A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Aula geriatria - Fisiolog Envelhecim PDF

Pré-visualização | Página 1 de 2

26/03/2012
1
Fisioterapia aplicada à Geriatria
Profa. Alyne Severiano
alyneseveriano@hotmail.com
Fisiologia do 
Envelhecimento
Velhice x EnvelhecimentoVelhice x EnvelhecimentoVelhice x EnvelhecimentoVelhice x EnvelhecimentoVelhice x EnvelhecimentoVelhice x EnvelhecimentoVelhice x EnvelhecimentoVelhice x Envelhecimento
� Velhice � Envelhecimento
De acordo com a 
Organização Mundial
da Saúde e o Estatuto 
do Idoso é a fase da 
vida compreendida 
entre os 60 anos e a 
morte.
É um processo complexo 
iniciado em nossa 
concepção, perfazendo 
todo o ciclo da vida e 
finalizando com a morte. 
Sua definição depende 
da combinação de três 
tipos de envelhecimento: 
o cronológico, o biológico 
e o social.
Incapacidade
Infância Adulto Velhice
Envelhecimento Saudável
Envelhecimento Patológico
Envelhecimento Saudável 
X 
Envelhecimento Patológico
 
 
INSUFICIÊNCIA 
CARDIOVASCULAR 
Disfunção de bomba • ICC 
 
 
Disfunção perfusional 
• Insuficiência coronariana 
• Insuficiência vascular periférica 
• Estenose carotídea 
• Aneurisma abdominal 
 
 Disfunção elétrica • Bloqueio de condução 
• Fibrilação atrial e arritmias ventriculares 
 
 
INSUFICIÊNCIA 
OSTEOMUSCULAR 
Osso • Fratura (osteoporose) 
Articulação • Osteoartrose 
Músculo • Polimialgia reumática (arterite temporal) 
 
INSUFICIÊNCIA 
RESPIRATÓRIA 
 
• DPOC 
• Pneumonia 
 
INSUFICIÊNCIA 
GÊNITO-URINÁRIA 
 
• Incontinência urinária 
• Insuficiência renal 
• Infecção urinária 
 
INSUFICIÊNCIA 
ENDÓCRINA 
• Diabetes mellitus 
• Hipotireoidismo 
 
 
INSUFICIÊNCIA 
VISUAL 
• Catarata 
• Glaucoma 
• Degeneração senil 
 
INSUFICIÊNCIA 
AUDITIVA 
• Surdez de condução (rolha de cerumen) 
• Perda neurosensorial 
 
