Direito Administrativo (56)
7 pág.

Direito Administrativo (56)


DisciplinaDireito Administrativo I53.235 materiais980.026 seguidores
Pré-visualização3 páginas
quando 
abandonados, são arrecadados como bens vagos e passam ao domínio do Município ou do Distrito Federal.
"Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, assim como a inclusão em qualquer sistema de processamento de dados. A 
violação do direito autoral é crime punido com prisão e multa (art. 184 do Código Penal), sem prejuízo da busca e apreensão do
material e indenizações patrimoniais e morais cabíveis (arts. 101 a 110 da lei 9.610/98 - Lei dos Direitos Autorais).\u201d
www.r2direito.com.br
05
O Código também define quais são os bens públicos. O artigo 99 diz que são bens públicos: 1) os de uso 
comum do povo, tais como rios, mares, estradas, ruas e praças; 2) os de uso especial, tais como edifícios ou 
terrenos destinados a serviço ou estabelecimento da administração federal, estadual, territorial ou 
municipal, inclusive os de suas autarquias; 3) os dominicais, que constituem o patrimônio das pessoas 
jurídicas de direito público, como objeto de direito pessoal, ou real, de cada uma dessas entidades. 
Parágrafo Único. Não dispondo a lei em contrário, consideram-se dominicais os bens pertencentes às 
pessoas jurídicas de direito público a que se tenha dado estrutura de direito privado.
O artigo 100 do Código Civil proíbe a alienação dos bens públicos de uso comum e de uso especial: Os 
bens públicos de uso comum do povo e os de uso especial são inalienáveis, enquanto conservarem a sua 
qualificação, na forma que a lei determina. Este artigo estabelece a inalienabilidade dos bens públicos de 
uso comum do povo e dos bens públicos de uso especial. Assim, esses bens não podem ser vendidos, 
doados, nem trocados. Essa inalienabilidade, porém, pode ser revogada desde que: a) isto seja feito 
mediante lei especial; b) tenham esses bens perdido sua utilidade ou necessidade, não mais conservando 
sua qualificação; e c) a entidade pública aliene esses bens em hasta pública ou por meio de concorrência 
administrativa, tudo isto de forma a evitar que os bens públicos sejam dilapidados. A exceção está, portanto, 
nos bens públicos dominicais. O artigo 101 do Código Civil diz que os bens públicos dominicais podem ser 
alienados, observadas as exigências da lei. Dentro dessa mesma proibição de alienação, os bens públicos 
também não podem ser adquiridos por usucapião. É o que diz o artigo 102 do Código Civil: Os bens 
públicos não estão sujeitos a usucapião.
Por fim, o código menciona, no artigo 103, como se dá o uso dos bens públicos. O artigo 103 diz que o uso 
comum dos bens públicos pode ser gratuito ou retribuído, conforme for estabelecido legalmente pela 
entidade a cuja administração pertencerem.
"Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, assim como a inclusão em qualquer sistema de processamento de dados. A 
violação do direito autoral é crime punido com prisão e multa (art. 184 do Código Penal), sem prejuízo da busca e apreensão do
material e indenizações patrimoniais e morais cabíveis (arts. 101 a 110 da lei 9.610/98 - Lei dos Direitos Autorais).\u201d
www.r2direito.com.br