Direito Administrativo (57)
7 pág.

Direito Administrativo (57)


DisciplinaDireito Administrativo I65.451 materiais1.150.556 seguidores
Pré-visualização3 páginas
cometer a aplicação do patrimônio, em tendo ciência do encargo, 
formularão logo, de acordo com as suas bases (art. 62), o estatuto da fundação projetada, submetendo-o, 
em seguida, à aprovação da autoridade competente, com recurso ao juiz. Parágrafo Único. Se o estatuto 
não for elaborado no prazo assinado pelo instituidor, ou, não havendo prazo, em cento e oitenta dias, a 
incumbência caberá ao Ministério Público.
Art. 66. Velará pelas fundações o Ministério Público do Estado onde situadas. Justamente como forma de 
evitar que a fundação se desvirtue do fim original que motivou a sua criação, não é nada simples alterar seus 
estatutos. O artigo 67 do Código Civil trata deste assunto, e diz o seguinte: Para que se possa alterar o 
estatuto da fundação é mister que a reforma: 1) seja deliberada por dois terços dos competentes para gerir e 
representar a fundação; 2) não contrarie ou desvirtue o fim desta; 3) seja aprovada pelo órgão do Ministério 
Público, e, caso este a denegue, poderá o juiz supri-la, a requerimento do interessado.
Art. 68. Quando a alteração não houver sido aprovada por votação unânime, os administradores da 
fundação, ao submeterem o estatuto ao órgão do Ministério Público, requererão que se dê ciência à minoria 
vencida para impugná-la, se quiser, em dez dias.
Art. 69. Tornando-se ilícita, impossível ou inútil a finalidade que visa a fundação, ou vencido o prazo de sua 
existência, o órgão do Ministério Público, ou qualquer interessado, lhe promoverá a extinção, incorporando-
se o seu patrimônio, salvo disposição em contrário no ato constitutivo, ou no estatuto, em outra fundação, 
designada pelo juiz, que se proponha a fim igual ou semelhante.
"Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, assim como a inclusão em qualquer sistema de processamento de dados. A 
violação do direito autoral é crime punido com prisão e multa (art. 184 do Código Penal), sem prejuízo da busca e apreensão do
material e indenizações patrimoniais e morais cabíveis (arts. 101 a 110 da lei 9.610/98 - Lei dos Direitos Autorais).\u201d
www.r2direito.com.br