AV2
3 pág.

AV2


DisciplinaMacroeconomia I7.865 materiais115.377 seguidores
Pré-visualização1 página
1a Questão (Cód.: 60658)
	Pontos: 1,5  / 1,5 
	O que é propensão marginal a poupar?
		
	
Resposta: É o quanto a população no momento se dispõe a "economizar", é o quanto ela reserva.
	
	
	 2a Questão (Cód.: 63271)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Na teoria clássica, a moeda:
		
	
	É essencialmente uma reserva de valor
	
	É neutra sobre a atividade econômica
	
	Varia diretamente com a velocidade da moeda
	
	É a variável determinante do nível de produção
	
	É demandada para transação e especulação 
	
	
	 3a Questão (Cód.: 64213)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	Com relação ao multiplicador Keynesiano, é correto afirmar que:
		
	
	seu valor para uma economia fechada é necessariamente menor do que para uma aberta.
	
	se a propensão marginal a consumir for igual à propensão marginal a poupar, o seu valor será igual a 1;
	
	numa economia fechada, seu valor depende da propensão marginal a poupar, pode ser menor do que um e só é válido para os gastos do governo; 
	
	numa economia fechada, seu valor depende da propensão marginal a consumir, não pode ser menor do que um e vale para qualquer componente dos denominados gastos autônomos agregados;
	
	numa economia aberta, seu valor depende da propensão marginal a consumir e importar, não pode ser negativo e vale apenas para os gastos do governo e exportações autônomas;
	
	
	 4a Questão (Cód.: 69041)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	Qual a variável que, ao ser alterada, causa o deslocamento da curva de demanda por moeda?
		
	
	O preço médio na economia.
	
	A quantidade ofertada de moeda
	
	A renda da economia.
	
	A carga tributária da economia.
	
	A taxa de juros de mercado.
	
	
	 5a Questão (Cód.: 138167)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	A visão mercantilista se apoiava em dois pilares teóricos que eram: 
		
	
	a função de produção e o estoque de capital. 
	
	a crença na intervenção do governo e o metalismo. 
	
	a democracia e independência das colônias. 
	
	a importância do nível de emprego e da extração de metais. 
	
	a quantidade de insumos existente em um país e a tecnologia. 
	
	
	 6a Questão (Cód.: 81860)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	Numa economia fechada, sem transações internacionais, temos os seguinte agregados: C= 500; I=100; G=100 e T=50. A renda disponível será de:
		
	
	1000
	
	650
	
	600
	
	700
	
	750
	
	
	 7a Questão (Cód.: 63389)
	Pontos: 0,0  / 0,5 
	Na teoria de Keynes, as decisões de investimento depende de:
		
	
	Taxa de juros
	
	Comparação das taxas de juros e da eficiência marginal de investimento. 
	
	Existência de poupança
	
	Inovações tecnológicas
	
	Taxa de eficiência marginal de capital
	
	
	 8a Questão (Cód.: 63399)
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	De acordo com a teoria macroeconômica Keynesiana, entre os agregados macroeconômicos que ajudam, via efeito multiplicador, a determinação da renda, NÃO se encontra(m) 
		
	
	investimento agregado
	
	investimento público
	
	gastos do governo
	
	exportações
	
	taxa nominal de juros
	
	
	 9a Questão (Cód.: 64568)
	Pontos: 1,5  / 1,5 
	De acordo com a Teoria Quantitativa da Moeda, qual a variável da equação de trocas que constitui a fonte das alterações no nível geral dos preços? Explique.
		
	
Resposta: A oferta agregada, pois o mercado estipula o "valor" da moeda de acordo com a quantidade de procura do produto.
	
	
	 10a Questão (Cód.: 138159)
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	Considerando a teoria quantitativa da moeda dos economistas clássicos, avalie as afirmações abaixo: I. Essa teoria procura demonstrar que uma política monetária expansionista não consegue estimular a produção do país e ainda causa impactos inflacionários. II. Se o governo dobrar a oferta de moeda na economia, o valor da moeda cairia pela metade. III. A política monetária não é capaz de atuar sobre os níveis de inflação no país. A opção que apresenta a(s) afirmação(ões) correta(s) é: 
		
	
	I. 
	
	II e III. 
	
	I e II. 
	
	III. 
	
	II.