A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
aula_RAV2_revisada

Pré-visualização | Página 3 de 5

condutoras dos debates a Sociedade Brasileira de Computação (http://www.sbc.org.br/) e a Associação das Empresas Brasileiras de TI - ASSESPRO (http://assespro.org.br/)
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
PROJETO DE LEI nº 607/2007
http://www.senado.gov.br/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=82918
O Projeto de Lei tramita no Senado Federal exige que os profissionais de TI tenham diplomas universitários ou exerçam a atividade por mais de cinco anos. No caso, isso valeria para os formados em análise de sistemas, informática, ciência ou engenharia da computação, processamento de dados e sistemas ou tecnologia da informação
 
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
A lei também prevê a criação do Conselho Federal de Informática (CONFEI) e dos Conselhos Regionais de Informática (CREI), que ficaram responsáveis por “zelar pela observância dos princípios da ética e disciplina profissionais, e pela fiscalização do exercício das profissões regulamentadas nesta Lei”. Além disso, o CONFEI cobraria do profissional uma taxa anual
 
PROJETO DE LEI nº 607/2007
http://www.senado.gov.br/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=82918
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
O projeto também abrange os profissionais de nível técnico. No caso, para exercer a atividade, o profissional teria de ter diploma de ensino médio do curso técnico de informática, de programação de computadores ou exercer a profissão por, no mínimo, quatro anos
 
PROJETO DE LEI nº 607/2007
http://www.senado.gov.br/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=82918
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
Exercício da profissão de Informática deve ser livre e independer de diploma ou comprovação de educação formal
Nenhum conselho de profissão pode criar qualquer impedimento ou restrição ao princípio acima
A área deve ser Auto-Regulada
 
Posicionamento da SBC: Polêmica
http://www.sbc.org.br/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=219&Itemid=163
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
Resumidamente, a SBC posiciona-se CONTRA o estabelecimento de uma reserva de mercado de trabalho, geralmente instituída pela criação de conselho de profissão em moldes tradicionais, o qual, como já ocorre em muitas outras áreas, pode levar a uma indevida valorização da posse de um diploma em detrimento da posse do conhecimento, que é a habilitação que ele deveria prover
 
Posicionamento da SBC: Polêmica
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
A SBC é a FAVOR de liberdade do exercício profissional, sendo o conhecimento técnico-científico e social, normalmente adquirido em curso superior de boa qualidade, o principal diferencial de competência profissional. O diploma, com todas as informações que o compõem, é o principal e melhor instrumento para proteção da Sociedade
 
Posicionamento da SBC: Polêmica
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
Na opinião do Presidente da ASSESPRO de São Paulo:
http://assespro-sp.org.br/imprensa/clipping/2009-01-22-baguete-regulamentacao-das-profissoes-de-ti-a-quem-interessa/
Parece-nos que qualquer tipo de regulamentação compulsória, geral e irrestrita trará mais problemas que soluções para as atividades de TI no país. De outro lado, a permanecer o “vácuo” legal, continuará a existir a “tentação” de criar cartórios por meio de projetos de lei “patrocinados”
 
Posicionamento da ASSESPRO: Polêmica
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
Assim, está na hora de progredirmos na criação de regras que, embora não sejam as “ideais” para nenhuma das partes, sejam as melhores para atender aos interesses coletivos: em determinadas situações, é preciso contar com profissionais “homologados”; a “homologação” não pode ser obrigatória, de forma a evitar transtornos no mercado de trabalho; ninguém deseja mais um cartório com “dono”
 
POLÊMICA e DECISÕES
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
Dentro destes interesses coletivos, parece-nos que a melhor solução é a criação de um Conselho Profissional composto pelas entidades empresariais de TI, os sindicatos e as associações acadêmicas, que crie homologações voluntárias para as funções de TI, iniciando por aquelas que podem ser consideradas de risco em determinadas aplicações
 
POLÊMICA e DECISÕES
AULA 8
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
Compreender os processos de informatização na sociedade, nas organizações e dos indivíduos
Compreender a importância da inclusão digital para a informatização da sociedade, nas organizações e dos indivíduos - Identificar as principais etapas do processo de informatização nas organizações
Compreender o processo de criação de valor nas empresas pelo uso das TIC
Identificar as características do perfil da empresa digital
OBJETIVOS DA AULA
AULA 9
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
“Emprego dos recursos de informática, que incluem a TI e os sistemas de informação (SI) baseados em TI, nas mais diversas áreas ligadas ou não a organizações”
Material online, tela 4 de 11
O QUE É INFORMATIZAÇÃO?
AULA 9
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
“Emprego dos recursos de informática, que incluem a TI e os sistemas de informação (SI) baseados em TI, nas mais diversas áreas ligadas ou não a organizações”
Material online, tela 4 de 11
“Adaptar um fato, processo ou serviço ao sistema da informática”; Informática consiste no “Tratamento automático da informação, ou seja, o emprego da ciência da informação com o computador eletrônico. Tem como base a informação (...)”
http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/
O QUE É INFORMATIZAÇÃO?
AULA 9
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
“Hoje em dia, o computador é uma ferramenta de trabalho quase que indispensável, pois ele está presente em vários ramos da atividade humana.
Num mundo globalizado e cada vez mais competitivo, é essencial que as pessoas pertencentes à população economicamente ativa, dominem as funções básicas de informática, tendo em vista que a expansão de setores da economia como o terciário, fez aumentar o uso de computadores, por isso não podemos mais ignorar a presença dessa ferramenta tão útil em nosso dia-a-dia”
http://pt.wikipedia.org/wiki/
O QUE É INFORMATIZAÇÃO?
AULA 9
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
NA SOCIEDADE
Modificação nas relações e na estrutura (em rede)
Necessidade de infraestrutura tecnológica para seu desenvolvimento
Forte comunicação de dados
INFORMATIZAÇÃO EM DIFERENTES NÍVEIS ATRAVÉS DO USO DAS TICs
AULA 9
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
NAS ORGANIZAÇÕES 
Novas formas organizacionais (atuação em redes) e novos mercados (globalização)
Uso intensivo da informação
Conhecimento como fonte de atração para consumidores e clientes
Tecnologia como instrumento gerencial
TI inserida nas atividades operacionais internas, gestão e planejamento, relacionamento com clientes, fornecedores, governo e consumidores
INFORMATIZAÇÃO EM DIFERENTES NÍVEIS ATRAVÉS DO USO DAS TICs
AULA 9
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
NOS INDIVÍDUOS 
Conhecimentos e habilidades ligados ao uso da TI
Busca qualitativa de informações e conhecimentos
Atuação e interação em redes e comunidades
Atualização constante no uso das mídias 
INFORMATIZAÇÃO EM DIFERENTES NÍVEIS ATRAVÉS DO USO DAS TICs
INCLUSÃO DIGITAL
AULA 9
AULA DE REVISÃO PARA A AV2 – Prof. LUIZ DI MARCELLO
*
É a democratização do acesso às tecnologias da Informação, de forma a permitir a inserção de todos na Sociedade da Informação
A Inclusão Digital, para acontecer, precisa de três instrumentos básicos que são: computador, acesso à rede e o domínio dessas ferramentas pois não basta apenas o cidadão possuir um simples computador conectado à Internet que iremos considerar ele, um incluído digitalmente. Ele precisa saber

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.