A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
APOSTILA_Unigranrio

Pré-visualização | Página 3 de 4

pode 
ser um grupo alquila diferente de R. Podem ser considerados como derivados da água, 
com os dois átomos de hidrogênio substituídos pôr grupos alquila. 
 
 
Nomenclatura 
 
Identifica-se os 2 grupos alquilas ligadas ao oxigênio. Estes grupos são citados em 
ordem alfabética seguido da palavra éter. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
Quando for formado por grupos alquilas complexos, devemos considera-lo como 
um derivado alcoxilado (RO ) do grupo mais complexo. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O
O OCH3OCH3
Dimetil éter Dietil éter Butilpropil éter Metilpropil éter
O
O
OCH31,2-dietoxietano
3-etil-2-metoxipentano
OH OH OH
HO
OH
OH
OH
HO OH
OH
Álcool benzílico Álcool alílicoÁlcool fenetílico
Glicerol
Etileno glicol
Propileno glicol
Escola de Ciência e Tecnologia (CTA) 
Disciplina: Química Orgânica I 
14 
- Nomes triviais dos éteres ciclicos mais comuns. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AMINAS 
 
Da mesma forma que os álcoois e os éteres podem ser considerados derivados 
orgânicos da água, as aminas podem ser consideradas derivados orgânicos da amônia. 
 
As aminas classificam-se como primárias, secundárias e terciárias. Diferentemente 
dos álcoois e haletos de alquila, esta classificação está baseada no número de grupos 
orgânicos ligados diretamente ao átomo de nitrogênio. 
 
Ex. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Nomenclatura 
 
Na nomenclatura sistemática, as aminas são identificadas pela adição do sufixo 
AMINA ao nome da cadeia ou do anel, ao qual o grupo NH2 está ligado. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 Na nomenclatura trivial, identificamos os grupos ligados diretamente ao nitrogênio 
da amina, nomeando-os como grupos univalentes em ordem alfabética, seguido da 
palavra AMINA. 
 
O
O O
O
O
O
 Oxirano
(óxido de etileno)
 Oxetano
(óxido de trimetileno)
 Oxolano
(tetraidrofurano-THF)
1,4-dioxano
 Oxano
(tetraidropirano- THP)
NH2 N
H N
Amina primária
Amina secundária
Amina terciária
NH2 NH2 NH2
etanamina propanamina butanamina
Escola de Ciência e Tecnologia (CTA) 
Disciplina: Química Orgânica I 
15 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Nomes triviais de sistemas cíclicos: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ALDEIDOS E CETONAS 
 
 
Exceto o formaldeido, o aldeído mais simples, todos os outros tem um grupo 
carbonila (C=O) ligado, por um lado, a um carbono, e pelo outro a um hidrogênio. Nas 
cetonas, o grupo carbonila está situado entre dois átomos de carbono. Ambos podem ser 
obtidos pela oxidação de um álcool.(Álcoois primários formarão aldeídos e álcoois 
secundários formarão cetonas). 
 
Ex. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Para aldeídos adiciona-se o sufixo AL ao nome do hidrocarboneto 
correspondente. O carbono carbonílico é sempre o primeiro carbono da molécula, 
recebendo o número 1. O nome vulgar é derivado do nome do ácido carboxílico 
correspondente, substituindo-se terminação ÓICO ou iCO, por ALDEÍDO. A nomenclatura 
vulgar é geralmente utilizada para aldeídos de até 5 átomos de carbono. 
NH2
N
H
N
H
NH2 NH2
N
etilamina propilamina butilamina
Etilvinilamina
trietilamina
etilpropilamina
R H
O
R R'
O
R = Alquil ou Aril
ALDEÍDO CETONA
O
N
H
N-metilmorfolina morfolina
piperidinapirrolidina aziridina(etilenimina)
N
H
N
H
N
H
O
N
Me
Escola de Ciência e Tecnologia (CTA) 
Disciplina: Química Orgânica I 
16 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Para cetonas, adiciona-se o sufixo ONA ao nome da maior cadeia de carbono que 
contenha o grupo carbonila. A localização da carbonila segue a regra da menor 
numeração possível. A nomenclatura vulgar é dada identificando-se os dois grupos alquila 
que estão ligados diretamente a carbonila seguido pela palavra CETONA. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ÁCIDOS CARBOXÍLICOS 
 
Os ácidos carboxílicos são caracterizados pela presença em sua estrutura do 
grupo carboxilia (COOH). O grupo carboxila é um dos grupos funcionais de presença mais 
ampla na Química e na Bioquímica. Os ácidos carboxílicos não são apenas importantes 
por si mesmos, mais o grupo carboxila é o grupo original de uma grande família de 
compostos aparentados, os compostos derivados de ácido carboxilico, tais como, 
halogenetos de acila, ésteres, sais de ácido carboxilicos, amidas, etc. 
 