Aspectos Orgânicos do 
Envelhecimento
�� Pele e anexosPele e anexos
�� Sistema MúsculoSistema Músculo--esqueléticoesquelético
�� Sistema CardiovascularSistema Cardiovascular
�� Sistema RespiratórioSistema Respiratório
�� Sistema NervosoSistema Nervoso
�� Sistema Sistema DigestórioDigestório
�� Sistema GastrointestinalSistema Gastrointestinal
�� Sistema Sistema GenitourinárioGenitourinário
�� Alt. Funções: Oral, Oftálmica e AuditivaAlt. Funções: Oral, Oftálmica e Auditiva
Pele e AnexosPele e AnexosPele e AnexosPele e AnexosPele e AnexosPele e AnexosPele e AnexosPele e Anexos
PelePelePelePele: : : : -Perda da elasticidade e hidratação;
- Aparição de rugas;
- Atrofia das glândulas sudoríparas e sebáceas;
-Menor vascularização com maior tempo de 
cicatrização;
- Palidez aumento de manchas cutâneas.
CabelosCabelosCabelosCabelos::::---- Diminuição da velocidade de crescimento;
- Perda de coloração;
- Aumento do pelo facial no rosto das mulheres e 
orelhas dos homens;
- Redução dos pelos pubianos
UnhasUnhasUnhasUnhas: - Crescimento mais lento;
- Fragilidade e dureza, sobretudo nos pés;
- Estrias longitudinais.
26/03/2012
2
Sistema MúsculoSistema MúsculoSistema MúsculoSistema MúsculoSistema MúsculoSistema MúsculoSistema MúsculoSistema Músculo--------esqueléticoesqueléticoesqueléticoesqueléticoesqueléticoesqueléticoesqueléticoesquelético
� Fibras Musculares: Diminuem com a idade (cerca de 50% 
acima de 80 anos);
� Fibras Elásticas: Perdem elasticidade, sofrem fragmentação, 
desgaste e calcificações;
� Massa óssea: Diminuem após a terceira década de vida (+ 
acentuado após menopausa). 
� Cartilagens, tendões e ligamentos: rígidos
e espessos.
�� Perda da estatura: 1cm por décadaPerda da estatura: 1cm por década
ANTROPOMETRIAANTROPOMETRIA
Rev Bras Reumatol, v. 46, n.6, p. 391-397, nov/dez, 2006
Sistema CardiovascularSistema CardiovascularSistema CardiovascularSistema CardiovascularSistema CardiovascularSistema CardiovascularSistema CardiovascularSistema Cardiovascular
� Valvas: espessadas e calcificadas.
� FC: Diminuição em repouso 
� Vasos: Aumento do componente colágeno e perda do 
componente elástico, ocasionando maior rigidez da parede;
Sistema RespiratórioSistema RespiratórioSistema RespiratórioSistema RespiratórioSistema RespiratórioSistema RespiratórioSistema RespiratórioSistema Respiratório
� ↓ o peso e volume dos pulmões
� Redução da expansibilidade da Caixa Torácica
� ↓Elasticidade Pulmonar
� ↓ Volume Residual
� ↓ Reflexo de Tosse
� Diafragma enfraquece até 25%
Sistema NervosoSistema NervosoSistema NervosoSistema NervosoSistema NervosoSistema NervosoSistema NervosoSistema Nervoso
� Número de Neurônios: reduzido principalmente 
no córtex cerebral
� ↓ Liberação de Neurotransmissores: Diminuição 
das sinapses nervosas
� Diminuição da Condução Nervosa
� Menor sensibilidade de receptores cutâneos, 
térmicos e táteis.
� ↓ sensibilidade
Repercussões Clínicas: Memória, Atenção, Repercussões Clínicas: Memória, Atenção, Repercussões Clínicas: Memória, Atenção, Repercussões Clínicas: Memória, Atenção, 
EquilibrioEquilibrioEquilibrioEquilibrio, Linguagem!, Linguagem!, Linguagem!, Linguagem!
26/03/2012
3
Impacto de eventosImpacto de eventos
externos e deterioração cerebralexternos e deterioração cerebral
• Atenção e cuidado com:
– Estresse;
– Hipertensão;
– Alterações Metabólicas;
– Tabagismo;
– Traumatismo de crânio
– Exposição a substâncias tóxicas.
Sistema Sistema Sistema Sistema Sistema Sistema Sistema Sistema DigestórioDigestórioDigestórioDigestórioDigestórioDigestórioDigestórioDigestório
� AnatômicaAnatômicaAnatômicaAnatômica
- Desidratação das 
gengivas;
- ↓ na produção de saliva;
- Atrofia da mucosa 
gástrica;
- ↓ do tônus muscular na 
parede abdominal;
- Diminuição do fígado;
- Atrofia do intestino 
grosso.
� Funcional Funcional Funcional Funcional 
- Dificuldade de 
mastigação;
- Redução na diluição 
do alimento;
- Redução na 
produção de ácido 
clorídrico;
- Redução da 
motilidade gástrica
Sistema GastrointestinalSistema GastrointestinalSistema GastrointestinalSistema GastrointestinalSistema GastrointestinalSistema GastrointestinalSistema GastrointestinalSistema Gastrointestinal
Alt. FuncionaisAlt. FuncionaisAlt. FuncionaisAlt. Funcionais Repercussões ClínicasRepercussões ClínicasRepercussões ClínicasRepercussões Clínicas
↓ trânsito intestinal
(idoso saudável até 5 dias)
Constipação intestinal
↓ Motilidade esofageana Engasgos ocasionais
↓ Acidez gástrica Deficiência absorção Ferro
↓ Mucosa gástrica Maior susceptibilidade a irritaçao
pelo AINE
Sistema Sistema Sistema Sistema Sistema Sistema Sistema Sistema GenitoGenitoGenitoGenitoGenitoGenitoGenitoGenito--------urináriourináriourináriourináriourináriourináriourináriourinário
Proposta de TratamentoProposta de Tratamento
Tratamento 
Médico
Atuação 
Multidisciplinar
Tratamento Psicoterapêutico
Tratamento 
Fisioterapêutico
Atuação Multidisciplinar
Adaptação/ Modificação Ambiente
Modificação das Interações Sociais
Reabilitação 
Neuropsicológica Intervenção 
comportamental
Reabilitação 
Cognitiva
26/03/2012
4
Avaliação Fisioterapêutica
- Plano de tratamento:
- Evolução da doença;
- Adaptada para cada 
pacte;
- Participação de 
membro da família 
na avaliação.
KAUFFMAN (2001)KAUFFMAN (2001)KAUFFMAN (2001)KAUFFMAN (2001)
Avaliação Avaliação FisioterapêuticaFisioterapêutica
• Avaliação na Fase Inicial
-Força muscular
-Goniometria
-Avaliação da postura e 
equilíbrio
-Coordenação
-Ritmo
-Análise da marcha
-Avaliação respiratória
Avaliação Avaliação FisioterapêuticaFisioterapêutica
� Avaliação na Fase Intermediária
- Funcionalidade (mudanças de decúbito)
- Movimentos finos
Dependendo do nível de comprometimento, a 
avaliação poderá limitar-se a movimentação 
passiva, à história clinica do paciente, e a 
observação de suas AVD`s. 
Avaliação Avaliação FisioterapêuticaFisioterapêutica
� Avaliação na Fase Avançada
- Mobilização passiva
- Avaliação respiratória
*Explorar formas de comunicação com o pacte;
*Dependendo do estágio da doença, o pacte não é
capaz de referir com seguranças suas
capacidades e incapacidades (mudança de posturas)
KAUFFMAN (2001); PICKLES (2000); KAUFFMAN (2001); PICKLES (2000); KAUFFMAN (2001); PICKLES (2000);