Bem (direito) – Wikipédia  a enciclopédia livre
5 pág.

Bem (direito) – Wikipédia a enciclopédia livre


DisciplinaDireito Civil I61.132 materiais666.981 seguidores
Pré-visualização2 páginas
destinam-se à satisfação direta de necessidades. Eles ainda são subdivididos em
duradouros, que permitem um uso prolongado e não-duradouros que acabam com o tempo.
Classificação segundo sua função
Os bens intermediários devem sofrer novas transformações antes de se converterem em bens de
consumo ou de capital.
Os bens finais já sofreram as transformações necessárias para seu uso ou consumo.
Classificação microeconômica
Os bens normais são aqueles que seguem a risca as leis da microeconomia; quanto menor o preço
maior a demanda, por exemplo.
Os bens inferiores é um bem cuja quantidade demandada varia inversamente ao nível de renda do
consumidor.
Um caso especifico de bem inferior, são os bens de giffen. Esses bens são caracterizados por terem
um efeito renda negativo, maior (em módulo) do que o seu efeito substituição, resultando um efeito
total negativo.
Referências
1. \u2191 Marrara, Thiago. Bens públicos, Domínio Urbano, Infra-estruturas. Belo Horizonte: editora Fórum,
2007, 360p.
Ver também
Património
Casamento
Obtida de "http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Bem_(direito)&oldid=32191518"
Categorias: Direito civil Direito penal Bens
Esta página foi modificada pela última vez à(s) 19h46min de 11 de setembro de 2012.
Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-Partilha nos Mesmos Termos 3.0 não
Adaptada (CC BY-SA 3.0); pode estar sujeito a condições adicionais. Consulte as condições de uso
para mais detalhes.