse broto que ela vai nutrir e vai crescer. Tem que tomar cuidado porque ao longo da vida ela vai tentar emitir outros brotos, que vc tem que tirar senão os brotos crescem e a rosa que vc quer que cresça não cresce.
Sistema de fazer clone em vegetais que só se reproduzem 
Enraizamento com uso de hormônios.
	É muito usado em eucaliptos. Como faz: plantam uma área com varias arvores e vão estudando o comportamento dessas árvores (arquitetura, resistência da madeira, qualidade da madeira) e dali escolhem a arvore ideal que melhor se adaptou.
Uma vez escolhida a árvore, vão querer pegar clones dessa árvore. Serra bem rente ao chão, sem tirar a raiz, vão nascer vários brotos nesse tronco cortado, ai cortam esses brotos, mergulham a parte de baixo do broto num lugar que tem um hormônio de enraizamento, eles estimulam ela pegar a destaca. 
Com isso faz arvores geneticamente idênticas a primeira árvore. 
E dessa árvore vão cortando e fazendo a mesma coisa, ai ao invés de ter 20 brotos num mesmo tronco, vão ter 20 troncos com 20 brotos em cada.
Vantagem: vou ter a arvore mais produtiva pra essa região. Eu dobro ou triplico a produção por área. Ao invés de pegar x eu pego 3x.
Desvantagem: se der praga, formiga, bactéria, ela vai pra todas as árvores, a base genética é muito estreita, se der uma doença, pega todo mundo, é um perigo muito grande. E o melhoramento genético e zero. 
Gêmeos uni-vitelínico: um é gene do outro, os 2 são geneticamente idênticos. É raro, mas ocorre. É comum no tatu, a tatu ovula pouco. 
No clone animal, feito pelo homem, que são os clones artificiais, multiplicação de animais transgênicos é uma indicação pra clonagem. 
Outro caso seria os clones quando eu quero fazer produção maciça de alguma coisa, quando quero grande uniformidade entre animais (animais de boa produção). É o que vai acontecer no caso de bovinos. É comum em fazendas ter 2 mil vacas de lactação, com tetas, tamanhos, tudo mais homogêneo. 
Isso também ocorre em avicultura, só que a reprodução de galinha é mais rápida, ai não precisa. 
	Quando tenho um animal muito valioso, excepcional, quando quero fazer um seguro dele, que se acontecer alguma coisa tenho o gene.
Com isso replica o animal fazendo clone, porque pra fazer um clone custa 60 mil, com isso vou pegar esse animal, produzo outro geneticamente igual, e ai se morrer o outro eu tenho um animal, com isso posso tirar a genética dele e usar. 
Ex. gir de alto padrão, multiplico as vacas por clone, faço o que fiz no eucalipto, pego uma arvore excelente e reproduzo ela, faço isso com as vacas leiteiras também, com isso tenho uma serie de meio sangue do mesmo pai e mesma mãe. 
Clone terapêutico, onde vc multiplica um certo numero de células pra recuperar um certo órgão. Vc pode refazer teoricamente recompor um osso. 
Temos também o clone que é muito bom é o clone de animais de companhia, o grande drama é o animal morrer. 
O citoplasma tem uma influencia na expressão dos genes, os fatores extrínsecos, do ambiente influenciam muito ali.
Desvantagem: vc estreita a base genética, e vc não têm melhoramento genético.
A mortalidade do clone é muito alta. A mortalidade embrionária é alta. 
Depois que faz a fixação do embrião, vc tem problema na placenta, é muito comum problema na placentação, problema de cotilédones muito grande ou muito pequeno (vem mais ou menos nutrientes), vc tem problemas com as receptoras que podem ter problema de acumulo de liquido alantóide (receptoras ficam muito inchada) morre por falta de ar. 
Quando o feto está desconfortável, ele começa a se agitar, começa a liberação de corticóides e com isso estimula o parto. 
Quando nasce muito deles, não tem o sistema respiratório bem desenvolvido e ai morrem. Tem uns que morrem de cordão umbilical grandes.
Os que conseguem nascer, é comum a morte súbita depois do parto.
No caso da Dolly, o que se achava que o animal morreria com doença de velho sendo mais novo. Porque vc tem o telômero, a ponta do DNA quando começa a se reproduzir, essa cadeia começa a se encurtar, com isso o DNA começa a ficar mais curto e começa a aparecer mais defeitos nessa multiplicação. 
Vc na verdade tem que prevenir o envelhecimento. Mas na verdade ele tem capacidade de \u201crecompridar\u201d essas pontas do cromossoma, com isso se discartou essa tese da Dolly. 
Tipos de clones
Nos animais temos basicamente 2 tipos:
- clone de células embrionárias
- clone de células adultas 
As células embrionárias são as mais fáceis de fazer, tem capacidade de recriar um órgão especifico. 
As pessoas pegam o embrião e o tornam vitelínico, fazendo um corte no meio e ai vc tem 2 embriões e com isso implantar em 2 animais diferentes. 
Outra maneira é vc jogar um emulsivante, que as células vão se desmanchar e com isso vc tem um numero maior de embriões do mesmo embrião.
A limitação desse embrião filho de embrião: ele é mais fácil da fazer, mais fácil dele virar embrião novamente porque tudo é jovem, a célula mais velha deve ter uns 4 ou 5 dias, então tudo cresce, é tudo bom. Mas vc tem um problema, vc tem uma limitação de numero de embriões que vc pode fazer. Enquanto que num individuo adulto eu posso tirar células dele indefinidamente. 
Células adultas: Em bovinos se tira na base atrás da orelha ou na parte inferior da cauda (onde não tem raio solar incidindo ali). Mas vc pode tirar da glândula mamária ou até da medula. 
Problema que tenho no clone de embrião: eu sei no que vai dar, mas eu não sei o que ele vai dar enquanto é embrião. Então a vantagem do clone adulto em cima do clone do embrião é que vc sabe o que vai dar. 
Quando trabalho com clones de embrião eu não sei o que vai dar, porque eu não conheço quem deu origem.
O que eu posso fazer é: pego 6 embriões, congelo 4 e uso 2. Mas perco muito tempo fazendo isso.
O clone de animal adulto tem que ser feita de célula especifica. 
Tenho que tirar o núcleo das 2 células, o corpo de uma célula eu jogo fora e jogo fora, na outra eu jogo o núcleo fora e fico com o corpo da célula.
Ele não é geneticamente idêntico a célula que ele deu origem, ele é 99% a célula que me deu origem, porque ele tem 1% que é a minoria que é a célula mitocondrial encontrada no corpo.
Preciso