Acima de 6 átomos de carbono, os ácidos mais importantes são os de número par 
de carbonos. 
 
H
O
Br
H
O
H
O
Br
OH
H H
O
 propanal
(propionaldeído)
 metanal
(formaldeído)
 3-metilbutanal
(isovaleraldeído)
 2-bromobutanal
(2-bromobutiraldeído)
4-bromo-2-etilpentanal
5-bromo-3-etil-2-hexanona4-metil-2-pentanona3-pentanona
O
2-pentanona
butanona propanona
O
Br
O
O
O
O
Escola de Ciência e Tecnologia (CTA) 
Disciplina: Química Orgânica I 
17 
 
Nomenclatura: 
 
Pelo sistema IUPAC adiciona-se o sufixo ÓICO ao nome do hidrocarboneto 
correspondente. Raramente utiliza-se o nome sistemático para ácidos com menos de 5 
átomos de carbono. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 
Quando a carboxila aparece como substituínte numa cadeia principal, utiliza-se o 
prefixo CARBOXI, seguido da numeração onde ela se encontra. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 
 
Os ácidos carboxílicos mais comuns são descritos por uma nomenclatura vulgar 
que tem como base a sua origem natural. Esses nomes são descritos numa tabela, a qual 
pode ser encontrada em alguns livros de química orgânica (no livro do Allinger página 
168). 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 
 
Quando tivermos um grupo isopropila no final da cadeia podemos dar nome pela 
adição do prefixo ISO. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
OH
O
OH
O
OH
O
Butanóico 3,5-dimetileptanóico 4-heptenóico
O
CO2H
2-Carboxiciclopentanona
OH
O
OH
O
 Ácido acético
(fermentação acética)
Ácido butírico
 (manteiga)
O
OH
OH
O
Ácido valérico Ácido isovalérico
Escola de Ciência e Tecnologia (CTA) 
Disciplina: Química Orgânica I 
18 
SAIS DE ÁCIDOS CARBOXÍLICOS 
 
São compostos obtidos através da reação de um ácido carboxílico com uma base 
inorgânica (NaOH, KOH). 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 Nomenclatura 
 
Substitui-se a terminação ICO do nome dos ácidos pela terminação ATO. 
 
Ex. 
 
 
 
 
 
 
Hidrogenosuccinato de sódio Acetato de sódio 
 (bi-succinato de sódio ou 
 succinato ácido de sódio) 
 
ÉSTERES 
 
Os ésteres são compostos formados pela reação de um ácido carboxílico e um 
álcool, catalisados por ácido forte. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
Nomenclatura 
 
São nomeados como se fossem sais de ácido carboxílicos indicando o grupo 
alquila da porção alcoólica de sua estrutura. 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
 
OH
O
+ NaOH
O- Na+
O
+ H2O
SAL
R
O
OH
R' OH+
H2SO4 R
O
OR'
+ H2O
ÉSTER
O
O
O
OCl
O
O
O
O
acetato de etila
propionato de alilaacrilato de t-butila
cloroacetato de vinila
O
O- Na+
O- Na+
OH
O
O
Escola de Ciência e Tecnologia (CTA) 
Disciplina: Química Orgânica I 
19 
LACTONAS 
 
Lactonas são compostos derivados de ésteres com cadeia cíclica. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Nomenclatura 
 
São nomeadas substituindo a terminação ICO do nome do ácido carboxílico 
correspondente, pela terminação LACTONA. As Iactonas mais frequentes contém anéis 
de cinco e seis membros. 
 
Ex. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AMIDAS 
 
As amidas são substâncias derivadas de ácidos carboxllicos, onde em lugar da 
hidroxila do ácido encontramos um grupo NH2. Ainda podemos encontrar amidas onde os 
dois hidrogênios do NH2 são substituídos por dois grupos alquila. As amidas podem ser 
classificadas em função do número de substituições no átomo de nitrogênio, como 
ilustrado abaixo: 
 
Ex.: 
 
 
 
 
 
 
Amida não substituída Amida mono substituída Amida di substituída 
 
 
 
Nomenclatura 
 
São nomeadas substituindo a terminação ICO do nome do ácido carboxílico 
correspondente pela terminação AMIDA. Caso o nitrogênio da amida seja substituído por 
algum grupo alquila, este grupo deve ser indicado precedido pela letra

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.